Henrique II da Inglaterra

Rei da Inglaterra

Biografia de Henrique II da Inglaterra

Henrique II da Inglaterra (1133-1189) foi rei da Inglaterra entre 1154 e 1189. Em seu reinado fortaleceu o poder real e limitou a autoridade da nobreza e da igreja.

Henrique II nasceu em Le Mans, França, no dia 5 de março de 1133. Filho do Conde De Anjou, Godofredo V de Anjou e de Matilde da Inglaterra, fiPrimeiros Anos de Reinadolha do rei Henrique I da Inglaterra, da casa da Normandia. Godofredo V deu o nome de "Plantageneta" à casa real, também conhecida como "Angevina", nome derivado do título de Conde de Anjou.

Após a morte de Henrique I, em 1135, que não tinha outros filhos legítimos, sua filha Matilde reivindicou a coroa, mas o trono acabou sendo tomado por seu primo Estevão de Blois, resultando em um período de guerra civil, conhecida como “A Anarquia”. Nesse período, Henrique II recebeu os títulos de Duque da Normandia em 1150, e de Conde de Anjou em 1151, antes de ser coroado rei da Inglaterra. 

Primeiros Anos do Reinado

Após a morte de Estevão, Henrique II é reconhecido como herdeiro do trono e é coroado no dia 19 de dezembro de 1154. Por Herança do pai, o rei adquiriu o controle sobre a Inglaterra, sobre o ducado da Normandia, os condados de Maine e Anjou e o enorme ducado de Aquitânia, que Henrique II recebera como dote, por seu casamento com Eleonor de Aquitânia (divorciada do rei da França).

Quando Henrique II subiu ao trono, com apenas 21 anos, tornou-se um dos mais poderosos soberanos europeus. Encontrou seus domínios agitados por incessantes lutas feudais desde a morte de seu avô. Para obter a pacificação do reino, procurou fortalecer o poder real e não se deixou intimidar pela união da nobreza, clero e setores da burguesia, contra sua autoridade. Organizou a administração central, criou uma poderosa burocracia e procurou alargar o âmbito da justiça real.

Conflito com a Igreja

Henrique II teve ao seu lado o primeiro ministro, conselheiro e amigo Thomas Becket. Em 1162, Becket foi nomeado arcebispo de Canterbury, primaz da Igreja na Inglaterra. Como o rei pretendia diminuir a autonomia judiciária da Igreja, seu amigo parecia ser a pessoa indicada para auxiliá-lo, mas Becket entrega-se às novas funções, e renuncia a chancelaria, para não ter que servir a dois senhores, e dedica-se exclusivamente à Igreja. Henrique vê nisso uma traição. A crise entre o poder real e o espiritual estava criada.

Em 1164, o rei promulga as Constituições do Clarendon, que regulamentam as relações entre a Igreja e o Estado limitando a competência dos tribunais eclesiásticos. Becket é forçado a fugir para a França e de lá lança a excomunhão contra seus opositores. Por mais poderoso que fosse Henrique II, não queria se expor a uma excomunhão, nem ver a Inglaterra sofrer um interdito papal, então tenta um acordo formal, mas as desavenças foram tantas que Becket terminou assassinado por cavaleiros do rei em 1170.

Vitorioso, Henrique pode efetuar a reforma judiciária do país, sua obra principal. Por volta de 1180, era o soberano mais poderoso de toda a Europa, estendendo seu domínio sobre Gales, Escócia, Irlanda e dois terços do território da França

Henrique II e Filhos

Além de dez filhos fora do casamento, Henrique II teve oito filhos com Leonor:

Guilherme (1152-1156)
Henrique (1155-1183)
Matilde (1156-1189)
Ricardo (1157-1199) (rei da Inglaterra)
Godofredo (1158-1186)
Leonor (1162-1214)
Joana (1165-1199)
João (1166-1216) (João Sem Terra, rei da Inglaterra)

Conflito com a família

Os principais problemas de seu reinado vieram da própria família. Eleonor, que já havia abandonado a Inglaterra e se estabelecido na Aquitânia, junto com seus filhos, à frente dos barões, lançaram-se contra o rei. Ainda em vida, para assegurar a sucessão, o rei fez com que seu filho Henrique fosse coroado rei da Inglaterra, pelo arcebispo de York, e atribui a Ricardo o ducado de Aquitânia.  Mais tarde, João e Ricardo brigaram pelo controle de Aquitânia. Quando pediu aos filhos que doassem feudos ao irmão mais moço, João, estes se recusaram (João tornou-se conhecido como João Sem Terra).

Em 1184,  uma coalizão formada por Ricardo, então o herdeiro, com a morte de Henrique, e Filipe II, rei da França, a quem João também se uniu, obrigou o rei a ceder. Abalado pela conspiração é obrigado a fugir, perseguido pelas tropas de Ricardo. Vítima de uma hemorragia, o rei falece pouco tempo depois. Assumiu então o trono seu filho Ricardo I, mais tarde conhecido como Ricardo Coração de Leão.

Henrique II da Inglaterra faleceu no castelo de Chinon, Chinon, França, no dia 6 de julho de 1189.

Veja também as biografias de:
  • Henrique VIII (1491-1547) foi rei da Inglaterra, o segundo da dinastia Tudor...
  • Ricardo I (1157-1199), também conhecido como Ricardo Coração de Leão, por sua...
  • Elizabeth II Rainha (1926) é a rainha da Inglaterra desde os 25 anos de idade...
  • Rainha Vitória (1819-1901) foi rainha da Inglaterra e Irlanda. Foi Imperatriz...
  • Elizabeth I (1533-1603) foi rainha da Inglaterra e da Irlanda de 1558 até 160...
  • Ana Bolena (1501-1533) foi a segunda esposa de Henrique VIII, rei da Inglater...
  • Dom João VI (1767-1826) foi rei de Portugal. Abriu os portos brasileiros ao c...
  • Salomão foi rei de Israel entre os anos 970 e 930 a. C. A sua grande obra foi...
  • Alexandre, o Grande (356-323 a.C.) foi rei da Macedônia, império que se esten...
  • Fernando II de Aragão (1452-1516) foi rei da Espanha. (,...

Última atualização: 26/10/2018

Por Dilva Frazão
Possui bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.