Louis Pasteur

Cientista francês

Biografia de Louis Pasteur

Louis Pasteur (1822-1895) foi um cientista, químico e bacteriologista francês que revolucionou os métodos de combate às infecções. Entre outros trabalhos, estudou a fermentação do vinho e da cerveja, descobriu o processo de “pasteurização” do leite e criou a vacina contra a hidrofobia ou “raiva”.

Louis Pasteur nasceu em Dole, na região Leste da França, no dia 27 de dezembro de 1822. Seu pai servia como sargento do exército francês e depois de deixar o exército, se estabeleceu com um curtume.

Infância e formação

Logo depois do nascimento de Louis, a família se mudou para Arbois, região próxima a Dole. Com 15 anos o jovem dedicou-se a pintar retratos. Muitos dos seus quadros decoram o Instituto Pasteur de Paris.

Ao terminar seus estudos secundários, Pasteur foi admitido na sessão científica da Escola Normal Superior, instituição para formação de professores em Paris. Retardou sua entrada por um ano, pois não se achava preparado.

Pasteur foi para Paris e depois de algum tempo regressou para junto de sua família. Continuou seus estudos no Colégio Real da pequena Besançon, situada próxima a Arbois.

Completou o curso de Letras em 1840, e logo concluiu o bacharelato, mas o cargo de professor de colégio não era exatamente o que pretendia. Resolveu retornar aos estudos.

Foi outra vez a Paris, a fim de se especializar em Física e Química na Escola Normal Superior. Em seguida, passou a trabalhar como assistente do químico Antoine Jerôme Balard.

Carreira de professor

Em 1848, com apenas 26 anos, apesar dos protestos do professor Balard e outros membros da Academia de Ciências, Pasteur é nomeado para ensinar Física Elementar numa escola secundária de Dijon.

No ano seguinte, foi nomeado professor de Química da Universidade de Estrasburgo. Nesse mesmo ano Pasteur casa-se com Marie Laurent, filha do reitor da universidade.

Em 1854, com apenas 32 anos, Pasteur deixa Estrasburgo para assumir a cadeira de Química da Universidade Lille.

Pesquisas e descobertas

Louis Pasteur realizou diversas pesquisas e descobertas. Enquanto era estudante começou seus estudos ópticos de cristais do ácido tartárico que foram levados à Academia Francesa de Ciências.

Realizou estudos na indústria vinícola, e como resultado desenvolveu a teoria da fermentação como consequência da ação de micróbios, trabalho que foi apresentado a Societé de Sciences de Lille.

Pasteurização

Ao pesquisar as alterações do vinho e da cerveja, descobriu que o vinho se transforma em vinagre sob a ação do fermento Mycoderma aceti. Para evitar a degeneração, criou o processo chamado pasteurização.

A pasteurização consiste em aquecer o líquido a 55º C, temperatura letal para a maioria dos microrganismos encontrados, mas na qual se mantêm as propriedades da bebida.

O processo de pasteurização passou a ser usado para a conservação do leite, da cerveja e de outras substancia, tornando-se de fundamental importância para a indústria de alimentos e bebidas fermentadas.

Outras descobertas

Nos últimos anos de pesquisas, convencido de que as moléstias infecciosas deviam ser provocadas por micróbios, em 1881 viu a confirmação de sua teoria isolando o micróbio de uma doença bovina - o carbúnculo.

Descobriu os agentes da pebrina, doença do bicho-da-seda que causava grandes prejuízos na lavoura.

Pasteur identificou a bactéria estafilococo como causadora da osteomielite e dos furúnculos, e a estreptococo causador da infecção pleural.

Vacinas

Louis Pasteur produziu duas vacinas essenciais para proteger o homem de agentes patogênicos. Em 6 de julho de 1885 aplicou pela primeira vez sua vacina contra a hidrofobia “raiva”, salvando um menino de 9 anos. E a vacina contra a cólera das galinhas.

O cientista fez carreira acadêmica brilhante Foi membro da Academia de Medicina, da Academia Francesa e da Academia de Ciências.

Em 1888 viu seu sonho ser realizado com a inauguração do centro de pesquisas inteiramente dedicado ao estudo de doenças infecciosas – o “Instituto Pasteur de Paris”, que se tornou um dos mais importantes centros mundiais de pesquisa.

Louis Pasteur faleceu em Marnes-la-Coquette, na França, no dia 28 de setembro de 1895. 

Veja também as biografias de:
  • Antoine Lavoisier (1743-1794) foi um cientista francês. Autor da frase "Na na...
  • André-Marie Ampère (1775-1836) foi um importante físico, cientista e matemáti...
  • Isaac Newton (1643-1727) foi um cientista inglês. Descobriu a Lei da Gravitaç...
  • Marie Curie (1867-1934) foi uma cientista polonesa. Descobriu e isolou os ele...
  • John Dalton (1766-1844) foi um químico, meteorologista e físico inglês, um do...
  • Claudio Ptolomeu Cláudio Ptolomeu (90-168) foi um cientista grego. Suas ideias sobre o Univers...
  • Guilherme Marconi (1874-1937) foi cientista italiano. Inventou o telégrafo se...
  • Benjamin Franklin (1706-1790) foi diplomata, escritor, jornalista, filósofo e...
  • Leonhard Euler (1707-1783) foi um importante matemático e cientista suíço, fo...
  • Alexander Graham Bell (1847-1922) foi um cientista escocês, inventor do telef...

Última atualização: 19/07/2019

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.