Maria Elena Walsh

Poetisa argentina

Biografia de Maria Elena Walsh

Maria Elena Walsh (1930-2011) foi uma poetisa, escritora, cantora, compositora e dramaturga argentina, que renovou o modo de escrever poesia para crianças e ficou conhecida principalmente por seus livros infantis e suas canções.

Maria Elena Walsh (1930-2011) nasceu em Ramos Mejía, na Grande Buenos Aires, Argentina, no dia 1 de janeiro de 1930. Filha de Enrique Walsh, neto de ingleses, que tocava piano e de Lucia Elena Monsalvo, filha de pai argentino e mão espanhola. Com 12 anos ingressou na Escola de Belas Artes. Com 15 anos de idade publicou seu primeiro poema na revista El Hogar, intitulado “Elegia” e ilustrado pela amiga de escola Elba Fábregas. A partir de então, escreveu para os jornais La Nacion, Clarim e La Razón.

Em 1947, com 17 anos, após a morte de seu pai, Maria Elena pulicou seu primeiro livro “Otoño Imperdonable” que recebeu o segundo lugar no Prêmio Municipal de Poesia. O que chamou a atenção do mundo literário hispano-americano. Em 1948, após terminar seus estudos secundários, recebeu o convite do poeta espanhol Juan Ramón Jiménez para estudar nos Estados Unidos, onde permaneceu durante seis meses, um período que mais tarde descreveu como uma experiência complexa onde recebia pouca consideração por suas necessidades.

De volta a Buenos Aires, Maria Elena passou a frequentar os círculos literários e intelectuais e escrever ensaios para diversas publicações. Em 1951 publicou seu segundo livro: “Baladas com Ángel”, publicado no mesmo volume com “Argumento del Enamorado” do jovem escritor Ángel Bonomini, seu namorado na época.

Em 1952, foi convidada pela cantora Leda Valladares para uma viagem à Europa, e fixaram residência em Paris, onde juntas começaram a cantar canções folclóricas de tradição oral da região andina da Argentina. Se apresentando em cafés e boates, logo assinaram contrato com o famoso cabaré Crazy Horse. Nessa época gravaram seu primeiro disco “Chants d’Argentina” (1955).

Em 1956, Maria Elena começou a criar poemas, canções e personagens para o público infantil. Nesse mesmo ano, retornou para a Argentina e junto com Leda iniciam uma turnê pelo Nordeste do país. Em 1957 lançaram os discos: “Entre Valles y Quebradas” (vol.1) e “Entre Valles y Quebradas” (vol.2), ambos muito bem recebidos pela crítica e público. Em 1958, foi convidada para escrever roteiro para programas infantis para a televisão, entre eles se destacou: “Buenos Dias Pinky”. Em 1963 Maria e Leda gravaram o disco “Navidad para los Chicos” e em seguida seguiram carreiras distintas.

Durante sua carreira, Maria Elena lançou mais de 20 discos e publicou mais de 50 livros. Ficou famosa especialmente por suas obras infantis e personagens, entre elas: “Manuelita la Tortuga” e os livros: “Tutú Marambá” (1960), “El Reino del Revés” (1965), “Zoo Loco” (1965), “Dailan Kifki” (1966), Cuentos de Gulubú” (1966) e “Aire Libre” (1976).

Maria Elena Walsh faleceu em Buenos Aires, Argentina, no dia 10 de janeiro de 2011.

Veja também as biografias de:
  • Emilia Ferreiro (1936) é uma psicóloga, pesquisadora e escritora argentina, r...
  • Eva Perón (1919-1952) foi primeira-dama da Argentina durante o primeiro manda...
  • Cecília Meireles (1901-1964) foi poetisa, professora, jornalista e pintora br...
  • Cora Coralina (1889-1985) foi uma poetisa e contista brasileira. Publicou seu...
  • Florbela Espanca (1894-1930) foi uma poetisa portuguesa, autora de sonetos e...
  • Sophia de Mello Breyner Andresen (1919-2004) foi uma das mais importantes poe...
  • Gabriela Mistral (1889-1957) foi uma poetisa, educadora e diplomata chilena,...
  • Helena Kolody (1912-2004) foi uma poetisa brasileira, considerada uma das mai...
  • Alice Ruiz (1946) é uma poetisa e compositora brasileira. Com mais de 20 livr...

Última atualização: 24/03/2017

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.