André-Marie Ampère

Físico, cientista e matemático francês

Biografia de André-Marie Ampère

André-Marie Ampère (1775-1836) foi um importante físico, cientista e matemático francês. Em sua homenagem, a unidade de intensidade da corrente elétrica recebeu seu nome - o ampere.

André- Marie Ampère (1775-1836) nasceu em Lyon, França, no dia 20 de janeiro de 1775. Filho de um intelectual e comerciante do subúrbio de Lyon, muito novo, antes de ler e escrever, André já resolvia problemas aritméticos. Logo cedo entrou em contato com o os clássicos gregos e latinos. Com doze anos já dominava o latim para ler as obras de matemáticos famosos e resolvia complexos problemas de álgebra e geometria.

Com 18 anos, André entrou em profundo desespero ao ver a morte de seu pai decapitado pela guilhotina, no período de terror que se seguiu à Revolução Francesa, sem a prévia formalidade do julgamento. Durante um ano nada fazia além de vaguear, perdido e desolado. Ao recuperar-se do choque. Deu-se conta da necessidade de ganhar a vida.

André-Marie Ampere continuou seus estudos regulares e mantinha aulas particulares de matemática, línguas e ciências. Em 1799 casou-se com Julie Carron e em 1800 teve seu filho Jean Jacques Ampère, que mais tarde se tornou escritor, historiador e membro da Academia Francesa. Em 1803 morre sua esposa. Para fugir da tristeza, mergulha na vida científica.

Nesse mesmo ano, publicou um artigo sobre a teoria matemática dos jogos de azar. Nesse artigo resolvera problemas que há muito intrigava os matemáticos. A obra o levou a tornar-se conhecido no mundo científico-matemático. Foi nomeado professor de Matemática na escola secundária de Lyon, onde permaneceu durante dois anos.
Em 1805 foi nomeado instrutor de matemática da Escola Politécnica de Paris. Em 1809 foi eleito para a cadeira de Matemática e Mecânica na mesma instituição. Publicou artigos científicos sobre diversos assuntos, entre eles, cálculo e química, Óptica e Zoologia. Foi eleito para o Instituto de Artes e Ciências.

Em 1823, André-Marie Ampère apresentou à Academia de Ciências de Paris, o resultado de suas primeiras pesquisas sobre eletricidade e magnetismo. Ele realizou uma experiência na qual colocou paralelamente um ao outro, dois condutores (bastões metálicos). Um condutor ficava suspenso sobre o gume de facas e equilibrado de maneira tal que se movia com muita facilidade. O outro condutor ficava rigidamente mantido em seu lugar. Quando ele ligava ambos os condutores e baterias voltaicas, o condutor móvel se aproximava do fixo, ou dele se afastava, conforme o sentido da corrente em cada um deles. Quando as correntes tinham o mesmo sentido, os condutores se atraíam mutuamente. Quando tinham sentidos opostos, os condutores se repeliam.

Em 1823 Ampère publicou seu famoso trabalho sobre magnetismo e eletricidade. Nessa obra inseriu, além da experiência, a explicação de que o magnetismo em um imã permanente é devido à eletricidade molecular. Pela importância do trabalho de Ampère, posteriormente os cientistas deram seu nome à unidade de intensidade da corrente elétrica – o “ampere”.

André-Marie Ampère faleceu em Marselha, França, no dia 10 de junho de 1836.

Veja também as biografias de:
  • Leonhard Euler (1707-1783) foi um importante matemático e cientista suíço, fo...
  • Marvin Minsky (1927-2016) foi cientista da computação e matemático norte-amer...
  • Torricelli (1608-1647) foi um físico e matemático italiano. Inventou o barôme...
  • James Clerk Maxwell (1831-1879) foi um físico e matemático escocês. Estabelec...
  • Georg Simon Ohm (1787-1854) foi um físico e matemático alemão que definiu o n...
  • Antoine Lavoisier (1743-1794) foi um cientista francês. Autor da frase "Na na...
  • Louis Pasteur (1822-1895) foi um cientista, químico e bacteriologista francês...
  • René Descartes (1596-1650) foi um filósofo, físico e matemático francês. Auto...
  • Charles Augustin de Coulomb (1736-1806) foi um físico francês. Formulou a Lei...
  • Pierre Simon Laplace (1749-1827) foi matemático, astrônomo e físico francês...

Última atualização: 30/05/2016

Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.