Rubem Valentim

Artista plástico brasileiro

Biografia de Rubem Valentim

Rubem Valentim (1922-1991) foi um artista plástico e professor brasileiro, considerado um mestre do concretismo no Brasil.

Rubem Valentim (1922-1991) nasceu em Salvador, Bahia, no dia 9 de novembro de 1922. Na década de 40 iniciou sua carreira de pintor. Entre os anos de 1946 e 1947 integrou o Movimento de Renovação das Artes Plásticas na Bahia, junto com Mario Cravo Júnior, Carlos Bastos, entre outros artistas.

No início da carreira, Rubem produziu obras figurativas com natureza-morta, paisagens urbanas, flores e figuras humanas com influência do realismo e do expressionismo. Em 1953 formou-se em jornalismo pela Universidade da Bahia e publicou artigos sobre arte. A partir de 1953 começou a incorporar símbolos e emblemas, geralmente geométricos, das religiões de base africanas, como a umbanda e o candomblé, em telas abstratas, que se tornou mais frequente a partir de 1955.

Em 1957 mudou-se para o Rio de Janeiro quando passou a exercer a função de assistente do professor Carlos Cavalcanti no curso de História da Arte do Instituto de Belas Artes. Nessa época, abandonou a figuração e aprofundou sua pesquisa a partir de signos da iconografia das religiões afro-brasileiras. Sua pintura ganhou forma rigorosamente geométrica. Sua participação no Salão Nacional de Arte Moderna lhe valeu o Prêmio Viagem ao Exterior. Residiu em Roma entre 1963 e 1966. Ainda em 1966 participou do Festival Mundial de Artes Negras em Dacar, no Senegal.

De volta ao Brasil, Rubem Valentim passou a residir em Brasília, quando lecionou pintura no Ateliê Livre do Instituto de Artes da Universidade de Brasília, onde permaneceu até 1968. No final dos anos 60, além da pintura, passou a realizar murais, relevos e esculturas monumentais em madeira. Em 1972, fez sua primeira obra pública, um mural de mármore para o edifício sede da NOVACAP em Brasília.

Em 1977, na XVI Bienal Internacional de São Paulo, o artista apresentou a obra “Templo de Oxalá”, que contava com painéis e esculturas em madeira branca. Em 1998 o Museu de Arte Moderna da Bahia inaugurou a Sala Especial Rubem Valentim no Parque de Esculturas. Em 1979 trabalhou em uma escultura de concreto aparente que foi instalada na Praça da Sé, em São Paulo, que ele definiu como um “Marco Sincrético da Cultura Afro-brasileira”.

Apesar de ser considerado um pintor construtivista, Rubem Valentim rejeitou sua filiação a qualquer corrente europeia, especialmente à arte concreta, reafirmando o caráter exclusivamente nacional de sua produção, mas a partir de emblemas e signos religiosos sua obra se transforma em uma simbologia construtiva consoante com a linguagem internacional.

Rubem Valentim faleceu em São Paulo, no dia 30 de novembro de 1991.

Veja também as biografias de:
  • Vik Muniz (1961) é artista plástico brasileiro, fotógrafo e pintor, é conheci...
  • Roberto Burle Marx (1909-1994) foi um artista plástico brasileiro. Autor de m...
  • Gustavo Rosa (1946-2013) foi um artista plástico brasileiro, conhecido por su...
  • Aldemir Martins (1922-2006) foi um artista plástico brasileiro, pintor ilustr...
  • Francisco Brennand (1927) é um artista plástico brasileiro. Ceramista e pinto...
  • Ernesto Neto (1964) é um artista plástico brasileiro. Escultor e cenógrafo, r...
  • Juarez Machado (1941) é um pintor, escultor, desenhista, caricaturista, ilust...
  • Wesley Duke Lee (1931-2010) foi um artista plástico brasileiro. Polêmico e ir...
  • Sílvio Botelho (1956) é um artista plástico brasileiro, criador dos bonecos g...
  • Romero Britto (1963) é um pintor e artista plástico brasileiro. Seu estilo é...

Última atualização: 31/01/2017