Antonio Salieri

Músico italiano

Biografia de Antonio Salieri

Antonio Salieri (1750-1825) foi um músico italiano, compositor e maestro, teve suas óperas apreciadas em toda a Europa no final do século XVIII. Ficou conhecido por sua rivalidade com Mosart.

Antonio Salieri nasceu em Legnano, na província de Verona, Itália, no dia 18 de agosto de 1750, onde passou sua infância. Com 15 anos foi estudar canto e teoria musical em Veneza. Em 1766, com 16 anos, seu professor Florian Gassmann, então diretor musical e compositor oficial da corte austríaca, o leva para Viena e o apresenta ao imperador José II, a serviço do qual desenvolveu toda a sua carreira musical.

Compositor da Corte de Viena

Em Viena, Saliere entrou em contato com Gluck, Scarlatti, Melastasio e Calzabigi, dos quais recebeu total apoio. Apresentou diversas óperas cômicas no teatro da corte. Em 1770, apresentou sua primeira ópera “La Donne Letterate”, no Burgtheatre, em Viena. Em 1774, após a morte de Gassmann, Saliere foi nomeado compositor da corte. Entre 1778 e 1780, Saliere viajou por diversos vilarejos do país.

Em 1784, Saliere estreou em Paris com sua obra mestra “Las Danaides”. Em Viena, apresentou composições cômicas como “La Gruta de Trofonio” (1785) e “Prima la Musica e Poi le Parole” (1786), com grande êxito. Seu trabalho mais conhecido é a ópera francesa “Tarare” (1787), traduzida para o italiano com o nome de “Axur, re d’Ormus”, que foi mais bem aceita pelo público vienense do que a ópera Don Giovanni, de Mozart.

Antônio Saliere e Beethoven

Em 1788, Salieri foi nomeado mestre da capela do Imperador, permanecendo no cargo até 1824. Entre seus alunos, que mais tarde ficaram famosos, estão Beethoven, Schubert, Giacomo, Lizt e Wolfgang Mozart (o segundo filho de Mozart). Saliera foi professor e também amigo pessoal de Beethoven, a quem ensinou contraponto e que lhe dedicou as três sonatas para violino, opus 12, em 1797.

Antonio Salieri e Mozart

O relacionamento de Salieri e Mozart foi abordado de forma especulativa no envenenamento que é a base do enredo da ópera “Mozart e Salieri”, de Rimski-Korsakov (1898). Da mesma forma foi enredo da peça “Amadeus”, de Levin Peter Shaffer (1979), adaptada para o cinema em 1984. Porém, não há evidências de que Saliere tenha prejudicado Mozart com intrigas ou que tenha tentado envenená-lo. O próprio Mozart escreveu em uma carta sobre a recepção favorável de Saliere à sua ópera Die Zauberflote (1791) (A Flauta Mágia).

Entre outras obras de Antonio Saliere, destacam-se: "Les Horaces", “Don Chisciotte” (1770), “L’Europa Riconosciuta” (1778), “Tarare” (1787) e “Falstaff” (1799).

Antonio Salieri faleceu em Viena, Áustria, no dia 7 de maio de 1825.

Veja também as biografias de:
  • Giuseppe Verdi (1813-1901) foi músico italiano. Autor das óperas "Otello", "L...
  • Antonio Vivaldi (1678-1741) foi compositor e músico italiano. Seu concerto As...
  • Luiz Gonzaga (1912-1989) foi um músico brasileiro. Sanfoneiro, cantor e compo...
  • Caetano Veloso (1942) é um músico brasileiro, um dos criadores do movimento t...
  • Renato Russo (1960-1996) foi um músico brasileiro, cantor e compositor da ban...
  • Raul Seixas (1045-1989) foi um músico, compositor e cantor brasileiro, consid...
  • Gilberto Gil (1942) é um músico brasileiro, um dos criadores do Movimento Tro...
  • Bob Marley (1945-1981) foi um cantor e compositor jamaicano, que consolidou o...
  • Toquinho (1946) é um cantor, compositor e violonista brasileiro. É conhecido...
  • John Lennon (1940-1980) foi um músico inglês, líder da banda The Beatles, con...

Última atualização: 09/10/2018