Pablo Picasso é um dos pintores mais influentes do século XX, co-inventor de um estilo artístico que revolucionou o mundo da arte: o cubismo. 

Neste artigo, viajamos pela sua biografia através de suas obras, fases, e curiosidades. O artista espanhol viveu noventa e um anos e são muitos os fatos importantes e curiosos de sua vida! Esperamos que goste. 

Um homem de muitos nomes 

Nascido em 1881 em Málaga, na Espanha. Seu nome de batismo é muito maior que seu nome artístico, por causa de costume de Andaluzia, comunidade onde nasceu, de homenagear santos e parentes. O nome completo do bebê Picasso foi, então, Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso. 

As primeiras pinceladas de Picasso 

O pai de Picasso, Don José Ruiz y Blasco, era pintor amador e professor de artes. Foi com o pai que ele aprendeu a desenhar e já aos oito anos de idade fez sua primeira tela, chamada O Toureiro (abaixo). 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

Depois de morar por dez anos em Málaga, o pai de Picasso recebeu uma proposta para lecionar na cidade de Corunha, e a família mudou-se em 1891. O pai continuava a ensinar o filho e, quando completou treze anos de idade, Picasso já era melhor que seu mestre. Depois da morte da irmã por difteria, quando o pintor tinha catorze anos, a família mudou-se para Barcelona e Pablo conseguiu ser admitido em uma escola de artes, logo notado como um destaque da turma. 

O quadro abaixo, chamado Ciência e Caridade foi pintado em 1897, quando ele tinha dezesseis anos de idade. 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

O começo da vida de artista 

Com dezesseis anos, Picasso estudava arte, fez amizades com outros artistas como Manuel Pallares, Carlos Casagemas e Jami Sabartes. E em 1897, mudou-se para Madrid, para estudar na Real Academia de Belas-Artes de São Fernando, a mais conceituada do país. Foi lá que se apaixonou por nomes como Diego Velázquez, Francisco Goya, El Greco e Caravaggio, copiando suas obras em visitas que fazia ao Museu do Prado. 

Este retrato da mãe do artista feito quando ele ainda era adolescente mostra as influências clássicas em sua arte. 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

A mudança de Picasso para Paris

Com dezenove anos, já com alguma experiência com pintura, o jovem artista decide se mudar para Paris, na época efervescente da arte na França. Vive em condições precárias, com a ajuda de amigos. O estilo impressionista, em moda na época, atrai o artista, como se pode ver no quadro abaixo chamado A Vendedora de Flores (1901). 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

A tragédia e a Fase Azul 

Em 1901 o amigo do Picasso, Carlos Casagemas, tenta assassinar uma mulher por quem se apaixona e, sem sucesso, comete suicídio em Paris. Pablo é profundamente afetado pelo acontecimento, que o impulsiona para sua Fase Azul, onde a maioria das obras reflete o período sombrio que passava: financeiramente quebrado, sem um dos grandes amigos, triste. Seus quadros adquirem um tom azul esverdeado e mostram pessoas magras, abatidas. 

Autorretrato (1901): 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

A Morte De Casagemas (1901):

pablo picasso biografia obras e curiosidades

A Vida (1903):

pablo picasso biografia obras e curiosidades

O amor de Picasso e a Fase Rosa 

A fase sombria acabou em 1904, dando lugar a uma época mais animada da vida do pintor. Figuras femininas e do circo são frequentes em seus quadros, que agora adquirem um tom mais quente, alaranjado e rosados. 

Nesta época, o pintor conheceu uma de suas grande amigas da vida, Gertrude Stein, e teve sua primeira paixão, a artista boêmia Fernande Olivier. Entre 1905 e 1907, inspirado por sua musa e por outros artistas, começa a transitar para o que viria a ser o cubismo.

O célebre retrato de Gertrude Stein (abaixo) feito entre 1905 e 1906 já revela traços cubistas em seu rosto.

pablo picasso biografia obras e curiosidades

A influência africana nas obras de Pablo Picasso 

Entre 1907 e 1909, Picasso mergulhou no que alguns biógrafos chamam de crise negra, onde as esculturas e máscaras africanas exerceram grande influência em sua obra. Exposições de objetos africanos estavam por toda a Europa, com o objetivo de demonstrar o primitivismo dos países negros colonizados da época. Ao contrário do que esperavam, vários artistas ficaram fascinados por aquela nova forma de expressão, que não correspondia ao impressionismo clássico europeu. 

O quadro Meninas de Avignon (1907) foi a primeira obra-prima de Picasso e a expressão máxima da influência africana em sua obra, onde duas mulheres são retratadas com rostos semelhantes às máscaras gelede, os olhos e rostos são distorcidos e as linhas são bidimensionais. 

A pintura ainda é conhecida como a mais inovadora da história da arte moderna (abaixo). 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

Pablo Picasso e o cubismo 

O pintor e escultor francês Georges Braque ajudou Pablo a fundar o cubismo em 1909. Na época, Picasso estava com vinte e nove anos e já havia ganhado fama. O cubismo analítico, que veio primeiro (1909 - 1912), foi marcado por tons marrons, mais neutros, e formas geometrizadas, como se pode ver abaixo na obra Garota com Mandolim (1910). 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

Depois veio o Cubismo Sintético (1912 - 1919), quando o artista passou a utilizar colagens de papéis em suas obras, o que foi um marco na história artística. A combinação ou síntese de formas era a principal regra, as cores eram maiores e mais decorativas. Abaixo o quadro A Guitarra, pintado em 1913. 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

O Picasso neoclassicista e surrealista 

Depois de uma viagem à Itália em meados de 1917, Pablo começou a incluir em suas pinturas tributos ao estilo neoclássico. Depois, veio o período de caos da Primeira Guerra Mundial e foi nessa época que o pintor fez a sua obra mais aclamada, Guernica (1937), relatando os horrores da Guerra Civil Espanhola, mais especificamente o bombardeio alemão à cidade que dá nome ao quadro. 

Indo na contramão da época, Picasso não quis retratar a guerra de forma romântica e realista, imprimindo na obra seu toque surreal e cubista para exaltar uma imagem política poderosa. 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

Os anos finais de Pablo Picasso 

Já idoso, em meados da década de 1940, Picasso se aventurou também na produção de esculturas, cerâmicas e poesias. É dessa época o famoso quadro Dora Maar com Gato (1941), onde retrata uma de suas amantes (abaixo). 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

Também dedicou-se a estudar pintores como Diego Velázquez, chegando a fazer 58 pinturas de análise de seu trabalho, dedicado apenas ao quadro As Meninas (1656). O quadro abaixo faz parte desta coleção e foi pintado em 1957. 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

Em seus anos finais Picasso viajou o mundo com seu estilo inovador e tornou-se um mito (vivo) da História da Arte. 

As curiosidades da vida de Picasso 

1. Ele casou-se apenas duas vezes, mas teve inúmeras amantes, inclusive tendo estado com várias mulheres ao mesmo tempo. O caso mais escandaloso de amor de Picasso foi Marie-Thérèse Walter. Ela tinha 17 anos e ele 45, e era casado com Olga. Duas de suas amantes, inclusive, se suicidaram em decorrência da difícil relação com o artista. 

2. Sabe a pomba branca da paz? Vem de um desenho do artista, dedicado à sua filha Paloma (pomba, em espanhol), nascida em 1949. Ele foi usado no Congresso pela Paz, em Paris, no mesmo ano, e acabou se tornando um símbolo universal. 

pablo picasso biografia obras e curiosidades

3. Ele foi o primeiro artista que, ainda vivo, teve sua arte exposta no Louvre. Em seu aniversário de 90 anos o museu promoveu uma grande festa na Grande Galeria, com a presença do presidente do país. 

4. É o artista com mais obras em toda a História da Arte. Em 78 anos de trabalho, Picasso pintou mais de treze mil quadros, e fez mais de cem mil gravuras e ilustrações. 

5. É também o artista mais roubado da história. Devido ao seu grande número de produções artísticas, estima-se que mais de mil peças criadas por Picasso estejam espalhadas ilegalmente pelo mundo. Muitas delas, inclusive, sem que as pessoas realmente saibam que se trata de um original do artista. 

7. O castelo do sul da França em que está enterrado foi comprado pelo pintor em 1958. Picasso tinha uma ligação especial com o lugar, que apareceu em mais de 30 pinturas do pintor pós-impressionista Paul Cézanne, de quem era fã. Não é impressionante? Um grande artista que jaz no cenário inspiracional de outro grande artista. 

Château noir, 1903-1904 Paul cezzane
Château noir (1903-1904) por Paul Cézzane

Quer saber mais sobre a vida de Pablo Picasso? Não deixe de ler a sua biografia completa