Clark Gable

Ator norte-americano
Por Dilva Frazão

Biografia de Clark Gable

Clark Gable (1901-1960) foi um ator norte-americano. Foi considerado "O Rei de Hollywood". Ganhou o Oscar de Melhor Ator, por sua atuação no filme "It Happend One", em 1934. Contracenou com grandes estrelas como Greta Garbo, Sophia Loren, Marilyn Monroe, Vivien Leigh, entre outras.

Willian Clark Gable nasceu em Cadiz, Ohio, Estados Unidos, no dia 1 de fevereiro de 1901. Seu pai Wiliam Henry Gable era fazendeiro e perfurador de poços de petróleo, sua mãe, Adeline Hepshelman, descendente de alemães e de irlandeses, morreu quando ele tinha sete meses.

Até os dois anos, Clark foi criado por seus tios maternos. Em abril de 1903, seu pai casou com a chapeleira Jannie Dunlap que passou a criar Clark como se ele fosse seu filho.

Clark estudou na Hospedale Grade School e em seguida na Edinburg Hight School. Com 16 anos abandonou os estudos para trabalhar em uma fábrica de pneus, em Akron.

Ao assistir à peça The Bird os Paradise, Clark sentiu o desejo de ser ator. Após a morte de sua madrasta, passou a trabalhar nos negócios do pai. Com 21 anos abandonou o trabalho e foi para Kansas City. Uniu-se a um grupo teatral e seguiu com ele para Astoria.

Clark estudou canto e uniu-se ao grupo de teatro dirigido pela atriz Josephine Dillon. O charme de Clark com as mulheres já existia na juventude. Em 1924 casou-se com Josephine, 20 anos mais velha que ele.

Josephine tornou-se sua primeira agente, ensinou-lhe postura, entonação e representação. Pagou para arrumar seus dentes e mudou seu estilo de cabelo, tudo isso para leva-lo para Hollywood.

Início da carreira

Em Hollywood, Clark mudou seu nome de W. C. Gable para Clark Gable e com influência de Josephine, participou como figurante dos filmes: “The Plastic Age” (1925), “Forbidden Paradise” e na série “The Pacemakers”.

Clark voltou a atuar no teatro com a Laskin Brothers Stock Company, em Huston, ganhando considerável experiência. Foi então levado para Nova Iorque e conseguiu alguns trabalhos na Broadway.

Levado pela agente Minna Walls para a Pathé, Clark atuou em seu primeiro filme sonoro “The Painted Desert” (1931), quando começou a brilhar na carreira de ator.

No mesmo ano, Clark foi levado para a MGM e atuou em “Tentação de Luxo”. Com o sucesso de sua atuação, seu contrato foi estendido por mais dois anos.

Em 19 de junho de 1931, um ano depois de se separar de Josephine, casou-se com a socialite Rhea Langham. Dizem que, mesmo casado com uma rica mulher, ele manteve um caso com Joan Crawford, sua coadjuvante em "Dance, Fools, Dance", de Harry Beaumont, um dos primeiros musicais do cinema sonoro.

Em 1933, Clark se recusou a seguir determinado roteiro e como punição ele foi cedido para a Columbia, para o papel do repórter Peter Wayne no filme Acontece Naquela Noite”, quando foi premiado com o Oscar de Melhor Ator.

De galã machão, Clark se transformou em galã romântico atuando nos filmes “Acorrentada”, “Quando o Diabo Atiça”, “Tudo pode Acontecer”, “Mares da China”, “O Grito das Selvas” e “O Grande Motim” (1938), que lhe valeu uma indicação ao Oscar.

E o Vento Levou

Após ser divulgada as filmagens de “E o Vento Levou” (1939), Clark Gable foi escolhido para interpretar Rhett Butler como resultado a uma votação realizada pela revista Photoplay e pelas cartas envidas aos estudos da MGM.

Cedido pela MGM, Gable não pretendia fazer o papel de Rhett Butler e resistiu em ler o roteiro. Produzido por David O. Selznick e protagonizado por Clark Gable e Vivien Leigh (Scarlett O’Hara), o drama histórico-romântico que tem como pano de fundo a Guerra da Sucessão, se tornou um sucesso de crítica e público.

clark gable

Clark foi mais uma vez indicado ao Oscar de Melhor Ator por sua atuação. Apesar de ser o favorito e de fazer menção de levantar-se quando anunciado o vencedor nessa categoria, ele perdeu para o inglês Robert Donat por "Adeus, Mr. Chips". Mas hoje existe um consenso que "E o Vento Levou" foi o maior momento cinematográfico da carreira de Clark.

Década de 40

Clark se alistou na força aérea e foi para o front de batalha da Segunda Guerra Mundial. Em seu retorno aos Estados Unidos, foi condecorado por ter participando ativamente do bombardeio de importantes pontos nazistas.

De volta ao cinema, Clark passou a atuar em filmes de ação. O primeiro foi "Aventura" (1945), ao lado de Greer Garson, dirigido por seu amigo Victor Fleming.

Em seguida atuou em: “Mercador de Ilusões” (1947), “O Amor Que Me Deste” (1948), “Trágica Decisão” (1948) e “Quando Morre Uma Ilusão” (1949).

Década de 50

Em 1953, participa de um de seus maiores êxitos da fase madura, "Mogambo", de John Ford, quando chegou a ter um romance com uma das atrizes, a bela Grace Kelly.

Em 1955, foi contratado pela 20th Century-Fox, quando atuou em dois filmes: “O Aventureiro de Hong-Kong” (1955) e “Na Garras da Ambição” (1955).

Nesse período, Gable tentou produzir seus próprios filmes, mas não obteve sucesso. Em seguida, assinou com a Warner Bros e depois com a Paramont.

Clark trabalhou ativamente ao lado de estrelas como Eleanor Parker em “Esse Homem é Meu” (1956) e com Yvonne de Carlo em "Meu Destino Foi Pecar" (1957).

Últimos filmes

Em 1960, Clark Gable gravou seu penúltimo filme, ao lado da italiana Sophia Loren, a comédia "Começou em Nápoles".

Ainda em 1960 foi contratado para atuar com Marilyn Monroe em "Os Desajustados", de John Huston, que tinha roteiro original do dramaturgo Arthur Miller, marido de Marilyn.

Seu salário foi de 750 mil dólares e mais 58 mil para cada semana de acréscimo. As filmagens foram tumultuadas pelos atrasos e caprichos de Marilyn e foram além do prazo previsto.

Clark estava feliz mesmo no meio das confusões, pois ficou sabendo que iria ser pai pela primeira vez. Kathleen estava grávida, porém, em 16 de novembro de 1960, dois meses depois de terminar as filmagens de "Os Desajustados", Clark sofreu um fulminante ataque cardíaco.

Clark Gable faleceu em Hollywood, Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos, no dia 16 de novembro de 1960.

Vida Pessoal

Depois que Clark se separou de sua primeira esposa, Josephine Dillon, em 1930, casou-se com a socialite do Texas, Langham Rhea, 17 anos mais velha que ele, que lhe ensinou a se vestir como um nova-iorquino, com um chapéu-coco, polainas e bengala.

Em 1935 envolveu-se com Loretta Young, que lhe deu uma filha, Judy Lewis. Em 1939 divorciou-se de Rhea e nesse mesmo ano casou-se com a atriz Carole Lombard, que faleceu em um desastre de avião em 1942.

Clark teve um breve relacionamento com Joan Crawford e com Paulette Goddard. Em 1949 casou-se com a baronesa Silvia Ashley, viúva de Douglas Fairbanks. Em 1952 o casal se separou.

Em 1955 casou-se com Kathleen Williams, 15 anos mais nova que ele, tornando-se padrasto de seus dois filhos.

Em 1960, ficou sabendo que iria ser pai, mas não viveu para ver o nascimento de seu filho, John Clark Gable, em 20 de março de 1961.

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Will Smith (1968) é um ator, rapper e produtor norte-americano, considerado p...
  • Johnny Depp (1963) é um ator, músico, produtor e diretor norte-americano. Atu...
  • Dwayne Johnson (1972) é um ator e produtor norte-americano de filmes de ação...
  • Morgan Freeman (1937) é um ator, produtor, diretor, dublador e narrador norte...
  • Harrison Ford (1942) é um ator norte-americano. Brilhou no cinema por sua atu...
  • Leonardo DiCaprio (1974) é um ator norte-americano. O filme "Titanic" foi o m...
  • Denzel Washington (1954) é um ator, diretor e produtor norte-americano, um do...
  • John Wayne (1907-1979) foi um ator e produtor de cinema norte-americano. Torn...
  • James Dean (1931-1955) foi um ator norte-americano. Com três filmes, em pouco...
  • Chuck Norris (1940) é um ator norte-americano, campeão mundial de karatê que...