Pablo Picasso

Pintor espanhol

Biografia de Pablo Picasso

Pablo Picasso (1881-1973) foi um pintor espanhol. "A Pomba da Paz", "Guernica", "Les Demoiselles d'Avignon", são algumas de suas obras mais importantes. Foi um dos criadores do "Cubismo", um dos maiores movimentos de arte do século XX.

Pablo Ruiz Picasso (1881-1973) nasceu em Málaga, Espanha, no dia 25 de outubro de 1881. Filho do pintor e professor de desenho José Ruiz Blasco e de Maria Picasso y López, logo cedo mostrou seu talento para as artes. Seus primeiros desenhos representavam touradas. Mudou-se com a família para a cidade de A Corunha, onde o pai foi contratado como professor.

Em 1896 sua família se muda para Barcelona, onde Dom José aluga um estúdio para o filho. Nessa época, o jovem pintor se rodeia de um grupo de artistas e literatos, entre eles os pintores Ramón Casas e Santiago Rusiñol, com quem se reunia no bar Els Quatre Gats. Nesse mesmo ano, sua tela “Primeira Comunhão” é aceita pela Exposição Municipal de Barcelona. O quadro “Dois Patos” é enviado pelo pai para uma exposição em Málaga, recebendo o primeiro prêmio do pintor.

Em 1897 Pablo Picasso ingressa na Academia Real de San Fernando, em Madrid, mas logo depois abandona as formas tradicionais da escola e volta para Barcelona. Em 1900 vai a Paris e passa a adotar o sobrenome da mãe. Em 17 de fevereiro de 1901, seu amigo Carlos Casagemas se suicida com um tiro na cabeça, após tentar assassinar sua amante Germaine, uma dançarina do Moulin. Sensibilizado pela morte do amigo, Picasso rompeu com o colorido de suas pinturas e entrou na sua fase azul (1901-1904). São dessa época: “A Morte de Casagemas” (1901), “As Vendedoras de Flores” (1901), “Self- Portrait” (1901). Com 21 anos voltou para Barcelona onde buscou o apoio da família. Pintou “La Vie” (1903) e “O Velho Guitarrista” (1903) e “Celestina” (1904), entre outras.

Em 1904, Picasso se instalou definitivamente em Paris e alugou um estúdio no Baleau Lavoir, no alto de Montmartre, local conhecido pela vida boêmia. Aos poucos se libertou da fase azul melancólica e entrou na “Fase Rosa” (1904-1906). Entre noites regadas a vinho e mulheres fez grandes amizades, mas nada que o tirasse da pobreza. Passou dois anos sem vender. Conheceu Fernande Olivier, seu primeiro e grande amor. Nessa fase os temas principais são as figuras de circo e as mulheres. São desse período: “O Jovem Arlequim”, “O Moço com Cachimbo” e “A Família de Saltimbancos”, todos de 1905.

Em 1906, Pablo Picasso começou a trabalhar em “Le Demoiselles d’Avignon”, onde as formas geométricas eliminam a profundidade espacial. Uma obra com diversas influências, entre elas, a arte africana, ibérica e elementos de El Greco e Cezanne, era o inicio de uma nova fase, e mm companhia do pintor Georges Braques, deu início ao “Cubismo”, onde prevalecem os motivos totalmente fragmentados. São dessa época: “Nu” (1910), “O Poeta” (1911), “O Aficionado” (1912) e “Copos e Garrafas” (1913). A partir de 1915, Picasso abandona aos poucos o rigor do Cubismo e entra na etapa figurativa. Vai para Roma e casa-se com a bailarina Olga Khokhlova, muda seu modo de vida e faz opção pelo neoclássico, pinta: ”O Retrato de Olga na Poltrona” (1917), “Pablo Vestido de Arlequim” (1924), entre outras.

Em 1937 durante a Guerra Civil Espanhola, aviões alemães bombardeiam a cidade basca de Guernica. Poucas semanas depois, Picasso começa a pintar o enorme mural em estilo impressionista “Guernica”. Foram dois meses de trabalho, onde ele expressa a violência e a crueldade do bombardeio usando imagens como o touro, o cavalo, o guerreiro caído, a mãe com seu filho morto e uma mulher presa em seu prédio em chamas. A obra foi exibida no pavilhão espanhol, na Exposição Internacional de Paris. A pintura permaneceu no Museu de Arte Moderna de Paris de 1939 a 1981, quando foi levada para a Espanha. Encontra-se exposta no Museu Nacional de Arte Rainha Sofia, em Madri.

Além de pinturas, Pablo Picasso também trabalhou em centenas de litografias, cerâmicas e esculturas. Casou várias vezes e suas produções artísticas estavam sempre ligadas a cada novo relacionamento. Em 1961 iniciou sua última relação sentimental com Jaqueline Roque e se retirou para o Castelo de Vauvenargues. Em 1968, com 87 anos, produziu em sete meses, uma série de 347 gravuras, retornando a temas como o circo, o teatro, as touradas e o erotismo. Seus 90 anos foram comemorados com uma exposição especial no Museu do Louvre, em Paris.

Pablo Picasso faleceu em Notre-Dame-de Vie, em Mougins, na França, no dia 08 de abril de 1973. Dois dias depois, foi enterrado no castelo de Vauvenargues.

Biografias Relacionadas

Última atualização: 12/12/2016