Mauricio de Sousa

Cartunista brasileiro
Por Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora

Biografia de Mauricio de Sousa

Mauricio de Sousa (1935) é um cartunista e empresário brasileiro. Criou a "Turma da Mônica", e vários outros personagens de história em quadrinhos. É membro da Academia Paulista de Letras, ocupando a cadeira nº. 24. É o mais famoso e premiado autor brasileiro de história em quadrinhos.

Mauricio de Sousa nasceu em Santa Isabel, São Paulo, no dia 27 de outubro de 1935. Seu pai, Antônio, tinha uma barbearia e uma gráfica nos fundos da casa, destruída pelas autoridades do Estado Novo em 1940.

Infância e juventude

Maurício passou a maior parte de sua infância e juventude em Mogi das Cruzes. Sua mãe, Petronilha, era poeta e sua casa estava sempre cheia de artistas.

Desde pequeno, sua brincadeira favorita era desenhar e assim ele enchia as páginas de seus cadernos escolares. A primeira vez que viu uma revista em quadrinhos ele se encantou. Desenhou seu primeiro personagem, que ele chamou de Capitão Picolé.

Mais tarde, passou a ilustrar pôsteres e cartazes para os comerciantes da região. Com 19 anos, mudou-se para São Paulo querendo ser ilustrador. Se apresentou na redação da Folha da Manhã, carregando uma pasta cheia de desenho, mas ganhou uma vaga de redator e, meses depois, a de repórter policial.

Carreira

Em 1959, Maurício de Souza convenceu o editor da Folha da Manhã a publicar uma tirinha vertical semanal e, a partir daí, trocou a máquina de escrever pela prancheta. Nascia seus personagens: o cãozinho "Bidu" e seu dono “Franjinha”.

As tirinhas se tornaram um sucesso e, passaram a ser republicadas em mais de cem jornais do país.

Em 1963 começou a desenhar para o caderno infantil da Folha de S. Paulo e sua carreira deslanchou. O alcance da Folhinha transformou os personagens em estrelas nacionais.

Em 1964 mudou-se para São Paulo. Entre 1964 e 1987 ocupou quatro salas de um prédio vizinho à Folha e tudo era pago por Otávio Frias de Oliveira, um dos proprietários da Folha.

Personagens de Maurício de Souza

Cebolinha

mauricio de sousa

Cebolinha, o garoto de cabelos espetados, que fala trocando o “R” pelo “L”, foi inspirado em um garoto de Mogi das Cruzes. Criado em 1960, se tornou parceiro de aventuras, ou vítima, da Mônica, a qual vive tentando derrotar com seus planos infalíveis. Seu primeiro gibi foi lançado em 1973.

Cascão

mauricio de sousa

O Cascão foi criado em 1961, também inspirado em um menino de Mogi. Mesmo com sua mania de sujeira, teve aceitação imediata e, com grande popularidade teve sua revista própria criada em 1982.

Mônica

mauricio de sousa

A filha de Mauricio, Mônica, foi a inspiradora da Mônica dos quadrinhos. Criada em 1963, como personagem secundária, fez sua estreia na tira de nº. 18 do Cebolinha, juntamente com seu coelhinho Sansão (que ainda não tinha nome).

O desenho da Mônica passou por diversas modificações e com o sucesso, acabou ganhando revista própria, em maio de 1970. Aos poucos, Mônica se tornou a líder imbatível dos leitores.

Magali

mauricio de sousa

Também inspirada na filha de Mauricio, que tinha um gato siamês, Magali dos desenhos tem um gato angorá chamado Mingau. Tem também um enorme apetite. Criada em 1963, teve sua revista lançada em fevereiro de 1989.

Entre os outros personagens da de Mauricio de Sousa destacam-se: Chico Bento, Rosinha, Penadinho, Horácio, Anjinho, Piteco, Floquinho, Tina, entre outros:

mauricio de sousa

O Empresário

A partir de 1986, os gibis de Mauricio passaram a ser publicados pela Editora Abril. Em janeiro de 1987, saiu da Editora Abril e levou seus personagens para a Editora Globo.

Em 2006, Maurício encerrou seu contrato com a Editora Globo, e assinou com a Editora Panini, uma multinacional italiana, que detinha os direitos das revistas dos super-heróis da Marvel e DC Comics. Seu objetivo era conquistar o exterior.

Em 2007, Mônica foi homenageada "Embaixadora do UNICEF". Pela primeira vez um personagem de histórias infantis recebe esse título. Na mesma cerimônia, Maurício de Sousa foi homenageado "Escritor para Crianças do UNICEF".

Em 2008 o Ministério do Turismo nomeou Mônica "Embaixadora do Turismo Brasileiro".

A publicação da "Turma da Mônica Jovem", uma linha de personagens com 15 anos de idade, vendeu em 2008, mais de um milhão e meio de exemplares, dos quatro primeiros números da revista.

Nas comemorações do centenário da Imigração Japonesa para o Brasil, Maurício criou os personagens "Tikara" e "Keika", que foram incorporados às histórias da Turma da Mônica.

Hoje, entre quadrinhos e tiras de jornais, suas criações chegam a cerca de 50 países. O autor já chegou a 1 bilhão de revistas publicadas. Os quadrinhos se juntam a livros ilustrados, revistas de atividades, álbum de figurinhas, CDs, livros tridimensionais e livros em braile.

Mais de 100 indústrias nacionais e internacionais são licenciadas para produzir quase 2.500 itens com os personagens de Mauricio de Sousa, entre jogos, brinquedos, roupas, calçados, decoração, papelaria, material escolar, alimentação, animação, filmes, além das revistas e livros.

Em 2013, a "Turma da Mônica" comemorou seus 50 anos.

Vida Pessoal

Mauricio de Souza foi casado durante 12 anos com Marilene Spada, mãe de suas primeiras filhas: Mariângela, Mônica, Magali e Mauricio.

De seu segundo relacionamento, com Vera Lúcia Signorelli nasceram Wanda e Valéria. Do terceiro relacionamento, com Alice Keiko Takeda, nasceram Marina, Mauro e Mauricio Takeda.

Em 1998, nasceu Marcelo de Sousa, filho da relação com uma ex-funcionária, Marinalva Pereira, o que lhe custou uma crise em casamento com Alice.

No dia 2 de maio de 2016, faleceu Mauricio Spada, então com 44 anos, vítima de um ataque cardíaco.

Prêmios - Títulos  e Homenagens

  • Prêmio Gran Guinigi, pela revista Mônica (Itália, 1971)
  • Troféu Yellow Kid, o Oscar dos Quadrinhos Mundiais (Itália, 1971)
  • Medalha dos Direitos Humanos (Brasil, 1998)
  • Prêmio de Literatura Infantil da ABL (Brasil, 1999)
  • Doutor Honoris Causa da Universidade La Roche (Pittsburgh, 2001)
  • Medalha do Vaticano (Washington, DC, 2004)
  • Homenagem da Escola de Samba Unidos do Peruche (São Paulo, 2007)
  • Medalha de Vermeil (França, 2008)
  • Prêmio Pulcinella, pelo conjunto da obra (Itália, 2011)

Gibis de Mauricio de Sousa

  • Turma do Bidu
  • Turma da Mônica
  • Turma do Chico Bento
  • Turma da Tina
  • Turma do Penadinho
  • Turma do Peteleco
  • Horácio
  • Astronauta
  • Turma da Mata
  • Papa Capim
  • Nico Demo
  • Turma do Pelezinho
  • Turma do Dieguito
  • Ronaldinho Gaúcho
  • Turma da Mônica Jovem
  • Turma do Cebola Jovem
Dilva Frazão
É bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e professora do ensino fundamental.
Veja também as biografias de:
  • Ziraldo Alves Pinto (1932) é um cartunista, desenhista, jornalista, cronista...
  • Henfil (1944-1988) foi um cartunista e escritor brasileiro, conhecido pelos s...
  • Fortuna (1931-1994) foi um cartunista brasileiro, que durante cinco décadas d...
  • Angelo Agostini (1843-1910) foi um ilustrador, caricaturista, desenhista e pi...
  • Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros (1978-2021) foi um ator, humorista e...
  • Monteiro Lobato (1882-1948) foi escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pic...
  • Romero Britto (1963) é um pintor e escultor brasileiro. Radicado em Miami, no...
  • Vinicius de Moraes (1913-1980) foi um poeta e um dos maiores compositores da...
  • Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) foi um poeta brasileiro. "No meio do C...
  • Luiz Gonzaga (1912-1989) foi um músico brasileiro. Sanfoneiro, cantor e compo...