John Dalton

Cientista inglês

Biografia de John Dalton

John Dalton (1766-1844) foi um químico, meteorologista e físico inglês, um dos mais destacados cientistas do mundo. Descobriu a anomalia da visão das cores, conhecida como daltonismo, e foi o fundador da teoria atômica que revolucionou a química moderna.

John Dalton (1766-1844) nasceu em Eaglesfield, Inglaterra, no dia 6 de setembro de 1766. Filho de um pobre tecelão estudou na Quaker’s School de Eaglesfield, onde ganhou a reputação de ser um gênio matemático. Com 12 anos, conseguiu autorização para substituir seu professor John Fletcher. Nessa época, também mostrava interesse pela meteorologia. Fabricava seus próprios instrumentos meteorológicos. Começou uma série de observações escritas que resultou em um grande número observações sobre o tempo.

Em 1781, com 15 anos, transferiu-se para Kendal, onde lecionou em uma escola fundada por seu primo George Bewley. Passou doze anos ensinando Matemática e Ciência e continuou se dedicando ao estudo do tempo. Em 1793, Dalton partiu para Manchester estabelecendo-se ai definitivamente. Tornou-se professor de Matemática, Física, e Química no New College. Trabalhos sobre física, química, gramática, linguística e observações meteorológicas. Foi convidado para membro da Sociedade Literária e Filosófica de Manchester.

Em 1794, depois de realizar numerosas observações sobre certas peculiaridades da visão, Dalton descreveu o fenômeno da cegueira congênita para as cores, que se verifica em alguns indivíduos. O próprio Dalton apresentava essa anomalia.  A mais comum forma de daltonismo é a que se caracteriza pela impossibilidade de se distinguir entre o vermelho e o verde. Suas observações sobre o fenômeno foram publicadas no livro “Fatos Extraordinários Relativos à Visão das Cores” (1794).

John Dalton deixou a Universidade de Manchester para dedicar-se ao estudo científico. Dava aulas particulares para manter-se e usava o resto do tempo para estudar o ar que o envolvia. Foi sistemático no estudo da atmosfera que o levou à teoria atômica da matemática. Colheu centenas de amostras de ar de vários lugares da Inglaterra, de cimos, de montanhas e de vales, da cidade e do campo. Observou que todos os gases tinham mais ou menos a mesma composição. Em laboratório descobriu que um gás consiste em pequeníssimas partículas separadas uma das outras por grandes distâncias.

John Dalton definiu a Química e a análise química. “Tudo o que a Química pode fazer, é separar partículas umas das outras, ou juntá-las entre si”. Essas partículas eram para ele as porções indestrutíveis da matéria, que formavam todas as substâncias. Foi Dalton quem obteve o peso relativo das partículas finais, chamada hoje de peso atômico. Dalton percebeu que poderia usar os pesos atômicos para prever quanto de cada substância seria necessário para formar um composto.

A teoria atômica de Dalton encerra as seguintes ideias: todas as substâncias são constituídas de pequenas partículas indivisíveis chamadas átomos. Os átomos dos diferentes elementos têm diferentes propriedades, mas todos os átomos do mesmo elemento são exatamente iguais. Nas alterações químicas o átomo participa como um todo. Os átomos não se alteram quando formam compostos químicos. Eles não podem ser criados nem destruídos. Para explicar a combinação de seus “simples”, desenhou pequenos círculos com diferentes símbolos centrais para o átomo de cada elemento.

Sua teoria atômica foi aceita pelos demais cientistas. Foi eleito para a Academia de Ciências da França, tendo sido recebido com honras em Paris. Em 1826, ganhou a medalha da Sociedade Real da Inglaterra. Recebeu um grau honorário da Universidade de Oxford.

John Dalton faleceu em Manchester, Inglaterra, no dia 27 de Julho de 1844.

Veja também as biografias de:
  • Isaac Newton (1643-1727) foi um cientista inglês. Descobriu a Lei da Gravitaç...
  • Marie Curie (1867-1934) foi uma cientista polonesa. Descobriu e isolou os ele...
  • Antoine Lavoisier (1743-1794) foi um cientista francês. Autor da frase "Na na...
  • Louis Pasteur (1822-1895) foi um cientista, químico e bacteriologista francês...
  • Claudio Ptolomeu Cláudio Ptolomeu (90-168) foi um cientista grego. Suas ideias sobre o Univers...
  • Guilherme Marconi (1874-1937) foi cientista italiano. Inventou o telégrafo se...
  • Benjamin Franklin (1706-1790) foi diplomata, escritor, jornalista, filósofo e...
  • Leonhard Euler (1707-1783) foi um importante matemático e cientista suíço, fo...
  • Alexander Graham Bell (1847-1922) foi um cientista escocês, inventor do telef...
  • Carl Sagan (1934-1996) foi um cientista, astrônomo e escritor norte-americano...

Última atualização: 02/05/2018

Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.