Alexandre de Gusmão

Foi diplomata português
Por Dilva Frazão

Biografia de Alexandre de Gusmão

Alexandre de Gusmão (1695-1753) foi diplomata português. De nacionalidade brasileira, serviu ao rei Dom João V. Foi secretário da Embaixada Portuguesa em Paris. Foi designado para o Conselho Ultramarino. Foi também secretário particular do rei.

Alexandre de Gusmão (1695-1753) nasceu em Santos, São Paulo, no ano de 1695. Filho do negociante e médico Francisco Lourenço Rodrigues e de Maria Álvares. Ainda menino foi para Cachoeira, Bahia, estudar com os jesuítas, no Colégio Belém, na escola onde já estudava seu irmão Bartolomeu. Ambos adotaram o sobrenome do diretor do colégio, Gusmão. Eram doze irmãos, oito entraram para a vida religiosa.

Alexandre transferiu-se para o Colégio das Artes, onde durante três anos aprendeu latim, lógica, metafísica, ética, retórica e filosofia, enquanto Bartolomeu tornou-se padre e seguiu para Lisboa. Em 1710, Alexandre vai encontrar seu irmão. Passa a conviver com os fidalgos da corte, chegando a tornar-se amigo do rei Dom João V.

Em 1715 o rei nomeia Dom Luís Manuel da Câmara para embaixador em Paris. Alexandre de Gusmão é escolhido como secretário da Embaixada. Ingressa na Universidade de Sorbonne, no curso de Direito Civil. Em 1719, já formado, volta a Portugal. Torna-se professor na Universidade de Coimbra. Escreve poesias, ingressando no mundo literário.

Em 1720 integra a delegação portuguesa que faria negociações em Cambray, na França. Em seguida foi para Roma, onde permaneceu por sete anos como embaixador de Portugal junto à Santa Sé. Pela sua eficiência, foi convidado pelo Papa Inocêncio XIII para incorporar-se à sua corte com o título de Príncipe Romano. Alegando ter de pedir licença a seu rei, declinou do convite.

Alexandre não esquecia sua origem colonial, em 1734, foi o encarregado dos despachos da Secretaria de Estado para o Brasil. Tomou medidas para promover o povoamento e a defesa das fronteiras, além de propor formas mais favoráveis para arrecadação de impostos. Em 1742, é designado para o Conselho Ultramarino, cargo que sempre ambicionara.

Em 1740, foi nomeado secretário particular do rei. Era ele praticamente quem dirigia a política externa de Portugal. Em 1743, já com 48 anos, casa-se com Dona Isabel Teixeira Chaves. Do casamento nasceram dois filhos, Viriato e Trajano.

Nos séculos XVI e XVII, os limites portugueses e espanhóis nas Américas não estavam bem definidos e as lutas eram contínuas. A princípio Alexandre se empenhou em resolver as disputas que se desenrolavam no sul do Brasil, na Colônia do Sacramento.

Em julho de 1750 morre Dom João V. Gusmão foi logo afastado do governo pelo novo monarca, Dom José I.

Alexandre de Gusmão morreu em Lisboa, no dia 31 de dezembro de 1753.

Última atualização: 20/04/2018

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Barão do Rio Branco (1845-1912) foi diplomata, advogado, geógrafo e historiad...
  • Sérgio Vieira de Mello (1948-2003) foi um diplomata brasileiro, Alto Comissár...
  • Benjamin Franklin (1706-1790) foi diplomata, escritor, jornalista, filósofo e...
  • Friedrich Nietzsche Friedrich Nietzsche (1844-1900) foi um filósofo e escritor alemão de grande i...
  • Luís XVI da França (1754-1793) foi rei da França e duque de Berry. Foi o últi...
  • Maria I da Inglaterra (1516-1558) foi a primeira rainha da Inglaterra a reina...
  • Luís XIV (1638-1715) foi rei da França entre 1643 e 1715 um período de ouro d...
  • Dario I (550-478 a.C.) foi rei da Pérsia. Venceu os caldeus e os babilônicos,...
  • São Lucas foi um dos quatro evangelistas. É o autor do terceiro evangelho  e...
  • Santa Ana foi a mãe da Virgem Maria e avó de Jesus Cristo. As primeiras refer...