Benjamin Franklin

Cientista e diplomata americano

Biografia de Benjamin Franklin

Benjamin Franklin (1706-1790) foi um diplomata, escritor, jornalista, filósofo político e cientista norte-americano. Assinou três documentos principais na criação dos Estados Unidos: a "Declaração da Independência", o "Tratado de Paz" e a "Constituição". Fundou na Filadélfia uma Academia que mais tarde se transformou na Universidade da Pensilvânia. Como cientista, investigou e interpretou o fenômeno elétrico da carga positiva e negativa, estudo que levou mais tarde à invenção do para-raios.

Infância

Benjamin Franklin nasceu em Boston, na colônia de Massachusetts, no dia 17 de janeiro de 1706. Filho de um fabricante de sabão aprendeu a ler sozinho e com oito anos foi para a escola. Com dez anos de idade foi obrigado a deixar os estudos para trabalhar com o pai. Com 12 anos foi trabalhar na oficina gráfica de seu irmão James que publicava o semanário “The New England Courant”. Franklin queria escrever para o jornal, mas quando percebeu que o irmão não o levava a sério, apresentou artigos com o pseudônimo de Slilence Dogwood. Quando James descobriu a autoria começaram os desentendimentos entre os irmãos.

Tipógrafo e Jornalista

Com 17 anos, decidido a seguir seu próprio caminho, Benjamin Franklin mudou-se para Filadélfia onde logo passou a trabalhar como impressor. Nas horas vagas, dedicava-se ao estudo das letras e das ciências. Em 1729 tornou-se proprietário de uma oficina gráfica e iniciou a publicação do jornal “The Pennsylvania Gazette”, que seria mais tarde o Saturday Evening Post. Em 1732, com o pseudônimo Richard Saunders, inicia a publicação de um almanaque intitulado “Poor Richard”, uma coletânea de anedotas e provérbios populares. Ambos tiveram grande êxito e deram renome ao editor. Vendia tão bem, que mais tarde, Franklin pode montar tipografias em outras das 13 colônias americanas.

Filadélfia - Cidade Líder das Colônias

A influência e os benefícios de Benjamin Franklin transformaram a Filadélfia na cidade líder das colônias inglesas. Em 1731, com 25 anos, fundou a primeira biblioteca circulante dos Estados Unidos. Criou o Corpo de Bombeiros em Filadélfia e contribuiu para a formação da primeira companhia norte-americana de seguros contra fogo. Em 1740 ajudou a fundar a Academia da Pensilvânia, que mais tarde se transformou na Universidade da Pensilvânia.

Invenções de Benjamin Franklin

Em 1748, com 42 anos de idade, Benjamin Franklin já acumulara tamanha fortuna que se retirou dos negócios. Autodidata, Benjamin Franklin nunca deixou de estudar e aprendeu diversas línguas, tocava vários instrumentos e se dedicava às ciências. Já em 1737 escrevera sobre terremotos. Em 1741 inventa um aparelho de aquecimento dos lares. A partir do afastamento concentra sua atividade em pesquisas científicas. Em 1752, através de diversos experimentos em eletricidade, inventa o “para-raios”. Criou termos técnicos que ainda hoje são usados, como "bateria" e "condensador". Criou também as "lentes bifocais".

Política

Depois de ser nomeado para Diretor dos Correios nas Colônias, e ter introduzido o sistema de correio pago Benjamin Franklin representou a Pensilvânia no Congresso de Albany e apresentou um plano de união das colônias inglesas. Em 1757 foi enviado à Inglaterra para solucionar a disputa entre a Assembleia da Pensilvânia e a coroa britânica. Lá, tornou-se conhecido por seu espírito conciliatório, só retornando em 1762. Voltou a Londres em 1766, como embaixador das colônias. Em março de 1775, convencido de que a guerra pela independência era iminente, retornou a Filadélfia. Designado delegado no II Congresso Continental fez parte com Thomas Jefferson e Samuel Adams, do comitê que redigiu e assinou a “Declaração de Independência” (1776).

Nesse mesmo ano, Benjamin Franklin partiu para a França em busca de ajuda, e foi recebido como personalidade eminente nos círculos parisienses. Em 1783 assinou o "Tratado de Paz", que resultou em uma aliança entre os dois países. De volta a Filadélfia em 1785, foi recebido com entusiasmo pelos concidadãos e eleito presidente da Pensilvânia. Foi um dos delegados da convenção que elaborou a Constituição Americana, assinada em 1787. Tentou em vão abolir a escravatura.

Benjamin Franklin faleceu na Filadélfia, Estados Unidos, no dia 17 de abril de 1790.

Obras de Benjamin Franklin

  • Experiências e Observações Sobre Eletricidade (1751)
  • Autobiografia (publicada postumamente, em 1791)

Frases de Benjamin Franklin

  • “Deus ajuda os que se ajudam a si mesmos.”
  • “Deitar cedo e acordar cedo tornam o homem sadio, rico e sábio.”
  • “Nunca deixes para amanhã o que podes fazer hoje”.

Curiosidade

Em 1847, quando os Estados Unidos imprimiram seus primeiros selos postais, nele gravaram a esfinge de Benjamin Franklin, como tributo a suas contribuições ao sistema postal do país,

Veja também as biografias de:
  • Carl Sagan (1934-1996) foi um cientista, astrônomo e escritor norte-americano...
  • Marvin Minsky (1927-2016) foi cientista da computação e matemático norte-amer...
  • Barão do Rio Branco (1845-1912) foi diplomata, advogado, geógrafo e historiad...
  • Alexandre de Gusmão (1695-1753) foi diplomata português. De nacionalidade bra...
  • Isaac Newton (1643-1727) foi um cientista inglês. Descobriu a Lei da Gravitaç...
  • Marie Curie (1867-1934) foi uma cientista polonesa. Descobriu e isolou os ele...
  • Antoine Lavoisier (1743-1794) foi um cientista francês. Autor da frase "Na na...
  • Louis Pasteur (1822-1895) foi um cientista, químico e bacteriologista francês...
  • Claudio Ptolomeu Cláudio Ptolomeu (90-168) foi um cientista grego. Suas ideias sobre o Univers...
  • John Dalton (1766-1844) foi um químico, meteorologista e físico inglês, um do...

Última atualização: 17/09/2018