Fernando de Azevedo

Educador brasileiro

Biografia de Fernando de Azevedo

Fernando de Azevedo (1894-1974) foi um educador, professor, crítico, ensaísta e sociólogo brasileiro. Foi um dos expoentes do movimento da Escola Nova. Participou intensamente do processo de formação da universidade brasileira, em busca de uma educação de qualidade.

Fernando de Azevedo (1894-1974) nasceu em São Gonçalo do Sapucaí, Minas Gerais, no dia 2 de abril de 1894. Graduado em Direito pela Faculdade de Direito de São Paulo, dedicou-se ao magistério. Foi professor de Sociologia no Instituto Caetano de Campos e mais tarde no Instituto de Educação da Universidade de São Paulo.

Em 1926, Fernando de Azevedo passou a exercer o cargo de diretor geral da Instrução Pública do Rio de Janeiro. De 1927 a 1930 iniciou as primeiras reformas da educação brasileira. Foi um dos redatores do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova. Que defendia novos ideais de educação e estabelecia diretrizes para uma nova política educacional.

Em 1933 assumiu a direção da Instrução Pública do Estado de São Paulo. Fez vários investimentos para a melhoria da formação dos professores. Dirigiu o Instituto de Educação até 1938, quando passou a lecionar Sociologia na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras na Universidade de São Paulo.

De 1941 a 1943 assumiu a direção da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo. Em 1942 dirigiu o Centro Regional de Pesquisas Educacionais de São Paulo. Em 1947 foi nomeado Secretário de Educação do Estado de São Paulo. Foi também presidente da Sociedade Brasileira de Sociologia. Em 1951, Fernando de Azevedo fundou a Biblioteca Pedagógica Brasileira, na Companhia Editora Nacional, órgão que dirigiu por mais de 15 anos.

Fernando Azevedo faleceu em São Paulo, São Paulo, no dia 18 de setembro de 1974.

Obras de Fernando de Azevedo

Novos Caminhos e Novos Fins (1922)
Princípios de Sociologia (1935)
A Educação e Seus Problemas (1937)
Sociologia Educacional (1940)
A Cultura Brasileira, Introdução ao Estudo da Cultura no Brasil (1943)
As Universidades no Mundo do Futuro (1947)
Canaviais e Engenhos na Vida Política do Brasil (1948)
Um Trem Corre Para o Oeste (1950)
Na Batalha do Humanismo (1952)
A Educação Entre Dois Mundos (1958)

Veja também as biografias de:

Última atualização: 11/03/2016