Bernardinho

Treinador de voleibol

Biografia de Bernardinho

Bernardinho (1959) é um treinador de voleibol, o maior campeão da história do vôlei acumulando mais de trinta títulos. No dia 21 de agosto de 2016, levou a Seleção Brasileira a conquistar a medalha de ouro nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Bernardo Rocha de Resende (1959), conhecido como Bernardinho, nasceu no Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, no dia 25 de agosto de 1959. Entre os anos de 1979 e 1986, foi jogador de vôlei e durante esse período conquistou: medalha de ouro - no “Sul Americano” (1981, 1983, 1985 e 1986), bronze - na “Copa do Mundo de Voleibol” (1981), ouro - no “Mundialito do Brasil” (1982), prata – no “Mundialito da Argentina” (1982), ouro – no “Pan-americano de Caracas” (1983) e prata – na “Olimpíada de Los Angeles” (1984).

Em 1988, Bernardinho começou sua carreira de treinador como assistente técnico de Bebeto de Freitas, nas Olimpíadas de Seul. Entre 1990 e 1992 treinou a equipe feminina de vôlei do Perugia, na Itália. Em 1993 foi treinador da equipe masculina do Modena, na Itália. Em 1994 retornou ao Brasil.

Entre 1994 e 2000, Bernardinho foi treinador da seleção feminina de vôlei, iniciando um período vitorioso em que conquistou diversos títulos: “Grand Prix” – ouro (1994), prata (1995, 1996, 1998 e 1999), bronze (2000), “Montreux Volley Master” – ouro (1994 e 1995), prata – (1996), “Campeonato Sul Americano” – ouro (1995, 1997, e 1999), “Jogos Pan-Americanos em Winnipeg” – ouro (1999), “Olimpíadas de Sydney” – bronze (2000). Foi também campeão brasileiro da Superliga com a equipe do Rexona em 1977/1998 e 1999/2000.

A partir de 2001, Bernardinho assumiu o comando da seleção masculina de vôlei, levando o Brasil a conquistar diversos títulos: “Campeão Sul-americano” – ouro (2001, 2003, 2005, 2007, 2009, 2011, 2013 e 2015), “Copa do Mundo” – ouro (2003, 2007), “Liga Mundial” – ouro (2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010), “Pan-americano” – bronze (2003), ouro (2007, 2011), prata (2015), “Jogos Olímpicos” ouro (2004), prata (2008) e mais um ouro em 2016, nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.

O êxito alcançado nas quadras levou Bernardinho a ser um requisitado conferencista. Para suas palestras motivacionais, ele desenvolveu a “Roda da Excelência”, onde dispõe diversos valores como trabalho, equipe, liderança, motivação, perseverança e outros conceitos, e os meio de se atingir os objetivos. É autor dos livros: “Bernardinho – Cartas a Um Jovem Atleta – Determinação e Talento: o Caminho da Vitória” e “Transformando Suor em Ouro”.

Bernardinho é pai de Bruno Mossa de Resende, o Bruninho, levantador da Seleção Brasileira de Vôlei, filho de seu casamento com a ex-jogadora Vera Mossa. Hoje, Bernardinho está casado com a também ex-jogadora de vôlei, Fernanda Venturini com quem tem duas filhas. O treinador mantem o “Instituto Compartilhar”, uma ONG criada com a missão de levar o esporte para jovens de comunidades carentes.

Última atualização: 22/08/2016

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.