Elisa Lucinda

Artista brasileira.
Por Laura Aidar
Formada em Comunicação

Biografia de Elisa Lucinda

Elisa Lucinda é uma multiartista brasileira. Atriz, cantora, escritora e poetisa, Elisa é uma personalidade relevante no cenário cultural brasileiro.

Vida pessoal

Nascida em Cariacica, no Espírito Santo, em 2 de fevereiro de 1958, Elisa Lucinda Campos Gomes teve apoio e incentivo familiar para exercer sua criatividade.

A família era de classe médio e o seu pai era um professor de português, o que fez com a menina se interessasse por poesia ainda na infância e fizesse aulas de declamação de poesia aos 10 anos. 

Se formou como jornalista na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e chegou a exercer a profissão nos anos 80.

Carreira e atuação social

Em 1986 Elisa Lucinda decide ir para o Rio de Janeiro buscando uma transição de carreira. Ela se torna atriz e trabalha em peças teatrais, filmes, novelas e minisséries.

Elisa atuou pela primeira vez na televisão em 1989, na novela Kananga do Japão, na Rede Manchete. Depois fez mais duas novelas nessa rede e foi para o SBT.

Posteriormente, na década de 90 migrou para a Rede Globo, onde estreou na emissora no programa Você Decide.

Na Globo fez inúmeros trabalhos, principalmente nas novelas assinadas por Manuel Carlos.

Além de atriz, Elisa se envolveu intensamente com a escrita, sobretudo a poesia. Seu primeiro livro foi publicado de forma independente em 1992 e recebeu o título de Lua que menstrua.

Em 1995 publicou O Semelhante pela editora Record. Era um livro de poemas e deu origem a uma peça teatral de mesmo nome. A partir de então publicou mais de dez obras literárias.

Elisa Lucinda também atua como cantora e fez parcerias com nomes importantes da música brasileira.

Em 2021 foi indicada na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante pelo trabalho O pai de Rita no Festival do Rio. Um ano ante, em 2020 também foi indicada como Melhor Atriz Coadjuvante no Festival de Gramado, ocasião em que recebeu o Prêmio Especial do Juri pelo conjunto de sua obra.

Elisa também tem uma atuação relevante na área socioeducativa. No final dos anos 90 criou a Casa Poema, entidade que realiza um trabalho expressivo capacitando pessoas através da poesia.

Obras literárias

Título Edição/Ano Observações
A Lua que menstrua Produção independente/1992 -
Sósia dos sonhos Produção independente -
O Semelhante Ed. Record - 1ª edição/1995 -
Eu te amo e suas estreias Ed. Record/1999 -
A Menina Transparente Ed. Salamandra Prêmio Altamente Recomendável, da FNLIJ
Coleção Amigo Oculto - "O órfão famoso" - 2002; "Lili, a rainha das escolhas" - 2002; "O menino inesperado" - 2002; "A Dona da Festa" - 2011
50 Poemas Escolhidos pelo Autor Edições Galo Branco/2004 -
Contos de Vista Ed. Global/2005 Primeiro livro de contos da autora
A Fúria da Beleza Ed. Record/2006 Primeiro livro de adultos para colorir
A Poesia do encontro – Elisa Lucinda e Rubem Alves Ed. Papirus/2008 -
Parem de falar mal da rotina Ed. Leya – Lua de papel/2010 -
Fernando Pessoa, o Cavaleiro de Nada Ed. Record/2014 Finalista do Prêmio São Paulo de Literatura de 2015, com prefácio do escritor moçambicano Mia Couto
Vozes Guardadas Ed. Record/2016 -
Livro do avesso, O pensamento de Edite Ed. Malê/2019 -

Trabalhos na televisão

Ano Título
1989 Kananga do Japão
1990 Escrava Anastácia
1990 Mãe de Santo
1995 Sangue do Meu Sangue
1997 Você Decide
1998 Mulher
2003 Mulheres Apaixonadas
2006 Páginas da Vida
2007 Faça Sua História
2009 Viver a Vida
2011 Insensato Coração
2012 Aquele Beijo
2013 Lado a Lado
2014 Tromba Trem
2017 Tempo de Amar
2021 Desjuntados
2021 Manhãs de Setembro
2022 Não Foi Minha Culpa
2023 Vai na Fé

Trabalhos no cinema

Ano Título
1988 Referência
1990 Barrela
1994 A Causa Secreta[58]
1997 O Testamento do Senhor Napumoceno
2001 A Morte da Mulata
2002 Seja o que Deus Quiser
2003 As Alegres Comadres
2003 Gregório de Matos
2008 Maré, Nossa História de Amor
2012 A Última Estação
2016 Mulheres no Poder
2018 Talvez uma História de Amor
2019 Alfazema
2020 Atrás da Sombra
2020 Por que Você Não Chora?
2021 Vagalumes
2022 Tromba Trem: O Filme
2022 O Pai da Rita

Peças teatrais

  • A Hora Agá
  • Pode Café
  • O Mar não tá pra Preto
  • Há uma na Madrugada
  • Coisa de Mulher
  • Sem Telefone mas com Fio
  • Te Pego pela Palavra
  • Aviso da Lua que menstrua
  • Dona da Frase
  • Luz do Só
  • Sósias dos Sonhos
  • O Semelhante
  • Capixabaéchique
  • Euteamo
  • Semelhante
  • Parem de Falar Mal da Rotina
  • A Fúria da Beleza
  • A Natureza do Olhar
  • A paixão Segundo Adélia Prado
  • L, O Musical

*Foto de Elisa Lucinda de autoria de 26° Prêmio da Música Brasileira.

Laura Aidar
Formada em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design.
Veja também as biografias de:
  • Lélia Gonzalez foi uma importante intelectual e ativista brasileira. Consider...
  • Prince (1958-2016) foi um importante artista da música norte-americana. Atuou...
  • Elke Maravilha foi uma atriz, modelo e apresentadora alemã que viveu e fez ca...
  • Lili Elbe  foi uma artista transexual dinamarquesa que viveu no início do sécu...
  • Arnaldo Antunes (1960) é um celebrado músico, cantor e artista plástico brasi...
  • Lygia Clark (1920-1988) foi uma pintora e escultora brasileira. Abdicou do ró...
  • Adriana Varejão (1964) é uma reconhecida e premiada artista plástica brasilei...
  • Angela Davis  é uma militante, ativista e professora negra norte-americana que...
  • Harriet Tubman foi uma líder negra abolicionista norte-americana muito import...
  • Larissa Manoela (2000) é uma atriz, cantora, modelo, digital influencer e esc...