Leucipo

Filósofo grego

Biografia de Leucipo

Leucipo foi um filósofo grego, pré-socrático, o primeiro a afirmar que todo o universo era feito de átomos, abandonando a interferência divina na explicação do princípio de todas as coisas.

Leucipo nasceu na segunda metade do século V a. C., porém não se conhece o ano de seu nascimento. Da vida de Leucipo se conhece muito pouco. Não se sabe o lugar de seu nascimento, pode ser Mileto, Abdera ou Eleia. Apesar de existir registros de dúvidas a respeito de sua existência e de tudo que pregou, alguns filósofos como Epicuro, negam que Leucipo tenha existido. Porém, Aristóteles e Teofrasto afirmam que Leucipo foi o verdadeiro criador da teoria atomista.

Durante a juventude, Leucipo teria vivido em Eleia, onde seguiu as tendências da escola eleática e foi discípulo de Zenão que explicava a teoria da imobilidade ou imutabilidade do ser. Depois, Leucipo viveu em Abdera, onde fundou a escola atomista, fato que explica algumas semelhanças entre a doutrina atomista e a eleática.

O Atomismo

Segundo Aristóteles (384-322 a. C.), Leucipo formulou as primeiras doutrinas atomistas, que teriam sido desenvolvidas por seu discípulo Demócrito e, posteriormente reelaboradas por Epicuro e os seguidores do epicurismo como Lucrécio. Segundo os testemunhos de Aristóteles, a filosofia de Leucipo contém todas as ideias fundamentais que configuram o atomismo.

O atomismo pregava a existência do mundo como um grande sistema cósmico. Como doutrina, o atomismo se desenvolveu no final do período cosmológico da filosofia grega, antes que a figura central de Sócrates abordasse o ser humano como o centro da reflexão, iniciando o período antropológico. De fato, o atomismo representa a última tentativa de se dar uma resposta ao problema do princípio (a arché) de todas as coisas.

Os primeiros filósofos, classificados de pré-socráticos, desde a escola jônica (Tales, Anaximandro, Anaximenes, Heráclito), a escola itálica (Pitágoras) a eleática (Xenófanes, Parmênides, Zenão) e a escola atomista (Leucipo e Demócrito), se preocupavam com a elaboração de uma cosmologia, na medida em que procuravam a racionalidade do universo, e não mais de uma explicação baseada em relatos míticos. Cada filósofo descobre um fundamento, uma unidade que possa explicar a multiplicidade, como a água, o ar, o fogo, a terra etc.

Os atomistas viram tal princípio no átomo, explicando que o universo estava constituído por um inacabável número de partículas, os átomos, não perceptíveis por sua diminuta proporção. A grande parte dos escritos desses filósofos desapareceu com o tempo, restando alguns fragmentos ou referências feitas por outros filósofos posteriores. Esses filósofos escreviam em prosa, abandonando a forma poética característica das epopeias dos relatos míticos. A tradição atribui a Leucipo a autoria de um único livro intitulado “A Grande Ordem do Mundo”.

Leucipo teria falecido em Abdera, no século IV, provavelmente em 370 a. C.

Veja também as biografias de:
  • Aristóteles (384-322 a.C) foi um importante filósofo grego. Um dos pensadores...
  • Tales de Mileto (624 a.C.–558 a.C.) foi um filósofo, matemático e astrônomo g...
  • Sócrates (470 a.C.- 399 a.C.) foi um filósofo grego. “Conhece-te a ti mesmo”...
  • Epicuro (341 a.C - 271 a.C) foi um filósofo da Grécia Antiga, o fundador do E...
  • Heráclito (540 a.C. – 470 a.C.) foi um filósofo pré-socrático da Ásia Menor...
  • Anaxímenes (585 a.C-524 a.C.) foi um filósofo grego, do período pré-socrático...
  • Demócrito (460 a.C. - 370 a.C.) foi um filósofo grego, classificado como pré-...
  • Anaximandro (610 a.C. – 546 a.C.) foi um filósofo grego, pré-socrático. Acred...
  • Empédocles (495 a.C-430 a.C.) foi um filósofo grego pré-socrático. Afirmava q...
  • Parmênides (510 – 445 a. C.) foi um filósofo grego da Antiguidade, o primeiro...

Última atualização: 30/01/2018