Graham Greene

Escritor britânico

Biografia de Graham Greene

Graham Greene (1904-1991) foi um escritor britânico, um dos mais importantes autores do século XX. Muitos de seus romances foram adaptados para o cinema, entre eles, “O Expresso Oriente”, “O Terceiro Homem”, “Um Americano Tranquilo” e “Nosso Homem em Havana”.

Henry Graham Greene, conhecido como Graham Greene, nasceu no vilarejo de Berkhamsted, no norte de Londres, no dia 2 de outubro de 1904. Foi educado na Grammar School de Berkhamsted, que era dirigida por seu pai. Infeliz com o internato tentou o suicídio várias vezes sendo levado para Londres onde iniciou o tratamento com um psicanalista, durante sete meses.

Formação

Em seguida, ingressou no Balliol College da Universidade de Oxford, onde estudou História Contemporânea. Trabalhou como editor no Oxford Outlook. Nessa época, filiou-se ao Partido Comunista. Em 1926, começou a trabalhar no jornal The Times, como editor assistente. Nesse mesmo ano se converteu ao catolicismo.

Carreira literária

Em 1929 Graham Greene escreveu seu primeiro romance, The Man Within, que teve uma boa aceitação do público. Em 1930 resolveu abandonar o jornalismo como atividade principal e dedicar-se à literatura.

Graham Greene tornou-se escritor às vésperas da grande depressão e muitas de suas histórias se passam na atmosfera nervosa e confusa da década de 1930. Escreveu The Name of Action (1930) e Rumor At Nightfall (1932), que não tiveram destaque.

Primeiro sucesso literário

Seu primeiro grande sucesso de Graham Greene veio com a publicação da novela Stamboul Train (O Expresso do Oriente, (1932). A partir de então, passou a classificar seus romances de “divertidos”, que incluía os romances de suspenses e mistérios, com um pequeno viés filosófico, e os romances “sérios”.

Em 1935 foi contratado como crítico literário pelo semanário inglês The Spectator, função que exerceu durante quatro anos.

O Poder e a Glória

Em 1938 Graham Greene foi ao México para documentar as perseguições religiosas que lá ocorriam. Como resultado escreveu The Lawless Road (1939) e o seu mais célebre romance O Poder e a Glória (1940).

O romance narra a história de um padre fugitivo, pai de uma criança e o último sacerdote do lugar, que é perseguido por um tenente que almeja captura-lo de modo quase fantástico, sofrendo as pressões do governador da província.

Após se esconder em fazendas e povoados, o padre é finalmente preso e executado. A obra, considerada por muitos como um de seus trabalhos mais profundos, foi condenada pelo Vaticano em 1953.

O Cerne da Questão

Em 1941, durante a Segunda Guerra, Graham Greene passou a trabalhar para o Foreign Office (Ministério do Exterior) recrutado pelo agente duplo Kim Philby. Permaneceu em Freetown, capital da Serra Leoa até 1943. Serra Leoa serviu como cenário para o livro The Heart of The Matter (O Cerne da Questão, 1948).

O Cerne da Questão é uma de suas obras mais marcantes, onde narra os problemas enfrentados por seu personagem Henry Scobie, major da polícia colonial inglesa, durante a Segunda Guerra Mundial.

Ainda em 1948 escreveu um roteiro para cinema O Terceiro Homem, que foi transformado em livro, em 1950. De suas viagens a Cuba resultou na obra Nosso Homem em Havana (1958). Sua orientação política tendeu sempre para a esquerda, e no final da vida criticava o imperialismo norte-americano, e apoiava Fidel Castro.

Em suas últimas obras, Graham Greene já não fazia tanta distinção entre obras divertidas e sérias, em The Comedians (1966) e The Human Factor (1978), ele mescla os dois estilos. Nesses últimos livros o papel do catolicismo decresceu, em relação aos seus primeiros livros.

Características da obra de Graham Greene

Toda a obra de Graham Greene é permeada por personagens atormentados por crises morais e existenciais, presos em meio ao pecado e em uma realidade que desafia a colocação em prática do idealismo religioso.

Sua marca pessoal era narrar histórias de suspense, mistério e drama, desenvolvidas em cima de uma meditação sublime sobre pecados.

Graham Greene escreveu também vários livros de contos, peças teatrais, livros infantis, ensaios e quatro livros autobiográficos: A Sort of Life (1971), Ways of Escape (1980), Getting to Know the General (1984) e A World of My Own (1992), esse último, publicado postumamente. Muitos de seus romances foram adaptados para o cinema e para a televisão.

Graham Greene faleceu em Vevey, Suíça, no dia 3 de abril de 1991.

Veja também as biografias de:
  • C. S. Lewis (1898-1963) foi um escritor, professor e crítico literário britân...
  • Arthur Conan Doyle (1859-1903) foi um escritor e médico britânico, autor das...
  • Joseph Conrad (1857-1924) foi um escritor britânico, mais conhecido pelas obr...
  • Kazuo Ishiguro (1954) é um escritor nipo-britânico, vencedor do Prêmio Nobel...
  • Joseph John Thomson (1856-1940) foi um físico britânico. Descobriu o elétron...
  • Winston Churchill (1874-1965) foi político britânico. Foi Ministro da Guerra...
  • Anthony Giddens (1938) é um sociólogo, conferencista e professor britânico, r...
  • Elton John (1947) é um cantor, compositor, pianista e produtor inglês, um dos...
  • Bertrand Russell (1872-1970) foi o mais influente filósofo britânico do sécul...
  • Ringo Starr (1940) é um músico britânico, cantor, compositor, ator e diretor,...

Última atualização: 25/06/2019

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.