Antonio Machado

Poeta espanhol

Biografia de Antonio Machado

Antonio Machado (1875-1939) foi um poeta espanhol, vinculado à “Geração de 98” por suas atitudes críticas diante da realidade nacional.

Antonio Cipriano José Maria Machado Ruiz nasceu em Sevilha, Espanha, no dia 26 de julho de 1875. Com oito anos de idade mudou-se com a família para Madri. Estudou na Institución Libre de Ensenanza e posteriormente completou seus estudos nos institutos San Isidoro e Cardenal Cisneros.

Carreira Literária

Em 1895, Antonio Machado iniciou suas atividades literárias com artigos de caráter satírico e humorístico publicados no periódico La Caricatura.

Em 1899, Antonio Machado mudou-se para Paris onde trabalhou como tradutor para a Editora Garnier. Nessa época, conheceu o britânico Oscar Wilde e o espanhol Pio Baroja.

De volta a Madri, tomou parte da companhia teatral de Maria Guerrero e Fernando Dias de Mandoza.

Em 1902 retorna a Paris e entra em contato com o movimento modernista, por intermédio do poeta Rubén Dario, que exerceu grande influência sobre suas primeiras poesias. Mais tarde, rejeitou o modernismo para adotar o que chamou de “poesia eterna”.

Fases da Obra de Antonio Machado

A obra literária de Antonio Machado distingue-se em três etapas: a primeira é representada pelo livro “Soledades” (1903) e por “Soledades, Galerias e Outros Poemas” (1907), uma ampliação do livro anterior, ambos marcados pelo romantismo tardio do século XIX. Extremamente lírico e subjetivo onde o autor cultiva temas como a morte, o tempo e a melancolia.

A mudança para a cidade de Soria, na região de Castela, propiciou uma segunda etapa na obra do autor, caracterizada por uma poesia menos intimista. Nessa época publicou “Campos de Castlla” (1912), marcada pelo caráter descritivo, ao transmitir a imagem de uma região desolada e também pelo uso das formas do romanceiro popular.

Após a morte de sua esposa, Antonio Machado abandona Soria e reside sucessivamente em Baeza e Segóvia, até que em 1931 fixou residência em Madri. Nessa época publicou “Nuevas Canciones” (1924), marcada pela predominância do verso sobre a prosa, e “Poesias Completas” (1928), cujo tom sombrio e a indagação intelectual caracterizou a terceira fase de sua obra.

Em 1932, Antonio Machado retorna para Madri. Em 1936 eclode a guerra civil e Machado declara-se partidário dos republicanos. Mudou-se para Valência, depois para Barcelona, e em janeiro de 1939, exilou-se na França.

Antonio Machado faleceu em Collioure, França, no dia 22 de fevereiro de 1939.

Poesia de Antônio Machado:

Tenho andado muitos caminhos
tenho aberto muitas veredas;
tenho navegado em cem mares
e atacado em cem ribeiras.

Em toda parte tenho visto
caravanas de tristeza
orgulhosos e melancólicos,
borrachos de sombra negra.

E pedantes ao pano
que olham, calam e pensam
que sabem, porque não bebem
o vinho das tabernas. (...)

Veja também as biografias de:

Última atualização: 03/04/2019

Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.