René Descartes

Filósofo e matemático francês

Biografia de René Descartes

René Descartes (1596 - 1650) foi um filósofo, físico e matemático francês. Autor da frase: "Penso, logo existo". É considerado o criador do pensamento cartesiano, sistema filosófico que deu origem à Filosofia Moderna. Sua preocupação era com a ordem e a clareza. Propôs fazer uma filosofia que nunca acreditasse no falso, que fosse fundamentada única e exclusivamente na verdade. Uma nova visão da natureza anulava o significado moral e religioso dos fenômenos naturais. Determinava que a ciência deveria ser prática e não especulativa.

René du Perron Descartes nasceu em La Hayne, antiga província de Touraine, hoje Descartes, na França, no dia 31 de março de 1596. Filho de Joachim Descartes, advogado e juiz, proprietário de terras, com o título de escudeiro, primeiro grau de nobreza. Era também conselheiro no Parlamento de Rennes na vizinha cidade de Bretanha.

René Descartes estudou no Colégio Jesuíta Royal Henry - Le Grand, que era estabelecido no castelo De La Flèche, doado aos jesuítas pelo rei Henrique IV. Na época o colégio mais prestigiado da França, com o objetivo de treinar as melhores mentes. Em 1615, formou-se em Direito pela Universidade de Poitiers, mas não exerceu o Direito. Decepcionado com o ensino, afirmava que só a matemática demonstra aquilo que afirma.

Em 1617, René Descarte ingressou no exército do príncipe Maurício de Nassau, na Holanda. Estabeleceu contato com as descobertas recentes da Matemática estudando com o cientista holandês Isaac Beeckman. Aos 22 anos, começa a formular sua "geometria analítica" e seu "método de raciocinar corretamente". Rompeu com a filosofia de Aristóteles, adotada nas academias e, em 1619, propõe uma ciência unitária e universal, lançando as bases do método científico moderno.

Descartes tomou parte da Guerra dos Trinta Anos, combatendo sob as ordens de Tilly na Batalha do Monte Branco, em 1621. Regressou depois à França, onde empreendeu viagens pela Itália, Holanda e Espanha. De 1629 a 1649 permaneceu nos Países-Baixos.

René Descartes realizou diversos trabalhos na área da filosofia, ciências e matemática. Relacionou a álgebra com a geometria, fato que fez surgir a geometria analítica e o sistema de coordenadas, conhecido hoje como “Plano Cartesiano”. Aperfeiçoou a álgebra, sugerindo notações mais simples, fez diversas descobertas no terreno da física e criou a teoria das refrações da luz através das lentes.

Pensamento Cartesiano

René Descartes fundou o sistema filosófico denominado “Racionalismo” ou “Pensamento Cartesiano” (o termo vem de Cartesius, nome alatinado de Descartes). Segundo ele, se o homem pretende investigar a verdade, deve examinar seu próprio intelecto. O conhecimento é o mesmo para todos os objetos. O universo espiritual, contem o universo cognitivo da coisa em si. Descartes parte do ponto de vista, de que a vida se deve duvidar por princípio, de todas as opiniões recebidas. O fundamento de que parte não é outro senão a autoconsciência.

O Discurso Sobre o Método

A principal obra de Descartes, "O Discurso Sobre o Método", é um tratado matemático e filosófico, publicado na França em 1637 e traduzida para o latim em 1656, na qual apresenta o seu método de raciocínio, "Penso, logo existo", base de toda a sua filosofia e do futuro "racionalismo científico". Nessa obra expõe quatro regras para se chegar ao conhecimento:

  • Nada é verdadeiro até que venha a ser reconhecido como tal.
  • Os problemas precisam ser analisados e resolvidos sistematicamente.
  • As considerações devem partir do mais simples para o mais complexo.
  • O processo deve ser revisto do começo ao fim para que nada importante seja omitido.

René Descartes foi considerado o pai do racionalismo e ao mesmo tempo, o fundador da moderna metodologia da ciência em sentido crítico. Em 1649, foi convidado para trabalhar como instrutor da rainha Cristina na Suécia, já com uma saúde frágil. 

René Descartes faleceu em Estocolmo, na Suécia, no dia 11 de fevereiro de 1650.

Frases de René Descartes:

  • Penso, logo existo.
  • Não é suficiente ter uma boa mente: o principal é usá-la bem.
  • Não existem métodos fáceis para resolver problemas difíceis.
  • Viver sem filosofar é o que se chama ter os olhos fechados sem nunca os haver tentado abri.
  • Para examinar a verdade, é necessário, uma vez na vida, colocar todas as coisas em dúvida o máximo possível.

René Descartes faleceu em Estocolmo, na Suécia, no dia 11 de fevereiro de 1650.

Obras de René Descartes

  • Regras Para Orientação do Espírito, 1628
  • O Discurso Sobre o Método, 1637
  • Geometria, 1637
  • Meditações Sobre a Filosofia Primeira, 1641
  • Princípios da Filosofia, 1644
  • As paixões da Alma, 1649
Veja também as biografias de:
  • Gottfried Leibniz (1646-1716) foi um filósofo e matemático alemão, criador da...
  • André-Marie Ampère (1775-1836) foi um importante físico, cientista e matemáti...
  • Pierre Simon Laplace (1749-1827) foi matemático, astrônomo e físico francês...
  • Auguste Comte (1798-1857) foi filósofo francês. Considerado o fundador do pos...
  • Michel Foucault (1926-1984) foi um filósofo que exerceu grande influência sob...
  • Voltaire (1694-1778) foi um filósofo e escritor francês, um dos grandes repre...
  • Blaise Pascal (1623-1662) foi um filósofo e físico francês, criador da Teoria...
  • John Stuart Mill (1806-1873) foi um filósofo inglês, um dos mais influentes p...
  • Pedro Abelardo (1079-1142) foi um filósofo escolástico francês, considerado u...
  • Pierre Bayle (1647-1706) foi um filósofo cético e escritor francês, pai da to...

Última atualização: 12/09/2018