Ludwig van Beethoven

Compositor alemão
Por Dilva Frazão

Biografia de Ludwig van Beethoven

Ludwig van Beethoven (1770-1827) foi um compositor alemão. A Nona Sinfonia, famosa como Coral, por incluir coro em seu quarto movimento, foi a obra que o consagrou em todo o mundo.

Em 1814, o artista foi reconhecido como o maior compositor do século.

Quando tinha 27 anos, Beethoven começou a desenvolver os primeiros sintomas de surdez e aos 48 já estava inteiramente surdo.

Infância de Beethoven

Ludwig van Beethoven nasceu em Bonn, Alemanha, e foi batizado no dia 17 de dezembro de 1770.

Filho e neto de músicos, com apenas cinco anos, sob a orientação rígida do pai, começou a estudar cravo, violino e viola.

Com sete anos participou de um recital na Academia de Sternengass.

Beethoven
Casa onde nasceu Beethoven, em Bonn

Com diversos professores, estudou a obra de Bach, aprendeu a tocar órgão e piano e começou a aprender também composições e teoria musical.

Com 11 anos foi nomeado organista-suplente da corte.

Adolescência

Aos 13 anos já era solista de cravo na corte de Bonn. Passou a receber a proteção do Príncipe Max Franz, governante de um dos 300 pequenos Estados que formavam o Império da Alemanha.

Beethoven criança
O jovem Beethoven aos 13 anos de idade

Nessa época, Beethoven publicou a sua primeira obra: Nove Variações para Piano sobre uma Marcha de Ernest Christoph Dressler. Com 14 anos publicou Três Sonatinas para Piano.

Reconhecimento como músico

Em 1787, com 17 anos, o compositor seguiu para Viena onde foi recebido por Mozart, que lhe previu um grande futuro.

Em 1791, com apenas 21 anos, já desfrutava de prestígio junto à nobreza de Bonn.

A nata da sociedade já não dispensava em suas festas a presença do músico, que pouco frequentou a escola, mas havia cursado a universidade como ouvinte para adquirir cultura.

Recitais para a Nobreza

Em 1792, Beethoven retorna à Viena, em definitivo. As cartas de apresentação lhe abriram as portas da nobreza local.

O Príncipe Karl Lichnowsky o instalou no palácio e lhe pagava uma pensão. Os recitais constituíam o divertimento predileto da nobreza. As apresentações musicais limitavam-se quase só a concertos nos palácios.

Só em 1795, Beethoven fez sua primeira apresentação pública, quando executou um concerto para piano que foi delirantemente aplaudido. 

A artista ganha o mundo

Em 1796, Beethoven se apresentou em Praga e Berlim, onde cumpriu um extenso programa para a corte imperial, do qual constavam Duas Sonatas para Violoncelo, Opus 5, escrita especialmente para a ocasião.

Em 1797, estava com 27 anos e crescente prestígio que atraía alunos e convites para recitais nacionais e internacionais, o que lhe proporcionava uma folga financeira.

Beethoven

A surdez de Beethoven

Em 1797 surgiram os primeiros sintomas da surdez do músico, que escondeu o problema de todos. Pesquisadores suspeitam que a surdez foi uma consequência de um episódio de febre tifoide.

Convém lembrar que 1800 foi o início do período mais brilhante da carreira de Beethoven, quando o criador produziu as grandes sinfonias que lhe dariam imortalidade.

Aos 48 anos Beethoven já estava inteiramente surdo e em sofrimento porque ouvia ruídos de modo constante.

O declínio do artista

Em 1824, o compositor apresentou pela primeira vez a sua famosa Sinfonia nº 9. No fim da apresentação uma tempestade de aplausos saudou o gênio.

Envelhecido e doente, o compositor já não se empolgava com o êxito e a repercussão de sua música.

Beethoven

Os maiores sucessos de Beethoven

Ouça a Quinta Sinfonia do mestre da música clássica:

Outro sucesso da carreira do artista foi a celebrada Nona Sinfonia:

Músicas de Beethoven

  • Três Sonatas para Piano, Opus 2 (1797)
  • Trio em Mi Bemol, para Violino, Viola e Violoncelo, Opus 3 (1797)
  • Serenata em Ré, para Violino, Viola e Violoncelo, Opus 8 (1798)
  • Três Sonatas para Piano e Violino, Opus 12 (1799)
  • Sonata em Dó Menor para Piano, Opus 13 (1799) (Patética)
  • Duas Sonatas para Piano, Opus 14
  • Septeto em Mi Bemol, Opus 20 (1800) (Dedicado à Imperatriz Maria Teresa da Áustria)
  • Sinfonia n.º 1 em Dó Maior, Opus 21 (1800)
  • Concerto n.º 3, em Dó Menor, para Piano e Orquestra, Opus 37 (1800) (Dedicado ao Rei Luís Fernando da Prússia)
  • Sonata Quase uma Fantasia, Opus 27 n.º 2 (Sonata ao Luar)
  • Sinfonia n.º 2 em Ré Maior, Opus 36
  • Sinfonia n.º 3 em Mi Bemol Maior, Opus 55 (1805) (Heroica) (Título original “Sinfonia Grande – Titolata Bonaparte” (Ao saber que Napoleão se fizera imperador dos franceses, trocou o título para “Sinfonia Heróica”)
  • Ópera Fidelio (1805)
  • Sinfonia 4, 5 e 6 (Pastoral)
  • Sonata em Fá Menor para Piano, Opus 57 (1808) (Appassionata) (Representou o rompimento dos últimos elos que o ligavam ao classicismo e a adoção da linguagem emotiva que caracterizou a época romântica)
  • Concerto n.º 5, para Piano e Orquestra, Opus 73 (1809) (Imperador)
  • Bagatela para piano (Für Elise) (1810)
  • Sinfonias n.º 7 e n.º 8 (1812)
  • Sonatas para Piano, Opus 106, 109, 110 e 111 (1822)
  • Missa Solene em Ré Maior, Opus 123 (1823) (Obra gigantesca em valor musical e em duração)
  • Sinfonia n.º 9, Opus 125 (1824) (Coral) (Escrita quando já estava totalmente surdo)
  • Quartetos para Cordas, Opus 127, 130, 131, 132 e 135 (1825) (suas últimas composições)

Morte de Beethoven

lápide Beethoven
A lápide de Beethoven situada em Vienna

Ludwig van Beethoven morreu em Viena, Áustria, aos cinquenta e seis anos, no dia 26 de março de 1827.

A causa da sua morte do compositor ainda é um mistério, as principais suspeitas recaem sobre a tese de um envenenamento (intoxicação por chumbo) e um desgaste natural do corpo pela cirrose.

Última atualização: 25/02/2020

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Albert Einstein (1879-1955) foi um físico e matemático alemão. Entrou para o r...
  • Immanuel Kant (1724-1804) foi um filósofo alemão, o fundador da Filosofia Cr...
  • Adolf Hitler (1889-1945) foi um político alemão. Líder do Partido Nacional- S...
  • Friedrich Hegel (1770-1831) foi um filósofo alemão. Um dos criadores do siste...
  • Daniel Gabriel Fahrenheit (1686-1736) foi um físico alemão, o inventor do ter...
  • Johann Sebastian Bach (1685-1750) foi um músico, compositor e organista alemã...
  • Martin Heidegger (1889-1976) foi um filósofo alemão da corrente existencialis...
  • Bertolt Brecht (1898-1956) foi um dramaturgo, romancista e poeta alemão, cria...
  • Friedrich Engels (1820-1895) foi um filósofo social e político alemão. Teve p...
  • Arthur Schopenhauer (1788-1860) foi um filósofo alemão do século XIX, fez par...