Evaristo da Veiga

Jornalista e político brasileiro

Biografia de Evaristo da Veiga

Evaristo da Veiga (1799-1837) foi jornalista e político brasileiro. Autor da letra do Hino da Independência. Patrono da cadeira nº 10 da Academia Brasileira de Letras.

Evaristo da Veiga (1799-1837) nasceu no Rio de Janeiro, no dia 8 de outubro de 1799. Filho do português, professor régio, Francisco Luís Saturnino Veiga e da brasileira Francisca Xavier de Barros. Estudou retórica, filosofia, latim, inglês e francês. Logo cedo mostrou interesse pelo jornalismo.

Entre 1811 e 1813 criou um caderno de poemas no Rio de janeiro. Em 1822 compõe a letra do Hino da Independência. No ano seguinte inaugura sua livraria, na rua da Quitanda. Publica seus primeiros versos. Sua Livraria, não era apenas uma livraria, era um ponto de reunião e debate. Para o gosto dos liberais, a constituição de 1824 dera ao imperador excessiva autoridade, e as discussões eram frequentes.

Em 1827 ingressou no jornal Aurora Fluminence, de oposição ao governo, difusor de ideias constitucionalistas e liberais. Logo tornou-se proprietário, escrevendo todos os artigos. Nesse mesmo ano casa-se com Ideltrudes d'Ascensão.

Em 1831 foi eleito deputado pela província de Minas Gerais, sendo reeleito por três mandatos. Fez oposição aos Andradas e apoiou a nomeação de Diogo Feijó, como Ministro da Justiça, indicado pelo partido Liberal.

Evaristo da Veiga foi membro fundador da Sociedade Defensora da Liberdade e da Independência Nacional, Precursora do Partido Moderado. Foi membro do Instituto Histórico de França e da Arcádia de Roma.

Em 1937 voltou ao Rio de Janeiro. Fechou seu jornal, passando a se dedicar à literatura, tornando-se um dos precursores do Romantismo no Brasil. Suas poesias só foram publicadas em 1915, nos anais da Biblioteca Nacional, v. XXXIII.

Evaristo da Veiga faleceu no Rio de Janeiro, no dia 12 de maio de 1837.

Veja também as biografias de:

Última atualização: 27/11/2012