Filipe II da Espanha

Rei espanhol

Biografia de Filipe II da Espanha

Filipe II da Espanha (1527-1598) foi rei da Espanha, de Nápoles e da Sicília. Foi também rei de Portugal como Filipe I. Soberano austero e frio era capaz de tudo para realizar os próprios projetos.

Filipe II da Espanha nasceu em Valladolid, Espanha, no dia 21 de maio de 1527. Filho do imperador Carlos V e de Isabel de Portugal. Seu pai foi o responsável por sua formação e o fez colaborar com as tarefas de governo.

Casamento com D. Maria de Portugal

Em 1543, Filipe, então príncipe das Astúrias, casou-se com sua prima D. Maria de Portugal. O contrato de casamento foi realizado quando ambos tinham dezesseis anos.

O príncipe Filipe ficou viúvo aos 18 anos quando D. Maria faleceu após dar a luz a seu único filho o infante Carlos. Entre 1548 e 1551, Filipe viajou pela Itália, Alemanha e Países Baixos.

Casamento com Maria I da Inglaterra

No dia 25 de julho de 1551, Filipe casou-se na Catedral Winchester com Maria I da Inglaterra, ou Maria Tudor, filha de Henrique VIII de Inglaterra e Catarina de Aragão, e foi residir em Londres.

Filipe tornou-se pouco simpático aos olhos dos ingleses, que o viram se mudar para Flandres abandonando a monarca quatorze meses depois. Maria Tudor veio a falecer em 17 de novembro de 1558, sem deixar herdeiros.

Rei Filipe II da Espanha

Em 1556, quando da abdicação do imperador Carlos V, Filipe II herdou o trono da Espanha e seus domínios coloniais: a Sicília e a Sardenha, Nápoles, o Franco-Condado e os Países Baixos.

Dando continuidade à guerra iniciada por seu pai contra os franceses, Filipe II derrota-os em Saint-Quentin, em 1557, e Gravelines, em 1558, e assina com a França o tratado de Cateau-Cambrésia, em 1959.

Casamento com Isabel de Valois

Em 1560, Filipe II casa-se com Isabel de Valois, filha do rei Henrique II da França, e de sua mulher Catarina de Médicis. Isabel tinha apenas quatorze anos e Filipe tinha trinta e dois anos.

Retornando à Espanha, Filipe empenha-se em centralizar a administração e lutar contra o protestantismo. Em 1563 passa a residir no majestoso palácio El Escorial, que mandou construir em 1557 na serra da Guadarrama.

Em 1568, morre seu filho Carlos. Em 1569 morre Isabel, após o parto da segunda filha. O casal teve duas meninas, o que não resolvia a falta de descendentes.

Casamento com Ana da Áustria

No dia 12 de novembro de 1570, Filipe casa-se com Ana da Áustria, sua sobrinha, filha do imperador Maximiliano II da Áustria e da imperatriz Maria da Áustria. Juntos tiveram três filhos, entre eles, o futuro rei Filipe II de Portugal.

Ana nunca esteve em Portugal, morreu em Badajoz, no dia 26 de outubro de 1580, quando estava a caminho de Lisboa, vítima de uma gripe. Estava com apenas trinta anos.

Filipe I de Portugal

Em 1580, com a extinção da dinastia de Avis D. Filipe entra em Portugal e se faz reconhecer rei nas cortes de Tomar, em 1581, como neto do monarca português D. Manuel I.

Tem início a terceira dinastia da Coroa portuguesa, designada como Filipina. Assumindo o título de Filipe I, tinha cinquenta anos e prometeu viver em Portugal e manter os cargos públicos em mãos portuguesas.

D. Filipe I aproveitou a paz entre os dois reinos para reorganizar o país. Com um vasto território para governar, ficou conhecido como “rey de los papeles”, por estar sempre rodeado deles.

Em 1587, Filipe II decide conquistar a Inglaterra e prepara uma força naval, composta de cerca de duzentas embarcações e um exército de vinte mil homens, a que chamou de Armada Invencível.

A derrota imposta pelos ingleses teve um desfecho desastroso, principalmente para Portugal, que viu a maior parte de sua frota naval ser destruída.

Depois de várias derrotas, em 1583, o monarca saiu de Portugal, onde nunca mais regressaria. Deixou como vice-rei o cardeal-arquiduque Alberto da Áustria, seu sobrinho, que assegurou o governo até 1598.

Filipe II de Espanha faleceu no palácio El Escorial, Espanha, no dia 13 de setembro de 1598, Foi sucedido por seu filho Filipe II de Portugal e III da Espanha.

Veja também as biografias de:
  • Dom João VI (1767-1826) foi rei de Portugal. Abriu os portos brasileiros ao c...
  • Henrique VIII (1491-1547) foi rei da Inglaterra, o segundo da dinastia Tudor...
  • Salomão foi rei de Israel entre os anos 970 e 930 a. C. A sua grande obra foi...
  • Alexandre, o Grande (356-323 a.C.) foi rei da Macedônia, império que se esten...
  • Davi foi um guerreiro, profeta e rei do povo de Israel. Reinou durante quaren...
  • Fernando II de Aragão (1452-1516) foi rei da Espanha. (,...
  • Filipe II da Macedônia (382-336 a.C.) foi rei da Macedônia. Criou a falange m...
  • Ricardo I (1157-1199), também conhecido como Ricardo Coração de Leão, por sua...
  • Henrique II da Inglaterra (1133-1189) foi rei da Inglaterra entre 1154 e 1189...
  • Filipe IV, o Belo (1268-1314) foi rei da França de 1285 a 1299. Conseguiu ele...

Última atualização: 02/07/2019

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.