Bartolomeu de Gusmão

Sacerdote brasileiro
Por Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora

Biografia de Bartolomeu de Gusmão

Bartolomeu de Gusmão (1685-1724) foi um sacerdote e inventor brasileiro. Entre suas experiências estava o primeiro balão construído no mundo. Sua invenção foi apresentada ao Rei de Portugal, D. João V, na sala dos diplomatas do Palácio Real, a fidalgos e funcionários da corte, dizendo ser capaz de guiá-lo e transportar pessoas, munições e víveres. Ficou conhecido como "O padre voador".

Bartolomeu Lourenço de Gusmão nasceu em Santos, São Paulo, no dia 18 de dezembro de 1685. Era filho do cirurgião-mor Francisco Lourenço Rodrigues e Maria Álvares. O casal teve doze filhos e oito deles entraram para vida religiosa.

Formação

Era irmão do famoso estadista e diplomata Alexandre de Gusmão. Bartolomeu cursou com o irmão, o Seminário Jesuíta de Belém da Cachoeira, na Bahia, onde se tornou noviço e ordenou-se padre.

O diretor do seminário era o protetor de Bartolomeu e de Alexandre e ambos adotaram seu sobrenome Gusmão.

Em 1701 mudou-se para Lisboa onde estudou Direito Canônico na Universidade e onde se ordenou Sacerdote.

Primeiro balão aerostático

Bartolomeu iniciou a construção de seu balão. Em abril de 1709 pediu licença a D. João V, para fazer experiências com o balão, no Palácio Real.

Na sala dos diplomatas, D. João V, fidalgos e funcionários aguardam a apresentação da experiência antes anunciada, "Um instrumento para andar no ar".

bartolomeu de gusmão

De um canto da sala, um pequeno balão de papel, em forma de pirâmide e com armação de arame, tendo fogo no seu interior, subiu 4,60 metros. Era o primeiro balão aeróstato construído no mundo.

A partir de então, Bartolomeu passou a se chamado de “Padre Voador”.

Perseguição

Bartolomeu de Gusmão foi perseguido pela Inquisição acusado de ser amigo de judeus. Fugiu para a Holanda, onde fez experiências com lentes.

Seguiu para a França onde passou a vender remédios fabricados por ele, nas ruas de Paris.

Outras invenções

Com espírito inquieto, estava sempre inventando alguma coisa. Inventou máquinas e equipamentos, como um moinho mais veloz que os existentes na época, um sistema de lentes para assar carne ao sol, inspirado  nos ensinamentos de Arquimedes.

Diplomata

Formado em Direito e também conhecido por seus dotes oratórios, teve atuação nos tribunais, foi membro da Academia Real de História e cumpriu missões diplomáticas com o apoio do rei D. João V.

Em 1711, Bartolomeu de Gusmão viajou para Roma, numa visita diplomática e no seu retorno foi nomeado Secretário dos Estrangeiros.

Bartolomeu de Gusmão sofreu zombaria dos fidalgos e inquisidores, que viam em suas invenções obra de feitiçaria. Fugiu novamente, seguindo para a Espanha. No caminho de Toledo foi acometido por uma febre e não resistiu.

Bartolomeu de Gusmão faleceu em Toledo, Espanha, no dia 18 de novembro de 1724.

Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora
É bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e professora do ensino fundamental.
Veja também as biografias de:
  • Padre Marcelo Rossi (1967) é um sacerdote católico brasileiro. Conhecido por...
  • Dom Bosco (1815-1888) foi um sacerdote católico italiano, fundador da Congreg...
  • Martinho Lutero (1483-1546) foi um sacerdote católico alemão, o principal per...
  • Padre Pio de Pietrelcina (1887-1968) foi um sacerdote católico italiano, da O...
  • Dom Marcos Barbosa (1915-1997) foi um Sacerdote e Monge Beneditino. Poeta e t...
  • Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros (1978-2021) foi um ator, humorista e...
  • Monteiro Lobato (1882-1948) foi escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pic...
  • Romero Britto (1963) é um pintor e escultor brasileiro. Radicado em Miami, no...
  • Vinicius de Moraes (1913-1980) foi um poeta e um dos maiores compositores da...
  • Mauricio de Sousa (1935) é um cartunista e empresário brasileiro. Criou a "Tu...