Guilherme Marconi

Cientista italiano

Biografia de Guilherme Marconi

Guilherme Marconi (1874-1937) foi cientista italiano. Inventou o telégrafo sem fio. Recebeu o Prêmio Nobel de Física. Foi membro do Conselho Nacional de Pesquisa da Itália e doutor honoris causa de quinze universidades pelo mundo.

Guilherme Marconi (1874-1937) nasceu em Bolonha, Itália, no dia 25 de abril de 1874. Ainda nos tempos da escola, fizera no sótão da Vila Marconi um laboratório, onde experimentava o funcionamento de acumuladores, campainhas etc. Sua paixão pela eletricidade o fazia ler e reler as obras de Hertz sobre ondas magnéticas.

O telégrafo sem fio

As primeiras mensagens telegráficas, transmitidas do jardim para o sótão, e vice versa, através de ondas eletromagnéticas, chegavam bem ao receptor. Essa conquista animou Marconi a ultrapassar os portões da vila. Enviou impulsos a centenas de metros, pelo sistema antena-terra.

Marconi levou seu invento ao Governo italiano mas, esse não lhe deu importância. Tentou então na Inglaterra, onde o British Post Office o acolheu com entusiasmo.

Depois de ter patenteado suas invenções, encantou os ingleses com a transmissão de mensagens a mais de 15 km de distância, através do canal de Bristol. Além da antena usou balões e pipas adaptadas.

O governo italiano reconhecendo seu valor, convida-o a instalar uma estação transmissora no arsenal de La Spezia. Em Londres já se organizava a Marconi's Wireless Telegraph Company Limited, para explorar as patentes de Marconi.

A primeira grande ação do telégrafo sem fio foi o salvamento da tripulação do navio East Goodwin. Atingido por outro navio em março de 1899, o East Goodwin comunicou o acidente ao farol de South Foreland, na costa inglesa, equipado para receber a mensagem. O socorro chegou a tempo, e os que duvidavam de seu invento ficaram sem argumento.

Em 1903, já havia uma transmissão de noticiário entre os Estados Unidos e a Inglaterra para o jornal Time de Londres. Esse ano foi registrada a famosa patente 7.777, sobre seu aperfeiçoamento na sintonização de aparelhos transmissores e receptores.

Tudo que se registrava nos aparelhos eram ponto, traço, ponto, traço, sinais de Morse. O inventor não parou suas pesquisas, enquanto Fleming inventava a válvula eletrônica, essa era a peça que faltava para Marconi transformar a radiotelegrafia em radiotelefonia.

Podia agora variar as frequências das ondas eletromagnéticas de modo a fazê-las entrar em correspondência com as variações das radiofrequências, ganhando o perfil de ondas sonora.

Em 1919, a bordo do Elettra, ancorado em Gênova, transmitiu um discurso a eletrotécnicos australianos reunidos em um congresso em Sydney, Austrália.

No fim, com aparelhos especiais, acendeu três mil lâmpadas da prefeitura de Sydney, a 17.000 km de distância. O navio ficou conhecido como o "navio dos milagres" e, a partir de 1920, as transmissões viraram rotina.

Prêmio Nobel de Física

Em 1909 Marconi recebeu o Prêmio Nobel de Física e foi nomeado senador pelo rei italiano. Foi nomeado Membro do Conselho Nacional de Pesquisa da Itália e Doutor Honoris Causa de quinze universidades pelo mundo.

Guilherme Marcomi faleceu em Roma, Itália, no dia 20 de junho de 1937.

Veja também as biografias de:
  • Isaac Newton (1643-1727) foi um cientista inglês. Descobriu a Lei da Gravitaç...
  • Marie Curie (1867-1934) foi uma cientista polonesa. Descobriu e isolou os ele...
  • Antoine Lavoisier (1743-1794) foi um cientista francês. Autor da frase "Na na...
  • Louis Pasteur (1822-1895) foi um cientista, químico e bacteriologista francês...
  • John Dalton (1766-1844) foi um químico, meteorologista e físico inglês, um do...
  • Claudio Ptolomeu Cláudio Ptolomeu (90-168) foi um cientista grego. Suas ideias sobre o Univers...
  • Benjamin Franklin (1706-1790) foi diplomata, escritor, jornalista, filósofo e...
  • Leonhard Euler (1707-1783) foi um importante matemático e cientista suíço, fo...
  • Alexander Graham Bell (1847-1922) foi um cientista escocês, inventor do telef...
  • Carl Sagan (1934-1996) foi um cientista, astrônomo e escritor norte-americano...

Última atualização: 29/10/2019

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.