Aloísio Magalhães

Artista plástico

Biografia de Aloísio Magalhães

Aloísio Magalhães (1927-1982) foi um importante artista plástico, designer e ativista cultural brasileiro. Foi uma das mais importantes figuras do design gráfico do país.

Aloísio Sérgio Barbosa de Magalhães (1927-1982) nasceu no Recife, Pernambuco, no dia 5 de novembro de 1927. Graduou-se em Direito pela Faculdade de Direito do Recife, em 1950. Durante esse período participava das atividades do Teatro do Estudante de Pernambuco (TEP), onde atuava como coreógrafo e figurinista, além de assumir as atividades do teatro de bonecos.

Em 1951 recebeu uma bolsa de estudos do governo francês. Estudou museologia em Paris, onde também frequentou o Atelier 17, um centro de divulgação de técnicas de gravura onde foi aluno de do gravador Stanley William Hayter. De volta ao Brasil, em 1953, dedicou-se à pintura e realiza pesquisas em artes gráficas.

Em 1954 fundou no Recife o “Gráfico Amador”, um misto de ateliê gráfico e editora, com o objetivo de publicar pequenos textos literários, principalmente poesia, em tiragens artesanais, que exerceu influência significativa sobre o moderno design gráfico do país. Entre seus trabalhos destaca-se “Pregão Turístico do Recife”, de João Cabral de Melo Neto, com ilustrações e design de Aluísio Magalhães.

Em 1956, com bolsa de estudos do governo norte-americano, viaja aos Estados Unidos, onde se dedica às artes gráficas e à programação visual. Nessa época publicou os livros “Doorway to Brasília” e “Doorway to Portuguese” – trabalho que lhe valeu três medalhas de ouro do Art Directors Club da Philadelphia, e lecionou na escola de arte do museu daquela cidade.

De volta ao Brasil, em 1960, fundou com Luiz Fernando Noronha e Artur Lício Pontual o escritório M+N+P – Magalhães, Noronha e Pontual, que depois viria a denominar-se PVDI – Programa Visual Desenho Industrial, um dos pioneiros no país.

Em 1963, Aloísio Magalhães colaborou com a fundação da primeira escola superior do gênero em toda a América Latina, a Escola Superior de Desenho Industrial do Rio de Janeiro, onde ensinou comunicação visual. No ano seguinte vence o concurso para criação do símbolo do IV Centenário do Rio de Janeiro. Em 1966 venceu o concurso para criação das cédulas do cruzeiro novo. A partir de então passa a desenhar as notas e moedas brasileiras.

Aloísio Magalhães desenvolveu projetos de grande repercussão nacional e internacional, a exemplo da identidade visual de algumas das maiores empresas brasileiras, como o Banco Nacional, a Light, o Banespa, a Petrobrás e a TV Globo, que fez a primeira logomarca, uma estrela de quatro pontas.

Em 1979 é nomeado diretor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan. Em 1981 assumiu a secretaria de Cultura do MEC, sempre defendendo a recuperação da memória artística e cultural brasileira. Fundou o Centro Nacional de Referência Cultural e criou a Fundação Nacional Pró-Memória.

Aloísio Magalhães dá nome ao “Museu de Arte Moderna Aluísio Magalhães – Mamam”, um centro de referência das artes visuais brasileiras, que insere o Recife no circuito artístico nacional e internacional, ao mesmo tempo em que reverencia a memória do artista plástico pernambucano.

Aloísio Magalhães faleceu em Pádua, Itália, no dia 13 de junho de 1982.

Veja também as biografias de:
  • Vik Muniz (1961) é artista plástico brasileiro, fotógrafo e pintor, é conheci...
  • Roberto Burle Marx (1909-1994) foi um artista plástico brasileiro. Autor de m...
  • Gustavo Rosa (1946-2013) foi um artista plástico brasileiro, conhecido por su...
  • Aldemir Martins (1922-2006) foi um artista plástico brasileiro, pintor ilustr...
  • Rubem Valentim (1922-1991) foi um artista plástico e professor brasileiro, co...
  • Francisco Brennand (1927) é um artista plástico brasileiro. Ceramista e pinto...
  • Ernesto Neto (1964) é um artista plástico brasileiro. Escultor e cenógrafo, r...
  • Juarez Machado (1941) é um pintor, escultor, desenhista, caricaturista, ilust...
  • Wesley Duke Lee (1931-2010) foi um artista plástico brasileiro. Polêmico e ir...
  • Sílvio Botelho (1956) é um artista plástico brasileiro, criador dos bonecos g...

Última atualização: 28/10/2015