Georg Simon Ohm

Físico e matemático alemão
Por Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora

Biografia de Georg Simon Ohm

Georg Simon Ohm (1787-1854) foi um físico e matemático alemão que definiu o novo conceito de resistência elétrica. Sua formulação matemática é conhecida como "Lei de Ohm".

Georg Simon Ohm nasceu em Erlangen, na Baviera, no Sudeste da Alemanha, no dia 16 de março de 1787. Seu pai, Johann Ohm, foi serralheiro e armeiro, como também seu avó, mas depois de perambular pela Alemanha e França exercendo o ofício, quebrou a sucessão voltando-se para o estudo da Ciência e da Matemática.

Formação

Georg e seu irmão Martin foram incentivados pelo pai a estudar Matemática e aos 18 anos concluíram a universidade local. George tornou-se professor na cidade de Gottstadt, no cantão suíço de Berna, continuou seus estudos e doutorou-se em Matemática em 1811.

Ao tentar incorporar-se ao exército que se opunha a Napoleão, atendeu aos apelos do pai e continuou como professor. Aos 30 anos entrou para o corpo docente do Colégio Jesuíta de Colônia, Alemanha, como professor de Matemática e física.

Lei de Ohm

Em 1827, com 40 anos de idade, Georg Ohm publicou um trabalho intitulado: “Medidas Matemáticas de Correntes Elétricas”, referente a correntes estacionárias e combina as três quantidades básicas consideradas em um circuito:

  • a força eletromotriz total E
  • a intensidade I da corrente (quantidade que flui na unidade de tempo)
  • a resistência total R do circuito, que compreende a resistência interna do gerador elétrico.

Ohm demonstrou que, em um circuito, a corrente é diretamente proporcional à força eletromotriz total do circuito e inversamente proporcional à resistência total do mesmo: I=E/R ou E=RI.

A lei indica a perda ou queda ôhmica de potencial, perda de calor ou de diferença de potencial produzida pela passagem de corrente elétrica por uma resistência. Essa perda é representada por V=RI.

Em vez de encontrar o reconhecimento que achava justo, o trabalho foi simplesmente ignorado na época. Os que leram não entenderam e acharam que não havia nenhuma contribuição para a Ciência e a Matemática.

O professor que esperava uma promoção como resultado de sua publicação, entrou com uma discussão no Ministério da Cultura e acabou perdendo o emprego.

O artigo, que definiu um novo conceito de resistência elétrica, foi despercebido na época. Nele, Ohm relatava suas experiências com diferentes espessuras e comprimentos de fios e as descobertas das relações matemáticas envolvendo essas dimensões as grandezas elétricas. Inicialmente verificou que a intensidade da corrente era diretamente proporcional à área da seção do fio e inversamente proporcional ao seu comprimento.

Georg Simon Ohm conseguiu formular um enunciado que envolvia além dessas grandezas a diferença de potencial:

“A intensidade da corrente elétrica que percorre um circuito aumenta proporcionalmente ao aumento da força eletromotriz e decresce proporcionalmente ao aumento da resistência”.

É quase a expressão de uma lei universal – quanto maior o trabalho a realizar, maior o esforço que temos de fazer para realizá-lo. Sua formulação matemática é conhecida como Lei de Ohm.

Depois de deixar o emprego, Georg Simon Ohn teve grande dificuldade para manter-se e achar alunos. Sua formulação recebeu críticas porque tentou explicar os fenômenos com base numa teoria sobre o fluxo do calor. Depois de seis anos, Ohm conseguiu voltar ao magistério na Escola Politécnica de Nuremberg.

Reconhecimento

Em 1841, embora ainda não houvesse obtido amplo reconhecimento na Alemanha, encontrou-o na Inglaterra ao receber da Sociedade Real de Londres a medalha Copley. Em 1849, foi nomeado professor da Universidade de Munique.

Após sua morte, na reunião do Congresso Internacional de Engenheiros Eletricistas em Paris, em 1881, decidiu-se dar o nome de Ohm à unidade de resistência elétrica. O alemão foi quem demonstrou a relação entre as três grandes unidades de eletricidade, o ampère, o volt e o ohm.

Georg Simon Ohm faleceu em Munique, na Alemanha, no dia 6 de julho de 1854.

Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora
É bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e professora do ensino fundamental.
Veja também as biografias de:
  • Torricelli (1608-1647) foi um físico e matemático italiano. Inventou o barôme...
  • James Clerk Maxwell (1831-1879) foi um físico e matemático escocês. Estabelec...
  • André-Marie Ampère (1775-1836) foi um importante físico, cientista e matemáti...
  • Carl Friedrich Gauss (1777-1855) foi um importante matemático, físico e astrô...
  • Johannes Kepler (1571-1630) foi um importante matemático e astrônomo alemão...
  • Albert Einstein (1879-1955) foi um físico e matemático alemão. Entrou para o r...
  • Daniel Gabriel Fahrenheit (1686-1736) foi um físico alemão, o inventor do ter...
  • Max Planck (1858-1947) foi um físico alemão. Considerado o criador da teoria...
  • Pitágoras (582 - 497 a.C.) foi um matemático e filósofo grego. Autor do Teore...
  • Bhaskara (1114-1185) foi um matemático, astrólogo, astrônomo e professor indi...