Cafu

Jogador de futebol brasileiro
Doutora em Estudos da Cultura

Biografia de Cafu

Marcos Evangelista de Morais, conhecido popularmente apenas como Cafu, foi um dos mais importantes jogadores de futebol do Brasil tendo sido o recordista com maior participação em Copas do Mundo pela seleção.

Cafu nasceu no dia 7 de junho de 1970 em Itaquaquecetuba (zona sul de São Paulo).

Origem

O ex-jogador de futebol é filho de Célio de Morais e Cleusa Evangelista de Morais. O casal, que teve seis filhos, morava em uma casa humilde com um único cômodo. 

Carreira

Início

Cafu tentou ingressar em uma série de clubes grandes, mas foi reprovado nas peneiras de diversos times como o Palmeiras, o São Paulo, o Santos e o Corinthias. Acabou por entrar em 1988 no Itaquaquecetuba Atlético Clube e depois no São Paulo FC.

Já em 1989 deu o pontapé inicial da carreira fazendo parte da equipe profissional se tornando campeão paulista contra o São José.

Consolidação da carreira

A chegada do técnico Telê Santana ao clube abriu muitas portas a Cafu. Ele começou a ser explorado para atuar em diferentes posições e ganhou vaga cativa no time do São Paulo. 

Com o clube venceu uma série de campeonatos. Foram dez títulos em cinco anos, entre eles duas Libertadores (1992 e 1993), dois Mundiais no Japão (1992, 1993), dois Campeonatos Paulista (1991, 1992) e um Campeonato Brasileiro (1991).

Carreira internacional

Cafu saiu do São Paulo para ingressar no time espanhol Real Zaragoza, onde jogou por uma temporada e venceu a Recopa Europeia de 1995.

Jogou também no Roma, na Itália, onde venceu o campeonato italiano. Mais tarde foi para o Milan onde conquistou a Supercopa da UEFA e novamente o campeonato italiano.

Seleção brasileira

Em 1994 fez a sua primeira participação na Copa do Mundo, nos Estados Unidos. Três anos mais tarde disputou a Copa América e a Copa das Confederações, que venceu. 

Cafu
Cafu foi o recordista com maior participação em Copas do Mundo com a camisa do Brasil

Disputou a Copa do Mundo na França em 1998, que perdeu. No ano a seguir venceu a Copa América.  

Cafu ajudou a seleção a levar para casa o pentacampeonato e jogou igualmente a Copa do mundo de 2006.

Filhos

Cafu teve dois filhos: Wellington de Morais e Danilo Feliciano de Moraes.

O filho mais velho do casal, Danilo, faleceu em 2019 após sofrer um infarto fulminante aos 30 anos.

Casamento

Cafu é casado com Regina Feliciano de Moraes, mãe dos seus dois filhos.

Fundação Cafu

A instituição começou a ser criada no terreno baldio onde Cafu jogava bola quando era criança, no Jardim Irene. O terreno foi cedido pela prefeitura de São Paulo no ano de 2001. 

Cafu ergueu com verba própria toda a infra-estrutura da instituição que leva o seu nome.  

Se você não perde uma notícia relacionada ao mundo do futebol achamos que também irá gostar de ler o artigo Conheça a biografia dos jogadores de futebol mais famosos da história.

Veja também as biografias de:
  • Pelé (1940) é um ex-jogador brasileiro de futebol. Conhecido como o "Rei...
  • Neymar (1992) é um futebolista brasileiro, considerado um dos maiores da hist...
  • Ronaldinho Gaúcho (1980) é jogador de futebol brasileiro, considerado um dos...
  • Garrincha (1933-1983) foi um futebolista brasileiro que marcou seu nome na hi...
  • Kaká (1982) foi um jogador de futebol brasileiro. Ele foi eleito o Melhor Jog...
  • Roberto Rivellino (1946) é um famoso jogador de futebol brasileiro que chegou...
  • Zico (1953-) foi jogador de futebol. Faz parte do rol dos melhores jogadores...
  • Zinedine Zidane (1972) é um ex-jogador de futebol, o maior ídolo do futebol f...
  • Cristiano Ronaldo (1985) é um do maiores jogadores portugueses de todos os te...
  • Lionel Messi (1987) é um jogador de futebol argentino, atacante do time catal...

Última atualização: 28/11/2019

Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura
Formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2010), mestre em Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013) e doutora em Estudos de Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa (2018).