José Mujica

Ex-presidente do Uruguai

Biografia de José Mujica

José Mujica (1935) é ex-presidente do Uruguai. Foi deputado, senador e ministro. Foi presidente do Uruguai entre 2010 e 2015.

José Alberto Mujica Cordano (1935) nasceu no bairro de La Arena, em Montevidéu, Uruguai, no dia 20 de maio de 1935. Filho de Demétrio Mujica Cordano Terra e Lucy Terra, descendentes de uma família basca que chegou ao Uruguai em 1840. Frequentou o ensino primário e secundário na escola pública de seu bairro. Ficou órfão de pai ainda jovem. Tornou-se chefe de família com o cultivo e a venda de flores.

Em 1956, Mujica iniciou sua militância política no Partido Nacional, onde se tornou o secretário geral da juventude. Em 1967, se junta ao Movimento de Libertação Nacional, um gruo de guerrilheiros clandestinos, os Tupamaros. Mujica participou de assaltos, sequestros e do episódio conhecido como Tomada de Pando, quando os guerrilheiros invadiram a cidade de Pando, ocupando delegacias, bancos, centrais telefônicas etc. Mujica foi preso quatro vezes, torturado e passou quase 15 anos na prisão, de 1972 a 1985, quando foi decretada a anistia para presos políticos e presos comuns.

Após vários anos da abertura política, junto com outros antigos líderes dos Tupamaros, Mujica cria o Movimento de Participação popular (MPP) dentro da Frente Ampla. Em 1994 foi eleito deputado e em 1999 foi eleito senador. Nas eleições de 2004 foi o senador eleito com o maior número de votos. No dia 1 de março de 2005, o presidente Tabaré Vázques o nomeia Ministro da Pecuária, Agricultura e Pesca. Nesse mesmo ano casa-se com a senadora Lúcia Topolanski. Em 03 de março de 2008, Mojica retorna a sua cadeira de senador.

Em 28 de junho de 2009, Mujica foi eleito como candidato presidencial único da Frente Ampla, superando seus concorrentes com 52,02% dos votos. Vence as eleições presidenciais e no dia 1 de março de 2010 foi empossado no Palácio da República do Uruguai.

Pepe Mujica como é chamado, rejeitou os benefícios da presidência, se recusou a viver no palácio presidencial. Fez um governo que colocou o Uruguai no mapa das nações progressistas. Reduziu a pobreza de 37% para 11%. Apoiou a legalização do aborto. Apoiou a legalização da maconha e assinou a lei que legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

No dia 1 março de 2015, Mujica encerra seus cinco anos na presidência do Uruguai. Continua vivendo com simplicidade em uma casa de um quarto na fazenda de sua esposa e dirige um fusca ano 1978. Doa mais de 90% de seu salário para a caridade.

Veja também as biografias de:

Última atualização: 29/11/2017