Comenius

Pedagogo tcheco
Por Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura

Biografia de Comenius

Jan Amos Komensky (em português João Amós Comênio) entrou para a história tendo revolucionado a pedagogia, especialmente no âmbito do ensino da linguagem. O pensador chegou a ser conhecido como o pai da educação moderna.

O intelectual nasceu no dia 28 de março de 1592 em Nivnice, Morávia (atual República Tcheca).

A origem de Comenius

Filho único de protestantes que pertenciam ao grupo Bohemian Brethren, o jovem ficou órfão aos 12 anos de idade, quando perdeu a mãe, o pai e as duas irmãs vítimas da peste que assolava a Europa.

Depois de ter ido viver com uma tia, quatro anos mais tarde, aos 16, foi enviado para uma escola secundária na cidade de Přerov.

Formação acadêmica de Comenius

Nessa escola situada em Přerov, o aluno foi especialmente incentivado pelo diretor a seguir o ministério. Estudou durante dois anos no Herborn Gymnasium, na região de Nassau.

Entrou na Universidade de Heidelberg em 1613, onde permaneceu apenas por um ano.

Comenius se tornou pastor religioso, mas em 1618, devido à guerra, precisou fugir ao lado de outros líderes protestantes.

O ensino proposto por Comenius

Importa demonstrar que nas escolas se deve ensinar tudo a todos. 

Aos 26 anos Comenius se tornou professor da sua antiga escola e, logo a seguir, assumiu o cargo de diretor das escolas do norte da Morávia.

As suas propostas para renovar a educação sugeriam que os métodos utilizados pelos professores deveriam ser mais rápidos e mais agradáveis do que até então se praticava. Ele advogava que os docentes deveriam observar as crianças e perceber de que forma eles aprendiam melhor.

Tudo o que se ensina, ensine-se como coisa do mundo de hoje e de utilidade certa.

Comenius

Outro ideal seu, era estimular o estudo das línguas - especialmente do latim - com o argumento de que era um instrumento importante para se ler a cultura europeia.

Enquanto pedadogo, propôs uma verdadeira reforma educacional e, no livro Proposta breve, sugeriu que a educação deveria ser em tempo integral e para todos:

iluminar todos os homens com a verdadeira sabedoria, para os organizar numa perfeita administração civil, e para os unir a Deus pela verdadeira religião, de modo que ninguém se desvie do objectivo para que foi enviado ao mundo

Comenius foi contratado pelo governo sueco para promover uma reforma do sistema escolar e produzir livros didáticos. Em 1642 foi convidado para fundar o Colégio Pansófico na França e para ser reitor na Universidade de Harvard, que havia sido fundada em 1636.

Por mais de quatro décadas o intelectual percorreu a Europa procurando reformar o ensino.

Principais livros publicados por Comenius

Dos mais de 200 títulos escritos pelo pensador, essas são as suas obras que mais se destacam:

  • O labirinto do mundo e o paraíso da alma
  • Janua Linguarum Reserata
  • Didática Magna
  • Prodomus Pansophiae
  • Novissima Linguarum Methodus
  • Schola Pansophica 
  • Orbis Pictus
  • Angelus Pacis
  • Via Lucis

A morte de Comenius

O pensador faleceu no dia 15 de novembro de 1670.

Última atualização: 07/05/2020

Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura
Formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2010), mestre em Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013) e doutora em Estudos de Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa (2018).
Veja também as biografias de:
  • Barão de Coubertin (1863-1937) era um título de nobreza do historiador e peda...
  • Franz Kafka (1883-1924) foi escritor tcheco, de língua alemã, considerado um...
  • Milan Kundera (1929) é um escritor tcheco, naturalizado francês. Autor de imp...