Pelé

Ex-jogador brasileiro de futebol

Biografia e Vida

Pelé (1940) é um ex-jogador brasileiro de futebol. Conhecido como "Rei Pelé", encantou o mundo com seus dribles e passes. Foi designado o Embaixador Mundial do Futebol. Foi eleito o "Atleta do Século". Levou o Santos Futebol Clube, onde atuou por mais de duas décadas, a ganhar mais de quarenta taças. Foi artilheiro do campeonato paulista, ganhou o título 11 vezes, onde 9 foram consecutivas. Foi artilheiro da Libertadores, da Taça Brasil e do Torneio Rio São Paulo. Fez sua estreia na Seleção Brasileira com apenas 17 anos, incompletos, onde só se despediu em 1971. Jogou no New York Cosmos de 1975 a 1977. Foi Ministro dos Esportes entre os anos de 1995 e 1998. Ganhou títulos em várias partes do mundo.

Edson Arantes do Nascimento (1940) ou simplesmente Pelé, nasceu na cidade de Três Corações, Minas Gerais, no dia 23 de outubro de 1940. Começou a carreira no infanto-juvenil do Bauru Atlético Clube, em São Paulo, onde conquistou o bicampeonato em 1954 e 1955. Em 1956, foi levado para treinar no Santos F.C., pelo também jogador, Waldemar de Brito. Em jogo treino, Pelé fez quatro gols, onde seu time ganhou de 6 a 1.

Sua primeira partida oficial foi no dia 7 de setembro de 1956, em jogo amistoso entre Santos e Corinthians. O resultado foi de 7 a 1 para o Santos, com dois gols de Pelé. Na contagem de 1000 gols da carreira, este foi o primeiro oficializado. Pelé levou o Santos a conquistar mais de quarenta taças. Em 1974 fez o seu último jogo com a camisa do Santos.

Pelé fez sua estreia na seleção brasileira no dia 7 de julho de 1957, com 17 anos incompletos, no jogo contra a Argentina, no Estádio do Maracanã no Rio de Janeiro, onde marcou seu primeiro gol pela seleção. Pelé Participou de 115 partidas pela seleção brasileira, marcando 103 gols, sendo 92 oficiais. Foi convocado para a copa do mundo na Suécia, em 1958, quando pela primeira vez foi campeão mundial e marcou seis gols.

Na copa do Chile em 1962, Pelé sofreu uma distensão muscular, no jogo contra a Checoslováquia, ficou fora da equipe e quem brilhou no seu lugar foi o jogador Garrincha. Participou ainda da copa de 1966, na Inglaterra e da copa de 1970, no México, quando a seleção trouxe para o Brasil a taça Jules Rimet. O último jogo de Pelé pela seleção foi no Estádio do Maracanã em 18 de julho de 1971, na partida entre Brasil e Iugoslávia, com o placar de dois a dois.

Pelé jogou também no New York Cosmos no período de 1975 a 1977. A última partida pelo time americano foi no Giants Stadium em 1 de outubro de 1977. Foi eleito presidente honorário do New York Cosmos. Pelé marcou 1281 gols em 1363 partidas, número que fez dele o maior artilheiro da história do futebol. Pelé aposentou-se do futebol no ano de 1977 e desde então é o embaixador mundial do futebol. Entre 1995 e 1998 Pelé foi Ministro dos Esportes no governo de Fernando Henrique Cardoso.

Pelé recebeu vários títulos, em 1981 foi eleito o "Atleta do Século" pelo jornal L'Equipe. Em 1997 recebeu o título de Sir-Cavaleiro Honorário do Império Britânico, das mãos da Rainha Elizabeth II. Em 1999 foi eleito o "futebolista do século". Em 2002 a FIFA o elegeu como o jogador de futebol do século XX.
Em novembro de 2011, Pelé lança seu livro "Primeiro Tempo", onde relata fatos e curiosidades de sua carreira.

Títulos Conquistados por Pelé

Pelo Santos:
Bicampeão da Taça Libertadores da América (1962 e 1963)
Bicampeão Mundial de Interclubes (1962 e 1963)
Campeão da Taça de Prata (1968)
Cinco vezes campeão da Taça Brasil (1961, 62, 63, 64 e 65)
4 vezes campeão do Torneio Roberto Gomes Pedrosa/Rio-São Paulo (1959. 1963,1964 e 1966)
25 títulos de torneios no exterior:
Pela seleção brasileira:
Tricampeão mundial (1958, 1962 e 1970)
Bicampeão da Copa Rocca (1957 e 1963)
Pelo Cosmos:
Campeão da Liga Americana – NASL (1977)

Biografias Relacionadas

Última atualização: 23/05/2016