Franz Liszt

Músico húngaro
Por Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora

Biografia de Franz Liszt

Franz Liszt (1811-1886) foi um músico húngaro, considerado o maior pianista de sua época, aliou uma sólida cultura musical e um gosto requintado e tornou-se um grande compositor orquestral.

Franz Liszt nasceu na vila de Raiding, Doborján, na Hungria, no dia 22 de outubro de 1811. Era filho de Anna Maria Lager e de Adam Liszt, violinista e cantor do coro da igreja local.

Seu pai era administrador das propriedades do Príncipe Nicolas Eszterházy. Candidato napoleônico ao trono húngaro, o príncipe foi protetor de Joseph Haydn e de Ludwig van Beethoven.

Infância e juventude

Franz Liszt desde pequeno revelou sua sensibilidade para a música e recebia aulas do pai assimilando tudo com extrema facilidade.

Com cinco anos, Liszt começou a compor. Com nove anos de idade apresentou-se como pianista na cidade de Oldenburgo. O sucesso foi tanto que o príncipe quis ouvir o jovem interprete.

Depois da apresentação na corte, além dos aplausos, o casal nobre ofereceu-lhe uma rica roupa bordada e um álbum, que pertencera a Haydn, com assinaturas de várias pessoas ilustres.

Após mais um sucesso na apresentação em Presburgo e pensando no futuro do filho, a família resolveu morar em Viena quando Franz estava com dez anos.

Na capital austríaca, Franz estudou piano gratuitamente com o professor Czerny que foi aluno de Beethoven, enquanto Salieri, mestre da capela da corte lhe ensina teoria musical.

Depois de dois anos de estudos, sua primeira apresentação foi brilhante. O programa constava de músicas que exploravam o efeito do virtuosismo do jovem. Os jornais o acolheram como um fenômeno.

Liszt em Paris

Meses depois, sua família voltou para a Hungria, onde Liszt apresentou concertos em Budapeste. Em seguida, seguiram para a França, onde Liszt foi matriculado no Conservatório Nacional de Paris.

O diretor da escola recusou o aluno por ser estrangeiro. O velho Liszt não se abalou, pois os comentários vindos do exterior abriram a expectativa do público parisiense em relação ao jovem virtuose.

Com treze anos, Franz apresentou seu primeiro concerto público no Teatro Louvois. O jovem foi aclamado pela imprensa.

Franz Liszt iniciou uma fase de excessivo trabalho, que o obrigou a tirar um período de descanso no litoral francês.

Em agosto de 1827, morreu seu pai e, junto com sua mãe, fixaram residência em Paris onde Liszt passou a lecionar música, abandonando temporariamente os concertos.

Liszt apaixonou-se por uma aluna, Carolina, filha do Conde Saint Cricq e, as aulas se prolongam mais do que o normal. Quando foi obrigado a se afastar da amada, ele recolheu-se ao isolamento.

Em 1830, a revolução contra a monarquia de Carlos X consegue tirar Liszt da apatia, ao estabelecer grande amizade com Frédéric Chopin e conhecee Niccolò Paganini, com quem aprendeu a importância da atitude e do comportamento em cena.

Em 1835, Franz Liszt conhece a Condessa Marie d'Agoult, com quem fixou residência na Suíça, período que deixou de lado o piano e se dedicou à composição. Nesse mesmo ano, nasce sua filha Blandine-Rachel.

Rapsódias Húngaras

Franz Liszt partiu para Veneza quando ficou sabendo que uma enchente do Danúbio espalhara a ruína pela Hungria. Resolveu então doar a renda de três recitais aos compatriotas.

Uma delegação oficial húngara convida-o a visitar Budapeste e ele aceita. Recebido como herói, ele foi alvo de homenagens nacionais.

Franz Liszt
Museu Franz Liszt, Budapeste

Tudo que Liszt ouviu da música de seu povo o levou a extrair material para compor as vinte “Rapsódias Húngaras”.

A Rapsódia n.º 4 que foi escrita em 1847 se tornou a mais popular, pela extravagância dos ritmos e pelo entusiasmo apaixonado de suas melodias.

Por um equívoco, Liszt se inspirou em melodias ciganas e não na autêntica música folclórica, como descobriu no século XX, Bartók e Kodály.

Liszt na Rússia

Com 31 anos, a convite da imperatriz Alexandra Feodorovna, Liszt seguiu para Rússia. Na corte de Weimar, na Prússia, viveu dez anos exercendo a função de mestre de capela.

Nesse período, apresentou recitais na Turquia, Dinamarca, Polônia, Portugal e Espanha.

No palácio de Altenburg, apaixonado pela princesa Elizabeth Carolyne Ivanovska, Liszt compõe sem parar e cria suas obras mais importantes: Poemas Sinfônicos, Sonata em Si Menor e Fausto-Sinfonia.

Em 1860, recorreu a Roma para anular o casamento da princesa, mas não foi atendido. Quatro anos depois Carolyne ficou viúva, mas após ter hesitado durante longo tempo, em 1865 Liszt decidiu se dedicar à vida religiosa e à música sacra.

Últimos anos

Liszt passou seus últimos anos compondo e lecionando. Viveu o suficiente para ver a consagração de Richard Wagner – seu genro, casado com sua filha Cosima.

Com a morte de Wagner, em 1883, acentuou-se o sentimento de solidão. Além disso, morreu sua mãe, seus filhos Brandine e Danel e em seguida, Marie d'Agoult, que vivera a seu lado durante nove anos. 

Franz Liszt faleceu em consequência de uma pneumonia, em Bayreuth, Alemanha, no dia 31 de julho de 1886.

Obras de Franz Liszt

  • Harmonias Poéticas e Religiosas (1848)
  • Mazeppa (1851)
  • Sonata para Piano em Si Menor (1853)
  • Sinfonia de Dante (baseada na Divina Comédia)
  • Álbum de um Viajante (três volumes)
  • A Beira de uma Fonte
  • A Tempestade
  • Os Sinos de Genebra
  • Anos de Peregrinação (1854)
  • Os Prelúdios (1854)
  • Sinfonia de Fausto (1855)
  • Lendas (1863)
  • Rapsódias Húngaras (1846-1885) (vinte)
Dilva Frazão
É bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e professora do ensino fundamental.
Veja também as biografias de:
  • Nikola Tesla (1858-1943) foi um inventor austro-húngaro que deixou contribuiç...
  • George Soros é um dos homens mais ricos e influentes no mundo atualmente. Gra...
  • Luiz Gonzaga (1912-1989) foi um músico brasileiro. Sanfoneiro, cantor e compo...
  • Caetano Veloso (1942) é um músico brasileiro, um dos criadores do movimento t...
  • Gilberto Gil (1942) é um músico brasileiro, um dos criadores do Movimento Tro...
  • Bob Marley (1945-1981) foi um cantor e compositor jamaicano, que consolidou o...
  • Raul Seixas (1945-1989) foi um cantor, compositor, guitarrista e produtor bra...
  • Renato Russo (1960-1996) foi um músico brasileiro, cantor e compositor da ban...
  • Johann Sebastian Bach (1685-1750) foi um músico, compositor e organista alemã...
  • Toquinho (1946) é um cantor, compositor e violonista brasileiro. É conhecido...