Leônidas

Futebolista brasileiro

Biografia de Leônidas

Leônidas (1913-2004) foi um futebolista e técnico brasileiro. Foi o inventor do chute "bicicleta". Recebeu o apelido de "Diamante Negro". Foi tetracampeão carioca pelo Botafogo em 1935. Foi pentacampeão paulista pelo São Paulo. Atuou em duas Copas do Mundo, a de 1934 e 1938.

Leônidas da Silva (1913-2004) nasceu em São Cristovão, Rio de janeiro, no dia 06 de setembro de 1913. Começou sua carreira em 1923 no infantil do São Cristovão. Em 1929 foi transferido para o Sírio Libanês Futebol Clube. Em 1931 passou a atuar no Bonsucesso, onde ficou durante um ano. Foi convocado diversas vezes para a Seleção Carioca, onde em 1931, conquistou o Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais.

No dia 24 de abril de 1932, jogando pelo Bonsuucesso, fez pela primeira vez sua jogada o gol "bicicleta", que depois foi copiado por outros jogadores. Leônidas admitiu ter visto o jogador Petronilho de Brito dar bicicletas antes dele e segundo registros oficiais em 1914 o chileno Ramón Unzaga já executava o lance.

Em 1933 foi jogar no Uruguai pelo Peñarol, onde ajudou o clube a conquistar o vice campeonato. No ano seguinte o Vasco da Gama traz o jogador de volta ao Brasil. Nesse ano o Vasco foi campeão carioca. Em 1934 foi convocado para a Copa do Mundo na Itália, onde marcou o único gol do Brasil, na competição. Em 1935 passou a jogar pelo Botafogo, onde conquistou o bicampeonato carioca em 1939. Nesse mesmo ano foi para o Flamengo, onde conquistou o tricampeonato estadual. Foi o primeiro jogador negro a jogar pelo Flamengo. Em 1938 foi novamente convocado para a Copa do Mundo na França, onde foi artilheiro com oito gols.

Leônidas, já veterano, em 1942 foi para o São Paulo por uma fortuna para a época (200 contos de réis) e por causa de sua idade avançada foi criticado pelos torcedores rivais que diziam que o tricolor paulista havia adquirido "um bonde velho de 200 contos" até que em um jogo em pleno Pacaembu contra o Palestra Itália (atual Palmeiras) o craque deu sua resposta marcando um gol de bicicleta e calando de vez os adversários. Foi cinco vezes campeão paulista.

Em cada time que passou, Leônidas se tornou ídolo e artilheiro, fez 406 gol em sua carreira. Recebeu o apelido de "Diamante", do jornalista francês Raymond Thourmagen, da revista Paris Match, Foi depois homenageado pela fábrica de chocolate Lacta com o nome de um chocolate "Diamante Negro".

Em 1951, abandonou os campos. Foi técnico do São Paulo e comentarista esportivo. Em 1974, acometido do Mal de Alzheimer, foi internado numa casa para idosos. Foi casado com Albertina Santos, que o acompanhou até a sua morte.

Leônidas da Silva faleceu em Cotia, São Paulo, no dia 24 de janeiro de 2004.

Veja também as biografias de:
  • Juninho Pernambucano (1975) é um futebolista brasileiro. Conquistou títulos e...
  • Arthur Friedenreich (1892-1969) ex-futebolista brasileiro. Foi o primeiro gra...
  • Didi (1928-2001) foi futebolista brasileiro. Bicampeão Mundial pela Seleção B...
  • Zizinho (1921-2002) foi um futebolista brasileiro. Um dos mais destacados jog...
  • Eusébio (1942-2014) foi um futebolista português, um dos maiores jogadores da...
  • Monteiro Lobato (1882-1948) foi escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pic...
  • Romero Britto (1963) é um famoso pintor brasileiro. Radicado em Miami, nos EU...
  • Vinicius de Moraes (1913-1980) foi um poeta e compositor brasileiro. "Garota...
  • Mauricio de Sousa (1935) é um cartunista e empresário brasileiro. Criou a "Tu...
  • Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) foi um poeta brasileiro. "No meio do C...

Última atualização: 06/09/2017

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.