Salvador Dalí

Pintor catalão

Biografia e Vida

Salvador Dalí (1904-1989) foi um pintor espanhol que se destacou por suas composições insólitas e desconexas. Com seu bigodão sinuoso e com disposição para escandalizar foi um grande representante da estética Surrealista.

Salvador Dalí (1940-1989) nasceu em Figueres, Catalunha, Espanha, no dia 11 de maio de 1904. Filho de um advogado e de uma dona de cada, desde cedo recebeu o apoio da família para as artes. Na juventude iniciou sua educação artística na Escola de Desenho Municipal.
Em 1919 realizou sua primeira exposição pública no Teatro Municipal de Figueres. Em 1922 mudou-se para Madri, quando ingressou na Academia de Artes de San Fernando. Nessa época, já se apresentava com um figurino que mostrava sua personalidade excêntrica: com cabelos longos, meias até o meio das pernas, calça até o joelho, e um grande laço no pescoço.

Em 1926, expulso da Academia de Artes por declarar que ninguém ali era capaz de avalia-lo, se aproveitou de um instante de fama conquistado com a expulsão para se vender como um rebelde à frente de seu tempo. Mudou-se para Paris, onde se tornou um membro oficial do grupo Surrealista que surgiu em 1924 em reação ao racionalismo e ao materialismo da sociedade ocidental. Usar o potencial do subconsciente como fonte de imagens fantásticas e de sonhos era o objetivo do grupo.

Durante os anos 20 e 30, Dalí produziu o melhor de sua obra: tela nas quais pessoas, animais, objetos e paisagens se fundem em composições insólitas. Sua pintura desconexa está bem representada na tela “Composição Surrealista com Figuras Invisíveis”, de 1936, onde no centro de uma paisagem desolada, uma cama e uma poltrona surgem vazias, mas conservam os contornos dos corpos ausentes. A tela é um exemplo da fixação surrealista pelas teorias de Sigmund Freud. Dali se valia daquilo que batizou de “Método Paranoico-Crítico” na tentativa de representar o fluxo do inconsciente e dos sonhos.

Salvador Dalí interessava-se por condições mentais anormais e, em particular, por alucinações. Suas estranhas imagens de sonhos foram retratadas tão nítida e realisticamente quanto possível em um modo de pintura que se assemelhava à fotografia em cores.

Em 1939 Breton expulsou-o do grupo surrealista e criou um anagrama com o nome do artista para denunciar se apetite por dinheiro: “Avida Dollars”. Quando a Segunda Guerra começou, Dalí se mudou para os Estados Unidos e perdeu de vez o pudor. Pintou retratos de famosos e ricos só para se destacar nas colunas sociais. Dali fez outros trabalhos como cenários para teatro e cinema (colaborou no filme “O Cão Andaluz”), gravuras, ilustrações, murais e até joias e esculturas, como o busto de Dante, em 1965.

Suas obras em pintura são quase sempre representações de um universo onírico e bizarro, porém, com grande qualidade artística, entre elas: “Persistência da Memória”, 1931, “Construção Mole com Ervilhas Cozidas: Premonição da Guerra Civil” (1936), “Canibalismo de Outono”, (1936-1937), “O Sono”, (1937), “A Tentação de Santo Antônio”, (1946), “Girafa em Chamas”, (1937) etc. Em 1954 pintou “A Máxima Velocidade da Madona de Rafael”, estilo que ele batizou de “atomismo místico”.

Salvador Dali faleceu em Figueres, Espanha, no dia 23 de janeiro de 1989.

Resumo da biografia de Salvador Dalí

Quem foi: Pintor catalão
Data do Nascimento: 11/05/1904
Data da Morte: 23/01/1989 (aos 84 anos)
Última atualização: 23/05/2016

Biografias Relacionadas
« Saddam Hussein« Salomão«Salvador Dalí»Samuel Morse »Santa Hildegarda de Bingen »