Álvaro de Campos

Heterônimo do poeta Fernando Pessoa

Biografia de Álvaro de Campos

Álvaro de Campos é um dos heterônimos do poeta português Fernando Pessoa, que foi vários poetas ao mesmo tempo.

Além de Álvaro de Campos, foi Alberto Caeiro, Ricardo Reis e o prosador Bernardo Soares. Tendo sido “plural”, como se definiu, Fernando Pessoa criou personalidades e elaborou com minúcias os respectivos dados biográficos, ideias e convicções.

Álvaro de Campos é um dos mais importantes heterônimos de Fernando Pessoa. Foi criado em 1915, nasceu em Tavira, no extremo sul de Portugal, a 15 de outubro de 1890. Estudou Engenharia Naval, na Escócia. No entanto, não exerceu a profissão por não poder suportar viver confinado em escritórios.

Características

Álvaro de Campos é um poeta moderno, aquele que vive as ideologias do século XX. Engenheiro de profissão vê o mundo com a inteligência concreta de um homem dominado pela máquina. De temperamento rebelde e agressivo, seus poemas reproduzem a revolta e o inconformismo, manifestados através de uma verdadeira revolução poética:

“Dentro de mim estão presos e atados ao chão
Todos os movimentos que compõem o universo,
A fúria minuciosa e dos átomos,
A fúria de todas as chamas, a raiva de todos os ventos,
A espuma furiosa de todos os rios que se precipitam.”

Álvaro de Campos é um homem de espírito inconformado com o tempo, é completamente inadaptado ao mundo que o rodeia, vive marginalizado, sendo uma personalidade do não:

Ode Triunfal

À dolorosa luz das grandes lâmpadas elétricas da fábrica
Tenho febre e escrevo.
Escrevo rangendo os dentes, fera para a beleza disto,
Para a beleza disto totalmente desconhecida dos antigos.

Ò rodas, ó engrenagens, r-r-r-r-r-r eterno!
Forte espanto retido dos maquinismos em fúria!
Era fúria fora e dentro de mim,
Por todos os meus nervos dissecados fora,
Por todas as papilas fora de tudo com que eu sinto!
Tenho os lábios secos, ó grandes ruídos modernos,
De vos ouvir demasiadamente de perto,
De vos ouvir demasiadamente de perto,
E arde-me a cabeça de vos querer cantar com um excesso
De expressão de todas as minhas sensações,
Com um excesso contemporâneo de vós, ó máquinas! (...)

Pela voz de Álvaro de Campos, o poeta observa o que “se vê fazendo”, e revela sua “verdadeira fisionomia de artista”. No momento da criação elabora uma análise crítica de si mesmo para compreender o caos em que vive a humanidade. Os versos da “Tabacaria” expressam a consciência infeliz do homem moderno:

Tabacaria

Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

Janelas do meu quarto,
Do meu quarto de um dos milhões do mundo que ninguém sabe quem é
(E se soubessem quem é, o que saberiam?),
Dais para o mistério de uma rua cruzada constantemente por gente,
Para uma rua inacessível a todos os pensamentos,
Real, impossivelmente real, certa, desconhecidamente certa,
Com o mistério das coisas por baixo das pedras e dos seres,
Com a morte a por umidade na parede e cabelos brancos nos homens,
Com o destino a conduzir a carroça de tudo pela estrada de nada. (...)

Veja também as biografias de:
  • Ricardo Reis é um heterônimo do poeta português Fernando Pessoa...
  • Alberto Caeiro é um dos heterônimos do poeta português Fernando Pessoa. O poe...
  • Vinicius de Moraes Vinícius de Moraes (1913-1980) foi um poeta e compositor brasileiro. "Garota...
  • Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) foi um poeta brasileiro. "No meio do C...
  • Luís de Camões (1524-1580) foi poeta português. Autor do poema Os Lusíadas, u...
  • Castro Alves (1847-1871) foi um poeta brasileiro. O último grande poeta da Te...
  • Fernando Pessoa (1888-1935) foi um dos mais importantes poetas da língua port...
  • Álvares de Azevedo (1831-1852) foi um poeta, escritor e contista, da Segunda...
  • Manuel Bandeira (1886-1968) foi um poeta brasileiro. "Vou-me Embora pra Pasár...
  • Olavo Bilac (1865-1918) foi um poeta, contista e jornalista brasileiro. Escre...

Última atualização: 21/03/2019

Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.