Erich Fromm

Psicanalista alemão

Biografia de Erich Fromm

Erich Fromm (1900-1980) foi um psicanalista, sociólogo e pensador alemão. Sua trilogia composta dos livros “O Medo à Liberdade”, “A Análise do Homem” e “Psicanálise da Sociedade Contemporânea” se tornou um importante tratado para a psicanálise no século XX.

Erich Fromm (1900-1980) nasceu em Frankfurt, Alemanha, no dia 23 de março de 1900. Filho de um rico comerciante de vinhos e de uma dona de casa cresceu em uma família judia extremamente religiosa. Tinha 14 anos quando eclodiu a Primeira Guerra Mundial. Estudou na Universidade de Frankfurt no curso de Direito, mas depois se transferiu para o curso de Sociologia na Universidade de Heidelberg.

Em 1926 casou-se com a psicanalista Frieda Reichmann. Especializou-se em psicanálise no Instituto Psicanalítico de Berlim, onde teve contato com as teorias marxistas e se vinculou à Escola de Frankfurt. A partir de 1929 atuou como analista leigo, pois não possuía formação médica. A partir de 1930 assumiu a direção do Departamento de Psicologia do Instituto de Pesquisas Sociais de Frankfurt, também conhecido como Escola de Frankfurt. Apresentou seus primeiros trabalhos científicos.

Com o auge do poder nazista na Alemanha, Fromm resolveu abandonar a direção do Instituto e mudou-se para Genebra, na Suíça. Em 1931 separou-se de Frieda e em 1934 exilou-se nos Estados Unidos. Trabalhou em várias instituições na área da psicanálise e da psiquiatria e no Instituto de Pesquisas Sociais da Universidade de Colúmbia em Nova Iorque. No fim de 1939, após diversos desentendimentos, se desligou do Instituto, depois de ter sido um de seus maiores colaboradores. Em 1940 tornou-se cidadão americano e estabeleceu sua clínica de psicoterapia. Em 1950 mudou-se para a cidade do México onde lecionou na Universidade Autônoma do México até 1974, quando fixou residência na Suíça.

Fromm foi um destacado ativista em favor da paz e sua postura política o levou a afastar-se do socialismo soviético, mas sempre mantendo uma dura crítica ao capitalismo. Segundo a “Teoria Humanista” de Fromm o homem é potencialmente bom e só se torna uma pessoa má diante de condições adversas. A “Psicanálise Humanista” de Fromm envolve tanto o tipo de caráter e suas influências, como também questiona acerca das bases da sociedade moderna, anti-humanista e mercantil.

Erich Fromm produziu uma extensa obra, na qual ele aborda diversos temas, como inconsciente social, sonhos, religião, humanismo normativo e a modelagem do indivíduo pela sociedade, as necessidades básicas da alma humana etc. Entre suas obras destacam-se: “O Medo à Liberdade” (1941), “O Coração do Homem” (1965), “Psicanálise e Religião” (1966) “O Espírito da Liberdade” (1970), “Psicanálise da Sociedade Contemporânea” (1976) e “Análise do Homem” (1978).

Erich Fromm faleceu em Muralto, na Suíça, no dia 18 de março de 1980.

Última atualização: 29/03/2017