Roland Barthes

Intelectual francês
Doutora em Estudos da Cultura

Biografia de Roland Barthes

Roland Gérard Barthes, conhecido apenas como Roland Barthes no meio intelectual, nasceu em Cherbourg (França), no dia 12 de novembro de 1915.

O escritor ficou órfão de pai aos onze meses de vida. Louis Barthes, que era da marinha, morreu afogado em um naufrágio.

Ao longo da vida, Roland Barthes viveu na França, na Romênia, no Egito e no Marrocos. Outra curiosidade interessante que pouca gente sabe: Barthes foi apaixonado por teatro e chegou a trabalhar como ator. 

Formação

Formado em Letras Clássicas (1939) e Gramática e Filologia (1943) pela Universidade de Paris, Roland Barthes debruçou a sua produção intelectual em torno da semiótica, um tipo de estudo que teve Ferdinand de Saussure como referência.

Suas maiores influências (para além do linguista Sausurre) foram o psicanalista Jacques Lacan e o intelectual Jean-Paul Sartre. Jacques Derrida e Michel Foucault também foram grandes influências assim como o escritor Albert Camus.

Carreira

Roland Barthes chegou a trabalhar durante sete anos (1952-1959) no Centro Nacional da Pesquisa Científica. De lá, foi parar na conceituada École Pratique des Hautes Études.

Barthes tornou-se uma figura pública na França depois dos seus livros terem tido imenso sucesso de vendas. Especialmente a partir da década de 70, o intelectual começa a receber enorme reconhecimento.

Mas como nem tudo são flores, vale sublinhar que o semiólogo e crítico literário teve uma série de problemas de saúde ao longo da vida (especialmente respiratórios), tendo sido internado algumas vezes, interrupções que afetaram o seu trabalho.

Um pequeno documentário lançado no ano do centenário de Roland Barthes está disponível online:

Obras essenciais

  • O Grau Zero da Escritura (1953)
  • Mitologias (1957)
  • Elementos de Semiologia (1965)
  • O Prazer do Texto (1973)
  • Fragmentos de um Discurso Amoroso (1977)
  • A Câmara Clara: Notas Sobre A Fotografia (1980)

Morte

Após ter sido atropelado por um carro de uma lavanderia quando voltava de um almoço com amigos intelectuais, Barthes ficou um mês internado até a sua morte, ocorrida no dia 25 de março de 1980.

Vida pessoal

Roland Barthes nutriu ao longo da vida uma série de paixões homoafetivas.

Com uma postura bastante discreta em relação à vida pessoal, o intelectual jamais assumiu publicamente que era homossexual.

Veja também as biografias de:
  • Émile Durkheim (1858-1917) foi um sociólogo francês. É considerado o pai da S...
  • Auguste Comte (1798-1857) foi filósofo francês. Considerado o fundador do pos...
  • Napoleão Bonaparte (1769-1821) foi imperador da França entre 1804 e 1814 com...
  • Voltaire (1694-1778) foi um filósofo e escritor francês, um dos grandes repre...
  • Michel Foucault (1926-1984) foi um filósofo que exerceu grande influência sob...
  • Claude Monet (1840-1926) foi um pintor francês, considerado um dos mais impor...
  • Jacques Bossuet (1627 - 1704) foi teólogo francês e um dos maiores teórico do...
  • Charles Augustin de Coulomb (1736-1806) foi um físico francês. Formulou a Lei...
  • Blaise Pascal (1623-1662) foi um filósofo e físico francês, criador da Teoria...
  • Antoine Lavoisier (1743-1794) foi um cientista francês. Autor da frase "Na na...

Última atualização: 28/05/2019

Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura
Formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2010), mestre em Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013) e doutora em Estudos de Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa (2018).