Quando escuta alguns acordes de puro rock and roll sente o seu coração bater mais forte? Compra com meses de antecedência ingressos para o show da sua banda favorita? Então chega mais perto, nós nos identificamos contigo!

Aproveitamos essa oportunidade para lembrar as biografias dos dez ícones imortais do rock que entraram para a história.

1. Freddie Mercury (1946-1991)

Freddie Mercury

Farrokh Bulsara, conhecido por todos nós como Freddie Mercury, foi o nome a frente da lendária banda de rock inglesa Queen. O primeiro disco do grupo, também chamado Queen, foi lançado em 1973 e fez sucesso local tendo logo depois explodido internacionalmente.

Freddie é a voz por trás de grandes clássicos como We Are the ChampionsWe Will Rock YouBohemian RhapsodyDon't Stop Me NowLove of My Life. Além de cantar, o jovem rapaz também compunha e tocava.

Nascido na Tanzânia, ele deu os primeiros passos no mundo da música aos sete anos, quando começou a estudar piano. Quando tinha 18 anos mudou com a família para Londres, onde construiu toda a sua carreira musical. 

Saiba mais sobre o percurso de Freddie Mercury.

2. Roger Waters (1943)

Roger Waters

Também cantor e compositor - e com uma carreira de sucesso igualmente construída em Londres - Roger Waters esteve à frente do icônico conjunto Pink Floyd. 

O grupo começou a se reunir quando Roger ainda estava no colégio (onde ficou amigo de David Gilmour e Syd Barrett). Já na faculdade conheceu os outros dois membros (Nick Mason e Richard Wright) e juntos formaram, em 1965, os Pink Floyd.

Líder da banda, ele foi autor dos maiores clássicos produzidos pelo grupo (caso de Animals, The Wall e Wish you were here).

Em 1984 o artista gravou o seu primeiro disco solo e, no ano a seguir, deixou a banda depois de uma série de brigas. Há décadas Roger Waters vem inscrevendo seu nome no hall da fama do rock. 

Conheça mais sobre Roger Waters.

3. Elvis Presley (1935-1977)

Elvis Presley

Para muita gente Elvis Presley foi o maior ídolo do rock (não é a toa o seu apelido de Rei do Rock). O americano do Mississípi começou a cantar no coro de uma igreja evangélica da sua região.

Oriundo de uma família humilde, antes de se dedicar integralmente a música foi lanterninha de cinema e caminhoneiro. Em 1954 assinou o seu primeiro contrato com um produtor musical. Nesse mesmo ano, gravou o seu primeiro disco que já arrebatou verdadeiras plateias. 

A voz de Elvis marcou clássicos como That's All Right, It's Now or Never, Love Me Tender e Kiss Me Quick e serviu de trilha sonora para uma série de gerações.

Desvende a carreira e a vida pessoal de Elvis Presley.

4. Kurt Cobain (1967-1994)

Kurt Cobain

Esse americano partiu da Terra cedo demais - com apenas 27 anos. Mas antes de ir embora deixou um legado memorável a frente da sua banda Nirvana. 

Kurt Cobain foi um cantor, compositor e músico que decidiu seguir a carreira artística especialmente porque tinha tios que tocavam em bandas da sua região.

Kurt começou a cantar com apenas dois anos e aos 14 ganhou a sua primeira guitarra elétrica, onde compôs os primeiros acordes. Rebelde, ele abandonou o ensino médio duas semanas antes de se formar.

A vida inteira de Kurt foi dedicada à música - especialmente ao rock. O Nirvana, a banda que foi a sua casa durante a curta vida, surgiu em meados dos anos 80 levando os fãs a loucura. 

Espreite a biografia completa de Kurt Cobain.

5. Bob Dylan (1941)

Bob Dylan

Bob Dylan é tão talentoso mas tão talentoso que chegou a receber o Prêmio Nobel de Literatura em 2016. Além de cantar, Bob também compõe lindas canções que lhe renderam o prêmio mais alto do cânone literário.

Nascido e criado em Minnesota, nos Estados Unidos, Bob começou a tocar ainda na infância - especialmente violão. A carreira profissional começou nos anos 60 e desde então segue compondo e fazendo apresentações.

Uma referência no mundo da música, Bob serviu de influência para grandes como os Beatles e os Rolling Stones. 

Sua música Like a Rolling Stone foi escolhida pela revista Rolling Stone como a melhor do século XX. Em 2012 o astro recebeu a maior honra civil dos Estados Unidos (a Medalha da Liberdade), entregue pelo então presidente Barack Obama.

Saiba mais sobre a trajetória de Bob Dylan.

6. Jimi Hendrix (1942-1970) 

Jimi Hendrix

Um dos grandes nomes da década de 60, esse foi Jimi Hendrix, um guitarrista, cantor e compositor que entrou para a história. Acredite se quiser: antes de se dedicar à música, Jimi foi paraquedista do exército e só desistiu da carreira porque quebrou o tornozelo durante um dos saltos. 

A vida do artista mudou quando foi viver em Nova Iorque - era o ano de 1963 - e começou a se dedicar às canções. Dois anos mais tarde, formou a sua primeira banda e, em 1966, decidiu imigrar para Londres onde a cena do rock estava acontecendo com força total.

Inovador, Jimi Hendrix inventou uma maneira de tocar expandindo a sonoridade da guitarra ao explorar a distorção e a microfonia. 

Conheça mais a fundo a carreira de Jimi Hendrix.

7. Paul McCartney (1942)

Paul McCartney

Um menino prodígio, Paul escreveu a sua primeira canção com apenas 14 anos. Com enorme talento continuou escrevendo canções ao longo das décadas e trouxe ao mundo sucessos como Yesterday, Another Day, Michelle And I Love Her.

Aliás, como falar no nome de Paul McCartney e não se lembrar imediatamente dos Beatles? A história do cantor inglês está entrelaçada com o percurso da banda que criou no início dos anos 60 na Inglaterra, ao lado dos amigos John Lennon, George Harrison e Ringo Starr.

Os Beatles foram um marco no universo do rock apresentando canções originais e super poderosas.

Depois do conjunto ter se dissolvido - em 1970 - Paul decidiu continuar com a carreira solo. 

Descubra como foram os primeiros tempos da carreira de Paul McCartney.

8. David Bowie (1947-2016)

David Bowie

Por causa da sua versatilidade, David Bowie ficou conhecido como um camaleão no mundo do rock. A sua capacidade de se reinventar fez com que ele se tornasse um dos maiores nomes do rock contemporâneo. 

Alguns dos sucessos que fazem parte da trilha sonora da nossa vida - como Space Oddity, Heroes, Life on Mars e Ziggy Stardust - ficaram eternizados na voz dele.

Bowie era descendente de irlandeses tendo nascido e sido criado na Inglaterra. Foi com o pai que pegou o gosto pela música. Aos 15 anos montou uma banda e lançou o seu primeiro single. Em 1969 acertou na mosca ao lançar Space Oddity, ano em que o homem chegou à lua. 

Bowie experimentou de tudo um pouco: flanou do rock pesado ao experimental, lançou discos conceituais e brincou com os limites da música. O cantor também atuou em uma série de filmes como Christiane F. (1981) e Fome de Viver (1983).

Aproveite para conhecer mais detalhes da história de David Bowie

9. Mick Jagger (1943)

mick jagger

Vocalista dos Rolling Stones, uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, Mick Jagger é um astro que atravessa gerações. Nascido e criado na Inglaterra, quando tinha 14 anos recebeu de presente o seu primeiro violão - e foi ali que tudo começou.

Enquanto frequentava a faculdade de economia, Mick seguia investindo na sua carreira musical e chegou a ser convidado pelo amigo de infância Keith Richards para ingressar em uma banda. Com todo esse agito acontecendo, Jagger acabou por largar a faculdade para se dedicar 100% à música. 

Em 1962 o grupo de Mick foi batizado como The Rolling Stones. Juntos eles gravaram clássicos como (I Can't Get No) Satisfaction (1965) e Stupid Girl (1966).

Mick Jagger já lançou mais de 50 discos e fez incontáveis shows no mundo inteiro, seu nome já virou lenda no universo do rock.

Conheça a história de Mick Jagger ao pormenor. 

10. Raul Seixas (1945-1989)

Raul Seixas

O único brasileiro dessa lista é Raul Seixas, um baiano nascido na capital Salvador que ficou conhecido como um dos maiores representantes do rock no Brasil. 

A sua carreira começou ainda na adolescência com a criação da banda Os Panteras, que lançou um disco em 1968. Raul continuou produzindo ao longo dos anos sozinho e com parceiros. São da autoria dele os sucessos Maluco Beleza e Ouro de Tolo.

Com uma vertente muito espiritual, Raul foi ligado ao ocultismo e se interessou por filosofia e psicologia, todos esses interesses se refletem nas letras das suas canções.

O grande talento infelizmente ficou entre nós por pouco tempo: Raul faleceu em 1989 com apenas 44 anos vítima de uma pancreatite aguda desenvolvida pelo alcoolismo.

Saiba mais sobre a vida de Raul Seixas

Quem gosta de música não pode perder as seguintes leituras: