Elizabeth I

Rainha da Inglaterra e da Irlanda

Biografia de Elizabeth I

Elizabeth I (1533-1603) foi rainha da Inglaterra de 1558 até 1603, ano de sua morte. Durante seu reinado a Inglaterra tornou-se o principal centro financeiro da Europa

Elizabeth I nasceu no Palácio de Placentia, em Greewich, no sudeste de Londres, Inglaterra, no dia 7 de setembro de 1533. Filha de Henrique VIII, rei da Inglaterra e de sua segunda esposa Ana Bolena. Quando tinha três anos, começaram a correr boatos de que a rainha traía o rei. E por ordem dele a rainha foi decapitada.

Elizabeth teve retirados os seus direitos ao trono. Passou a infância e a juventude fora da corte, dedicada inteiramente aos estudos. Teve aulas de línguas, música e dança. Em 1544, o Parlamento decidiu devolver seus direitos e a princesa voltou para a corte. Em 1547, o rei morre e seu meio irmão, Eduardo VI, filho de Jane Seymour a terceira esposa de Henrique VIII assume o trono. Elizabeth estava com 13 anos.

O novo rei, Eduardo VI tinha apenas 10 anos e por isso o governo ficou sob a regência de Somerset (até 1549) e de Warwick (de 1549 a 1553). Em 1553 o jovem rei morre prematuramente e abre o trono para Maria Tudor, filha de Henrique VII e sua primeira mulher Catarina de Aragão. Com o reinado de Maria I, o catolicismo é restaurado e as leis contra a Igreja instauradas por Henrique VIII são revogadas pelo Parlamento. Os heréticos são perseguidos e o número de execuções é tão grande que a rainha recebe o cognome de "A Sanguinária".

Em 1558, Maria I morre e Elizabeth I sobe ao trono. Com 25 anos é coroada Rainha da Inglaterra. Logo restabelece a estrutura anglicana para a Igreja. Em 1562 restaura o Ato de supremacia, que estabelece o soberano como chefe da Igreja Anglicana. . Em 1563, o novo corpo eclesiástico define os 39 pontos básicos do anglicanismo. A ressurreição do anglicanismo é aplaudida por muitos nobres que reconquistam as terras confiscadas pela Igreja de Roma. Oito anos depois, a rainha é excomungada pela Igreja Católica.

Querida e respeitada, Elizabeth começa sua obra de engrandecimento da Inglaterra. A rainha centraliza o poder, fazendo-se representar em todas as partes do reino por xerifes e juízes de paz. Raramente convoca o Parlamento, tomando para si todas as decisões. Estabelece, em plenitude o absolutismo.

Mantém uma política econômica mercantilista, intervindo na economia privada. Nessa época surgem as indústrias da construção naval, do ferro, do estanho, do chumbo e do enxofre etc. Em 1564, autoriza os mercadores aventureiros a transacionarem com os Países-Baixos e a Alemanha. E dá diretos à Companhia da Rússia para estender suas atividades comerciais através de Moscou até a Pérsia. Em 1559, a rainha cria a Bolsa de Londres e concede monopólio para a exploração comercial das colônias.

Em 1600, funda a Companhia das Índias Orientais para comerciar com todas as terras a leste do Cabo Frio. Os navegantes procuram a passagem de ligação entre a América e a Ásia. Na América, funda a cidade de Virgínia. Os mares ainda são dominados pela Espanha, a grande rival econômica da Inglaterra. Quando a Marinha inglesa vence a Espanha, os caminhos para o comércio ficam desobstruídos. Elizabeth viu a Inglaterra ser dona dos mares e da economia da Europa.

Elizabeth I faleceu no Palácio de Placentina, Greenwich, Inglaterra, no dia 24 de março de 1603, sem deixar descendentes diretos.

Veja também as biografias de:
  • Elizabeth II (1926) é a Rainha da Inglaterra. Em 2012, comemorou o Jubileu de...
  • Rainha Vitória (1819-1901) foi rainha da Inglaterra e Irlanda. Foi Imperatriz...
  • Ana Bolena (1501-1533) foi a segunda esposa de Henrique VIII, rei da Inglater...
  • Henrique VIII (1491-1547) foi rei da Inglaterra, o segundo da dinastia Tudor...
  • Ricardo I (1157-1199), também conhecido como Ricardo Coração de Leão, por sua...
  • Catarina de Médici (1519-1589) foi uma rainha francesa, casada com o rei Henr...
  • Maria Antonieta (1755-1793) foi arquiduquesa da Áustria e rainha consorte da...
  • Cleópatra (69 a.C.-30 a.C.) foi a última rainha do Egito. Pertencente à dinas...
  • Carlota Joaquina (1775-1830) foi Rainha Consorte de Portugal, esposa do Rei D...

Última atualização: 15/07/2017