Jorge Aragão

Cantor e compositor brasileiro
Doutora em Estudos da Cultura

Biografia de Jorge Aragão

Jorge Aragão da Cruz (1949), conhecido publicamente apenas como Jorge Aragão, é cantor, sambista, instrumentista e compositor brasileiro.

Jorge Aragão nasceu no Rio de Janeiro no dia 1º de março de 1949.

Suas criações fizeram enorme sucesso e foram cantadas por Alcione, Zeca Pagodinho, Dona Ivone Lara, Martinho da Vila e Beth Carvalho, entre outros grandes nomes.

Infância e juventude

Nascido em Padre Miguel, subúrbio do Rio de Janeiro, Jorge Aragão aprendeu a tocar violão sozinho, de ouvido, com apenas 10 anos. Com um talento nato, ele também aprendeu, sozinho, a tocar cavaquinho e guitarra.

Como era difícil viver só de música, o jovem precisou ter uma série de profissões antes de conseguir se dedicar exclusivamente à sua paixão. O compositor foi corneteiro da Aeronáutica, carregador de geladeiras, vendedor de uma marca de calçados, técnico de ar condicionado e atuou até cronometrando corrida de motos.

Fundo de Quintal

Poucos sabem mas Jorge Aragão chegou a fazer parte do grupo de pagode Fundo de Quintal.

Ele gravou com o grupo o primeiro LP do Fundo de Quintal, mas logo depois decidiu deixar a banda para seguir carreira solo. 

Carreira solo de Jorge Aragão

Jorge Aragão foi durante a juventude músico de baile e acabou por integrar a Ala dos Compositores do bloco de carnaval carioca Cacique de Ramos.

Em 1987, Jorge Aragão acompanhou Martinho da Vila em viagem para Angola onde tocou cavaquinho. No mesmo ano, fez uma participação na Globo onde atuou como comentarista do carnaval do Rio de Janeiro.

Ainda em parceria com a Globo, em 1992 criou a vinheta para o carnaval Globeleza.

Desde os anos oitenta, Jorge Aragão vem produzindo significativamente tendo feito shows, gravado discos e criado novas composições cantadas por ele e por outros intérpretes.

Confira uma entrevista recente de Jorge Aragão:

Coisinha do pai em Marte

Uma curiosidade: a canção Coisinha do pai, da autoria de Jorge Aragão, foi tocada numa missão da Nasa em Marte.

A versão da música reproduzida no robô Sojourner para acordar os astronautas foi a interpretada por Elba Ramalho e Jair Rodrigues.

Quem escolheu a canção foi a engenheira aeroespacial Jacqueline Lyra, que trabalhava no projeto. Em entrevista, o compositor comentou bem humorado:

“É verdade. Sou o compositor mais tocado em Marte!”

Saúde

No ano de 2002 Jorge Aragão sofreu um enfarte enquanto se apresentava em Búzios, região litorânea do Rio de Janeiro.

O susto fez com que o compositor interrompesse a concorrida agenda de shows aquele ano. Jorge Aragão foi prontamente atendido e se recuperou rapidamente.

Músicas famosas

  • Malandro (parceria com Jotabê)
  • Vou Festejar (parceria com Dida e Neoci)
  • Logo agora (parceria com Jotabê)
  • Coisinha do Pai (parceria com Almir Guineto e Luís Carlos da Vila)
  • Cabelo Pixaim (parceria com Jotabê)
  • Papel de pão (parceria com Christiano Fagundes)
  • Tem nada não (parceria com Almir Guineto e Luverci Ernesto)
  • Enredo do meu samba (parceria com Dona Ivone Lara)

Vida pessoal

Jorge Aragão é casado com Fátima Santos e tem duas filhas (Tânia e Vânia Aragão).

Veja também as biografias de:
  • Roberto Carlos (1941) é um cantor e compositor brasileiro. O Rei da música ro...
  • Dorival Caymmi (1914-2008) foi um cantor e compositor brasileiro, cantava os...
  • Cazuza (1958-1990) foi um cantor e compositor brasileiro, considerado um dos...
  • Gusttavo Lima (1989) é um cantor, compositor e multi-instrumentista brasileir...
  • Adoniran Barbosa (1910-1982) foi cantor e compositor brasileiro. Saudosa Malo...
  • Seu Jorge (1970) é um cantor, compositor, instrumentista e ator brasileiro...
  • Cartola (1908-1980) foi cantor e compositor brasileiro. "As Rosas Não Falam",...
  • Heitor dos Prazeres (1898-1966) foi um compositor, cantor e artista plástico...
  • Michel Teló (1981) é um cantor e compositor brasileiro, um dos cantores mais...
  • Gonzaguinha (1945) foi um cantor e compositor brasileiro. Autor de grandes su...

Última atualização: 29/07/2019

Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura
Formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2010), mestre em Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013) e doutora em Estudos de Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa (2018).