Padre Marcelo Rossi

Sacerdote brasileiro
Por Dilva Frazão

Biografia de Padre Marcelo Rossi

Padre Marcelo Rossi (1967) é um sacerdote católico brasileiro. Ficou conhecido nos meios de comunicação por seu jeito especial de evangelização, onde leva através da música a palavra de Deus.

Marcelo Mendonça Rossi nasceu em São Paulo, no dia 20 de maio de 1967. Filho de Antônio Rossi que foi gerente de um banco e da dona de casa Vilma Rossi.

O sobrenome Rossi é um dos mais comuns na Itália e os primeiros imigrantes italianos com esse sobrenome chegaram ao Brasil no final do século XIX.

Infância e juventude

Marcelo Rossi cresceu no bairro de Santana, São Paulo, ao lado dos pais e das irmãs mais novas, Mônica e Marta. Apesar de ser criado em uma família católica, com 16 anos decidiu não mais frequentar a igreja.

Em 1986 serviu o Exército na 1.ª Companhia do II Batalhão de Guardas de São Paulo. Ingressou no curso de Educação Física na Faculdades Integradas de Santo André em São Paulo, formando-se em 1989.

O Padre Marcelo já afirmou em entrevista que seu maior pecado foi a vaidade, que lhe levou a tomar anabolizantes entre os 18 e 21 anos de idade.

Dois fatos levaram Marcelo Rossi a se reencontrar com sua fé, quando um primo morreu em um acidente de carro e uma tia foi diagnosticada com um tumor na cabeça.

Ordenação e carreira religiosa

Com 22 anos Padre Marcelo Rossi resolveu se dedicar ao sacerdócio e ingressou no curso de Filosofia da Universidade Nossa Senhora da Assunção formando-se em 1990. Iniciou o curso de Teologia na Faculdade Salesiana de Lorena, ordenando-se padre no dia 1 de dezembro de 1994.

Ainda seminarista, começou um trabalho social na comunidade paulista de Buraco Quente, ajudando com a creche local e realizando celebrações para atrair os pais das crianças fazendo um trabalho social e espiritual.

Influenciado pela Renovação Carismática, com sua liturgia musicada e coreografada, o Padre Marcelo Rossi se tornou um grande expoente do movimento o que atraiu mais fiéis para a Igreja Católica.

A RCC nasceu nos anos 1960 nos Estados Unidos, ancorada por um vasto repertório de músicas de louvor e adoração, em missas muito animadas, sem no entanto, abandonar o rigor do rito religioso, atraindo seguidores em todo o mundo.

Depois de ordenado, Padre Marcelo começou a pregar a palavra de Deus e logo conquistou os fiéis que assistiam suas missas na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e Santa Rosália em Santo Amaro.

No dia 2 de novembro de 1997, Padre Marcelo celebrou uma missa para mais de 70 mil pessoas, no encontro religioso “Sou Feliz Por Ser Católico”, no estádio do Morumbi em São Paulo.

Em 1998 lançou o CD “Músicas Para Louvar o Senhor” que logo atingiu mais de 3 milhões de cópias vendidas. Passou a ser reconhecido e recebia convites para diversos programas de rádio e televisão.

Com a renda obtida com a venda do CD, Padre Marcelo ajudou diversos orfanatos e asilos da Diocese de Santo Amaro.

Com seu carisma e com as celebrações ricas em mensagens e músicas, logo o espaço da igreja ficou pequeno e suas missas passaram a ser realizadas em espaços maiores como no Santuário do Terço Bizantino.

Em 2002 o Padre Marcelo recebeu a nomeação de "Reitor do Santuário Terço Bizantino", outorgado pelo Bispo da Diocese de Santo Amaro, Dom Fernando Antônio Figueiredo.

Em 2003 o padre lançou o "Portal Padre Marcelo", que já ganhou por cinco anos consecutivos o Prêmio IBest. Nesse mesmo ano lançou o filme "Maria Mãe do Filho de Deus", que alcançou grande sucesso. Em 2004 lançou novo filme "Irmãos de Fé".

Em 2006, padre Marcelo começou a construir o “Santuário Mãe de Deus” na região de Santo Amaro, zona Sul de São Paulo.

Padre Marcelo Rossi

Projetado com 6 mil metros quadrados de área interna e 25 mil metros de área externa, para comportar 100 mil fiéis.

O Padre Marcelo e o Vaticano

O Vaticano não via com bons olhos o padre pioneiro da Renovação Carismática no Brasil. Ao longo da década de 90 e os anos 2000 ele foi alvo de investigação da Congregação para a Doutrina da Fé, liderada pelo cardeal Joseph Ratzinger, que se tornaria o papa Bento XVI.

A devassa foi provocada por uma denúncia feita por um religioso brasileiro, que acusou o padre de culto ao personalismo e exibicionismo, por ir demais às emissoras de TV.

O Padre Marcelo foi proibido de celebrar missas, ouvir confissões e dar a hóstia. Só ficou sabendo de toda a história apenas quando as investigações foram arquivadas.

Em 2007, segundo o padre Marcelo, integrantes da Arquidiocese de São Paulo e organizadores da vista do papa Bento XVI ao Brasil, não permitiram que o Padre Marcelo tivesse acesso ao palco, mas apenas à plateia, apesar de estar escalado para fazer uma apresentação.

O sonho de Padre Marcelo era se aproximar do papa, pedir sua benção e cantar para ele, mas seu espetáculo só ocorreu às 5:40 da manhã, no dia da cerimônia de canonização do Frei Galvão, em um horário em que não havia quase ninguém, muito menos o papa. 

Em 2008, o Padre Marcelo Rossi comemorou dez anos de evangelização com a gravação do DVD "Paz sim, Violência não", no autódromo de Interlagos, que reuniu vários artistas e cerca de três milhões de pessoas.

A queda e o livro Ágape

No dia 29 abril de 2010, enquanto corria na esteira ergométrica, o Padre Marcelo que tem 1,92 metros de altura, levou um tombo e distendeu três tendões e teve uma fissura em um osso do pé esquerdo.

Foram dois meses em uma cadeira de rodas, muita dor, analgésicos e anti-inflamatórios. O padre engordou 14 quilos. O sofrimento se transformou no livro Ágape, onde fala de dor e recuperação, que se tornou um grande sucesso

Prêmio

No dia 21 de outubro de 2010, o Padre Marcelo Rossi foi ao Vaticano, para recebeu das mãos do Papa Bento XVI, o Prêmio Van Thuân, que condecora os evangelizadores modernos.

Padre Marcelo Rossi

Segundo Padre Marcelo, ao entregar o prêmio, o papa disse: “Continue assim”. Era o fim das investigações e fazia muito tempo que um padre brasileiro não recebia essa condecoração.

Anorexia e depressão

No dia 20 de maio de 2012, Padre Marcelo gravou o DVD "Ágape Amor Divino", com a presença de mais de 50 mil pessoas, data em que comemorou seus 45 anos de idade.

Ainda em 2012, o padre chegou a pesar 125 quilos. Disse ele: Eu estava estressado, debilitado e deprimido. Devia ter parado, mas o que fiz foi me dopar com remédios para aguentar.”

Passou a fazer uma dieta sem a ajuda de uma nutricionista e em seis meses percebeu que estava ficando anoréxico. Em 2014, no auge da anorexia chegou a pesar 67 quilos.

A depressão surgiu logo em seguida, mas ele demorou para admitir que estava doente. Entristecido e fraco, diminuiu radicalmente suas atividades, mas não se retirou das missas.

Nessa fase, começou a escrever a obra “Philia: derrote a depressão, o medo e outros problemas aplicando a Philia no seu dia a dia. Segundo ele, a obra lhe ajudou a sair da depressão.

Depois de “O Tempo de Deus” fechar 2014 como o CD mais vendido do Brasil, com 1,4 milhões de cópias, o livro “Plilia” chegou ao número 1 das livrarias brasileiras, considerando-se todos os gêneros.

Rádio, TV e redes sociais

Desde 2005 o Padre Marcelo Rossi apresenta um programa diário no rádio, inicialmente na Rádio Globo e a partir de 2019 na Rádio Capital, onde apresenta “No Colo de Jesus e de Maria.

Sua entrada nas redes sociais teve o objetivo de se aproximar dos jovens e logo conquistou números de superstar. Seus diversos livros e CDs conquistaram inúmeros admiradores.

Com a pandemia do coronavírus, entre 2020 e 2001 o Padre Marcelo, sempre com a ajuda de Dom Fernando, o Bispo de Santo Amaro, celebra suas missas sem a presença dos fiéis, e transmitida para a TV.

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Bartolomeu de Gusmão (1685-1724) foi um sacerdote e inventor brasileiro. Entr...
  • Dom Bosco (1815-1888) foi um sacerdote católico italiano, fundador da Congreg...
  • Martinho Lutero (1483-1546) foi um sacerdote católico alemão, o principal per...
  • Padre Pio de Pietrelcina (1887-1968) foi um sacerdote católico italiano, da O...
  • Dom Marcos Barbosa (1915-1997) foi um Sacerdote e Monge Beneditino. Poeta e t...
  • Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros (1978-2021) foi um ator, humorista e...
  • Monteiro Lobato (1882-1948) foi escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pic...
  • Romero Britto (1963) é um famoso pintor brasileiro. Radicado em Miami, nos EU...
  • Vinicius de Moraes (1913-1980) foi um poeta e um dos maiores compositores da...
  • Mauricio de Sousa (1935) é um cartunista e empresário brasileiro. Criou a "Tu...