César Cielo

Nadador brasileiro
Por Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora

Biografia de César Cielo

César Cielo (1987) é um nadador brasileiro. Foi o primeiro atleta a conquistar uma medalha de ouro olímpica, nos 50m livre, nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. No mundial de natação em Roma em 2009, venceu as provas dos 50 e 100m livres, quebrando o recorde mundial.

César Augusto Cielo Filho nasceu em Santa Bárbara d’Oeste, no Rio de Janeiro. É filho da professora de educação física Flávia Cielo e do médico pediatra César Cielo.

Início da carreira

César Cielo começou a nadar no Esporte Clube de Piracicaba, onde sua mãe dava aulas de natação. Em seguida, foi para o Clube de Campo de Piracicaba, e posteriormente transferiu-se para o Esporte Clube Pinheiros, onde nadou e treinou ao lado do já medalhista Gustavo Borges.

O primeiro torneio internacional de Cielo foi o Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta, em Indianapolis, Estados Unidos, em 2004, quando conquistou uma medalha de prata no revezamento 4x100m livre.

No mesmo campeonato, Cielo conquistou também o 10.º lugar nos 50m livre, o 6.º lugar nos 100m livre, o 4.º lugar no revezamento 4x100m medley e o 19.º lugar nos 50m costas.

Temporada 2006

Em 2006, Cielo ganhou uma bolsa de estudos da universidade e mudou-se para Aubum, nos Estados Unidos, onde foi treinado pelo australiano Brett Hawke se preparando para a Olimpíada de Pequim em 2008.

Nesse período, César participou do Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta quando conquistou o 5.º lugar nos 100m livre. Em dezembro, quebrou o recorde sul-americano de 100m livre de 48.69, de Fernando Scherer, com o tempo de 48.61.

Temporada 2007

Em 2007, Cielo foi finalista no 12.º Mundial de Esportes Aquáticos de Melbourne, conquistando o 4.º lugar nos 100m livre, 6.º lugar no 50m livre e 8.º lugar no 4x100m livre.

Cielo quebrou o recorde sul-americano dos 50m livre de Fernando Scherer, com o tempo de 22.09.

Após se classificar para as Olimpíadas de Pequim, Cielo participou dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, quando conquistou três medalhas de ouro e uma de prata. Foi o primeiro nadador sul-americano a nadar os 50m livre com um tempo abaixo de 22 segundos.

Temporada 2008

Nos Jogos Olímpicos de Verão em Pequim, Cielo foi medalha de bronze nos 100m livre. Na semifinal dos 50m livre, quebrou o recorde olímpico com o tempo de 21.34, que pertencia a Alexander Popov.

césar cielo

Na final dos 50m livre, conquistou medalha de ouro, mais uma vez quebrando o recorde olímpico com o tempo de 21.30 e se tornou o primeiro brasileiro campeão olímpico na natação.

Temporada 2009

Em 2009, no Campeonato Mundial de Roma, Cielo conquistou o 4.º lugar no revezamento 4x100m livre, junto com Nícolas Oliveira, Guilherme Roth e Fernando Silva.

Nos 50m livre, Cielo conquistou o ouro com 21.08, batendo o recorde do campeonato e o sul-americano.

Nos 100m livre, Cielo conquistou o ouro com o tempo de 46.91.

Temporada 2010

Em 2010, Cielo transferiu-se para o Flamengo. No Campeonato Mundial de Dubai, Cielo conquistou o ouro nos 50m livre, batendo o recorde do campeonato e o sul-americano.

Foi medalha de bronze no revezamento 4x100, ouro nos 100m livre e bronze no revezamento 4x100m medley.

Mesmo depois da proibição dos maiores tecnológicos, Cielo foi ouro nos 50m livre e nos 100m livre no GP de Austin, Texas.

Temporada 2011

No Mundial de Xangai, China, Cielo conquistou o ouro nos 50m borboleta e o ouro nos 50m livre.

césar cielo

No Pan-americano de Guadalajara, México, Cielo conquistou quatro medalhas de ouro: nos 100m livre, no revezamento 4x100, nos 50m livre e no revezamento 4x100m livre.

Nesse ano, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos divulgou ter encontrado a substância furosemida no exame antidoping de Cielo e aplicou uma advertência.

Porém, a Federação Internacional de Natação remeteu o caso ao Tribunal Arbitral do Esporte que também pediu a suspensão do atleta por três meses.

Temporada 2012

Cielo participou do Troféu Maria Lenk, Rio de Janeiro e conquistou o ouro no 50m livre, no 50m borboleta, no 4x100m livre, 100m livre e no revezamento 4x100m medley. Conquistou a medalha de prata no revezamento 4x100m livre.

NO Sul Americano de Esportes Aquáticos em Belém, Pará, Cielo foi ouro no 50m borboleta, no 50m livre e no revezamento 4x100m medley.

No GP de Missoure, EUA, César Cielo foi ouro no 50m livre e no 100m livre.

Nos Jogos Olímpicos de Londres Cielo ficou com o bronze nos 50m livre com a marca de 21,59. No final desse ano o nadador fez uma cirurgia nos joelhos.

Temporada 2013

Em abril de 2013 Cielo confirmou sua vaga para o Campeonato Mundial de Barcelona. Nas provas de 50m borboleta e nos 50m livre conquistou o ouro, tornando tricampeão de Mundiais, recordistas em todas as provas. (Roma 2009, Xangai 2011 e Barcelona 2013).

césar cielo

Nesse mesmo ano, Cielo conquistou o ouro nos 50m borboleta no Aberto da França e prata nos 50m livre. Conquistou também o ouro nos 50m livre e a prata nos 50 m borboleta no Troféu Maria Lenk.

Temporada 2014

Nesse ano, Cielo assinou com o Minas Tênis Clube. Participou do Troféu Maria Lenk, em São Paulo e conquistou 4 medalhas de ouro, 1 de prata e 1 de bronze.

Participou do Troféu José Finkel, em Guaratinguetá, São Paulo, quando conquistou 4 ouros e 2 pratas

No Campeonato Mundial de Natação de Piscina Curta em Doha, no Quatar, Cielo foi Bronze nos 50m livre e no revezamento 4x50m misto. Foi ouro no revezamento 4x50m livre medley, nos 100m livre e no revezamento 4x100m medley.

Temporada 2015

No Grand Prix de Charlotte, Carolina do Norte, Estados Unidos, Cielo foi ouro nos 50m borboleta e no revezamento 4x100m medley. Foi prata no revezamento 4x100m livre e nos 50m livre

césar cielo

No Troféu Maria Lenk, foi ouro no revezamento 4x50 medley e no revezamento 4x50 livre. Foi prata nos 50m livre, no revezamento. 4x100m livre, nos 50m borboleta e nos 100m livre.

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos em Kazan, Rússia, apesar de fazer parte da equipe brasileira, Cielo não participou do campeonato por causa de uma lesão no ombro.

Temporada 2017

No Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste, Hungria, Cielo foi prata no revezamento 4x100m livre, junto com Bruno Fratus, Marcelo Chierighini e Gabriel Santo.

A medalha de prata foi o melhor resultado do Brasil no Campeonato Mundial, batendo o recorde sul-americano com o tempo de 3m10.34, apenas 0,28s atrás da equipe dos EUA.

Temporada 2018

No Campeonato Mundial de Piscina Curta em Hangzhou, China, César Cielo conquistou medalha de bronze nos 4x100m livre, junto com Marcelo Chierighini, Mateus Santana e Breno Correia.

Com o tempo de 3m05s15, estabeleceu novo recorde Sul-americano. Tornou-se o atleta brasileiro de natação com o maior número de medalhas em Campeonatos mundiais, com 18 medalhas.

Vida Pessoal

César Cielo está casado com a modelo Kelli Gisch desde 2015.

Em 2010, Cielo criou o Instituto César Cielo, com o objetivo de incentivar e promover a prática e o desenvolvimento da natação brasileira.

Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora
É bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e professora do ensino fundamental.
Veja também as biografias de:
  • Michael Phelps (1985) é um nadador norte-americano, considerado um dos maiore...
  • Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros (1978-2021) foi um ator, humorista e...
  • Monteiro Lobato (1882-1948) foi escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pic...
  • Romero Britto (1963) é um pintor e escultor brasileiro. Radicado em Miami, no...
  • Vinicius de Moraes (1913-1980) foi um poeta e um dos maiores compositores da...
  • Mauricio de Sousa (1935) é um cartunista e empresário brasileiro. Criou a "Tu...
  • Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) foi um poeta brasileiro. "No meio do C...
  • Luiz Gonzaga (1912-1989) foi um músico brasileiro. Sanfoneiro, cantor e compo...
  • Castro Alves (1847-1871) foi um poeta brasileiro. O último grande poeta da Te...
  • Álvares de Azevedo (1831-1852) foi um poeta, escritor e contista, da Segunda...