Drauzio Varella

Médico brasileiro
Por Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora

Biografia de Drauzio Varella

Drauzio Varella (1943) é um médico cancerologista, pesquisador e escritor brasileiro. Tornou-se conhecido pelas campanhas que fez contra o tabagismo e por ser o pioneiro na divulgação dos meios de prevenção à AIDS.

Antônio Drauzio Varella nasceu em São Paulo, no dia 3 de maio de 1943. Filho do contador José Varella e neto de imigrantes espanhóis da Galícia, ficou órfão de mãe aos 4 anos de idade.

Passou sua infância no bairro do Brás e com o esforço do pai, chegou à universidade se classificando em segundo lugar no vestibular da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Em 1962 começou a dar aulas no cursinho 9 de Julho. Em 1965, no terceiro ano da faculdade, junto com João Carlos di Genio, fundou o Cursinho Objetivo, onde ensinou química durante muitos anos.

Carreira médica

No início dos anos 70, Drauzio começou a trabalhar na área de moléstias infecciosas, com o professor Vicente Amato Neto, no Hospital do Servidor Público de São Paulo.

Em 1985, já com uma vasta experiência no setor de imunologia, Drauzio Varela participou de um congresso sobre a AIDS realizado na Suécia. Na volta, publicou um artigo sobre a nova doença no jornal O Estado de S. Paulo.

No ano seguinte, sob a orientação do jornalista Fernando Vieira de Melo, Drauzio Varela começou uma campanha através da Jovem Pan e depois na 89 FM de São Paulo, para esclarecer a população sobre as formas de prevenção da AIDS.

A partir de outubro de 2000, Drauzio fez sua primeira aparição no programa Fantástico da TV Globo, dando início a uma série sobre várias questões de saúde pública, como obesidade, gravidez, diabetes, transplante etc.

Com a série “Brasil Sem Cigarro”, por ter sido fumante durante 19 anos e por ter perdido um irmão para um câncer de pulmão, Drauzio tornou-se o maior porta-voz da luta contra o tabagismo.

Drauzio foi o pioneiro na pesquisa e tratamento do sarcoma de Kaposi, tipo de câncer geralmente desenvolvido a partir da AIDS.

Em 1989, Drauzio Varella desenvolveu pesquisas sobre a disseminação do HIV entre a população carcerária da Casa de Detenção do Carandiru, onde foi médico voluntário.

A experiência gerou um livro, "Estação Carandiru" (2000), que recebeu o prêmio Jabuti e foi adaptado para o cinema, em 2003, pelo cineasta Hector Babenco.

Apoiado pela Universidade Paulista e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, Drauzio coordena um projeto na Amazônia, na região do Baixo Rio Negro, para análise de plantas brasileiras, buscando obter extratos para testes experimentais em células tumorais malignas e bactérias resistentes a antibióticos.

Em 2004, em uma de suas viagens à região, Drauzio contraiu Febre amarela, que quase o levou à morte. Esse fato foi relatado no livro “O Médico Doente”, publicado em 2007.

Drauzio que foi diretor do Serviço de Câncer do Hospital do Ipiranga, entre os anos de 1990 a 1992, e durante 20 anos dirigiu o serviço de imunologia do Hospital do Câncer de São Paulo, divide-se hoje entre o hospital Sírio-Libanês, seu consultório e com a publicações de textos em seus canais na internet.

Vida Pessoal

Em 1981, Drauzio Varela conheceu a atriz Regina Braga, quando procurou o Museu de Arte Moderna para fazer um curso de teatro, desde então, Drauzio e Regina estão juntos.

Durante 11 anos, Drauzio viveu com sua primeira esposa, com quem teve duas filhas, Marian, tradutora, e Letícia, médica.

Livros publicados

  • Estação Carandiru (1999, Prêmio Jabuti)
  • Macacos (2000)
  • Florestas do Rio Negro (2001)
  • Nas Ruas do Brás (2002, Prêmio na Feira Internacional do Livro em Bolonha, na Itália)
  • De Braços para o Alto (2002)
  • Por Um Fio (2004)
  • O Médico Doente (2007)
  • Correr (2015, um relato de suas experiências correndo em diversas maratonas pelo mundo)
  • Prisioneiras (2017, sua experiência como médico voluntário da Penitenciária Feminina da capital de São Paulo)
Dilva Frazão
É bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e professora do ensino fundamental.
Veja também as biografias de:
  • Carlos Chagas (1879-1934) foi um médico sanitarista e pesquisador brasileiro...
  • Adolfo Lutz (1855-1940) foi médico brasileiro, especialista em medicina tropi...
  • Manuel de Abreu (1894-1962) foi um médico brasileiro. Inventor da abreugrafia...
  • Emílio Ribas (1862-1925) foi um médico sanitarista brasileiro. Trabalhou no c...
  • Zerbini (Euryclidis de Jesus ,1912-1993) foi um médico brasile...
  • Ulisses Pernambucano (1892-1943) foi um médico brasileiro. Dedicou-se à psiqu...
  • Osvaldo Cruz (1872-1917) foi um médico brasileiro. Sanitarista, bacteriologis...
  • Vital Brazil (1865-1950) foi um médico, sanitarista e pesquisador brasileiro...
  • Josué de Castro (1908-1974) foi um médico, pesquisador e professor brasileiro...
  • Pedro Nava (1903-1984) foi um médico, escritor, poeta e memorialista brasilei...