Eduardo Bueno

Jornalista e escritor brasileiro

Biografia de Eduardo Bueno

Eduardo Bueno (1958) é um jornalista, escritor, tradutor e editor brasileiro. É autor da Coleção "Terra Brasilis", inaugurando um estilo leve, crítico e divertido de contar a história do país.

Eduardo Bueno (1958) nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, no dia 30 de maio de 1958. Com 17 anos iniciou sua carreira de jornalista como repórter do jornal Zero Hora, onde recebeu o apelido de “Peninha”. Cursou jornalismo na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Nos anos 80, atuou na produção do programa “Pra Começo de Conversa” na TV Educativa de Porto Alegre. Depois da saída do apresentador Cunha Jr, Eduardo Bueno assumiu a apresentação do programa que era destinado para o público jovem, levando ao ar matérias sobre a cultura pop e entrevistas com pessoas ligadas à vida cultural da cidade.

Ainda na década de 80, Eduardo Bueno traduziu o livro “On The Road” (1957), de Jack Kerouac, um dos principais expoentes da geração beat dos Estados Unidos. “Pé na Estrada” (título em português) marcou o desembarque da literatura beat no Brasil, com 30 anos de atraso, e levou Eduardo Bueno a ser reconhecido nacionalmente.

Mais tarde, assinou contrato com a Editora Objetiva para publicar uma coleção intitulada “Terra Brasilis”, sobre a História do Brasil. A coleção alcançou a marca de 1 milhão de exemplares vendidos e inaugurou um estilo leve, crítico e divertido de contar a história do país. Foram publicados: “A Viagem do Descobrimento” (1998), “Náufragos, Traficantes e Degredados” (1998), “Capitães do Brasil” (1999) e “A Coroa, a Cruz e a Espada” (2006). Seus livros viraram best-sellers e Eduardo tornou-se o primeiro autor brasileiro a manter quatro títulos entre os primeiros na lista dos livros mais vendidos do país.

Ao todo, Eduardo já traduziu mais de 22 livros, entre 1980 e 1990, trabalhou em mais de 200 títulos, tendo colaborado com algumas das principais editoras brasileiras.  Recebeu diversos prêmios, entre eles, o Melhor Editor do Ano (1984), pela revista Isto É, quando trabalhava para a L&PM Editores, o Prêmio Jabuti (1999) e a Ordem do Mérito Cultural, concedido pelo Ministério da Cultura do Governo Federal.

Entre setembro e novembro de 2007, Eduardo Bueno dirigiu e apresentou a série “É Muita História”, que foi apresentada durante o programa Fantástico da TV Globo. Em cada programa, ele aparecia caracterizado de um personagem da história e nas ruas conversava com o público. No primeiro episódio estava vestido de Dom Pedro I e conversou sobre o grito “Independência ou Morte”.

Entre outras publicações de cunho histórico de Eduardo Bueno, destacam-se: “Blá, Blá, Blá: a Biografia Autorizada dos Mamonas Assassinas” (1996), um grande sucesso de vendas, “Brasil: Terra a Vista!” (2000), “Brasil: Uma História: Cinco Séculos de um País em Construção” (2003), “Passando a Limpo: História da Higiene Pessoal no Brasil” (2007) e “Brasil uma História” (2012)

Veja também as biografias de:
  • Leandro Narloch (1978) é um escritor e jornalista brasileiro, autor do livro...
  • Otto Lara Resende (1922-1992) foi um escritor e jornalista brasileiro, foi el...
  • Laurentino Gomes (1956) é um escritor e jornalista brasileiro. É o autor do l...
  • Paulo Francis (1930-1997) é o pseudônimo de Franz Paul Trannin da Matta Heilb...
  • Amauri Ribeiro Jr. Amaury Ribeiro Jr. é um jornalista brasileiro polêmico, que atua no jornalism...
  • Caio Fernando Abreu (1948-1996) foi um escritor, jornalista e dramaturgo bras...
  • João do Rio (1881-1921) foi um jornalista, escritor e dramaturgo brasileiro,...
  • Rodrigo Melo Franco (1898-1969) foi advogado, jornalista e escritor brasileir...
  • Lima Barreto (1881-1922) foi um escritor e jornalista brasileiro. Produziu um...
  • George Orwell (1903-1950) é o pseudônimo de Eric Arthur Blair, escritor e jor...

Última atualização: 18/05/2017