Nicette Bruno

Atriz brasileira
Por Dilva Frazão

Biografia de Nicette Bruno

Nicette Bruno (1933-2020) é uma atriz brasileira. Integrou diversas companhias de teatro do país, recebendo vários prêmios de Melhor Atriz. Junto com Paulo Goulart formava um dos casais mais queridos da televisão brasileira.

Nicette Bruno, nome artístico de Nicette Xavier Miessa, nasceu em Niterói, Rio de Janeiro, no dia 7 de janeiro de 1933. Filha única de Sinésio Campos Xavier e da atriz Eleonor Bruno, cresceu em uma família de artistas.

Ainda menina, começou a se dedicar às artes. Com 4 anos declamava e cantava. Com 5 anos iniciou o estudou de piano no Conservatório Nacional e já se apresentava na Rádio Guanabara. Com seis anos ingressou no curso de balé no teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Início da carreira

Com 11 anos, Nicette entrou para o grupo de teatro da Associação Cristã dos Moços. Com 12 anos interpretou seu primeiro papel profissional, como Julieta, na peça Romeu e Julieta, apresentada no Teatro Universitário (TU).

Com 14 anos se profissionalizou ao ser contrata pela Companhia Dulcina-Odilon, da atriz Dulcina de Morais.

Sua estreia se deu interpretando Ordelha, na peça “A Filha de Iório”, em 1947, que lhe valeu a medalha de ouro de Atriz Revelação pela Associação Brasileira de Críticos Teatrais (ABCT).

Ainda na adolescência, Nicette Bruno atuou em diversas peças, entre elas: “Dias Felizes”, “3200 Metros de Altitude”, “Já é de Manhã no Mar”, todas com Maria Jacintha, no Teatro de Arte, em 1947.

 Em 1946 atuou em “O Anjo Negro”, de Nelson Rodrigues e “O Sorriso de Gioconda”, em 1949, de Aldous Huxley.

Em 1950, com 17 anos, Nicette fundou o “Teatro de Alumínio”, na Praça das Bandeiras, em São Paulo, no edifício sede do futuro “Teatro Íntimo Nicette Bruno (TINB)”, companhia criada em 1953.

Nicette e Paulo Goulart

Em 1952, durante a peça “Senhorita Minha Mãe”, Nicette conheceu o ator Paulo Goulart, com quem se casou dois anos depois, no dia 26 de fevereiro de 1954, na Igreja de Santa Cecília, em São Paulo.

A festa do casamento foi realizada no Teatro Íntimo, criado um ano antes. Nicette e Paulo tiveram três filhos, que seguiram a mesma carreira dos pais: Bárbara Bruno, Beth Goulart e Paulo Goulart Filho.

nizette bruno

Teatro

Nicette e Paulo inauguraram o TINB com a peça “Ingênua Até Certo Tempo”, de Hugh Herbert, com direção de Armando Couto. Em 1958 atuou na premiada criação de Aparecida, na peça “Pedro Mico”, de Antônio Calado.

Atuou também em “Os Amantes”, em    , de Samuel Rawer, em “Paixão da Terra”, em    , de Heloísa Maranhão e em “Zefa Entre os Homens” (1962), dirigida por Ziembinski, um marco em sua carreira.

Nesse mesmo ano, Nicette e Paulo foram convidados por Cláudio Corrêa e Castro para desenvolverem atividades na Escola de Teatro do Guaíra, em Curitiba, quando participaram da fase áurea do Teatro de Comédias do Paraná.

Nessa época, os atores produziram diversas montagens, entre elas: “Um Elefante no Caos” (1963), de Millôr Fernandes e a “A Megera Domada” (1964), de William Shakespeare, e “O Santo Milagroso” (1965).

Entre outras peças em que Nicette atuou, destacam-se: O Prisioneiro da Segunda Avenida (1974), Mãos ao Alto, São Paulo! (1980, Enfim Sós (1994) Crimes Delicados (2000), O Homem Inesperado (2006), Perdas e Ganhos (2014) e Quarta Feira Sem Falta Lá em Casa (2020).

Cinema

Paralelamente ao teatro, Nicette atuou no cinema e na televisão. Sua primeira atuação no cinema foi em “Querida Susana" (1947), sob a direção de Alberto Pieralisi.

Nicette atuou também nos filmes: Canto da Saudade (1952), Esquina da Ilusão (1953), A Marcha (1972), Vila Isabel (1998), Seja o Que Deus Quiser (2002), A Casa das Horas (2010) e Doidas e Santas (2016).

Televisão

Em 1959, Nicette Bruno iniciou sua carreira na televisão, interpretando a personagem título do seriado ao vivo “Dona Jandira em Busca da Felicidade”.

Em 1967, atuou em sua primeira novela, "Os Fantoches", de Ivani Ribeiro, na TV Excélsior. Em seguida vieram: A Muralha (1968), Meu Pé de Laranja Lima (1970), Como Salvar Meu Casamento (1979), Selva de Pedra (1986) e Rainha da Sucata (1990).

Entre 2001 e 2004 encarnou o papel de Dona Benta, na segunda versão do “Sítio do Pica-pau Amarelo”.

Continuou atuando de inúmeras novelas, entre elas: Alma Gêmea (2005), As Brasileiras (2012), Salve Jorge (2012), Joia Rara (2013), I Love Paraisópolis (2015), Pega Pega (2017), Órfãos da Terra (2019).

Em 2014, depois de 60 anos de casados Paulo Goulart faleceu em decorrência de um câncer. Nesse mesmo ano, a atriz atuou no monólogo "Perdas e Ganhos", dirigido por Bete Goulart, uma homenagem a Paulo Goulart.

nizette bruno
Nicette Bruno e Glória Piris

Em 2020, a TV Globo levou ao ar uma adaptação da novela "Éramos Seis", que foi apresentada pela TV Tupi, em 1977 quando Nicette interpretou Lola. Na nova versão, Nicette ganhou uma participação especial interpretando a madre Joana, uma freira de um asilo em São Paulo.

Morte

No dia 26 de novembro de 2020, com 87 anos, Nicette foi internada na Casa de Saúde São José, com a Covid-19.

Em decorrência das complicações da doença, Nicette Bruno faleceu no dia 20 de dezembro de 2020, no Rio de Janeiro. O corpo da atriz foi cremado e as cinzas foram levadas para o cemitério da Consolação, em São Paulo, no mesmo local onde foi enterrado Paulo Goulart.

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Leila Diniz (1945-1972) foi uma atriz brasileira. Estrela do cinema, artista...
  • Regina Duarte (1947) é atriz brasileira, considerada uma das mais bem sucedid...
  • Ísis Valverde (1987) é uma atriz brasileira, atuante em várias novelas, entre...
  • Juliana Paes (1979) é uma atriz e modelo brasileira. É considerada um símbolo...
  • Cacilda Becker (1921-1969) foi atriz brasileira. Teve grande destaque no teat...
  • Isabelle Drummond (1994) é uma atriz brasileira. Interpretou a Emília no seri...
  • Susana Vieira (1939) é uma atriz brasileira conhecida por papéis de destaque...
  • Adriana Esteves (1969) é uma atriz brasileira, conhecida por sua atuação em d...
  • Regina Casé (1954) é atriz, comediante e apresentadora brasileira. Recebeu o...
  • Sophia Abrahão (1991) é uma atriz e cantora brasileira, cujo maior destaque f...