Paulo Mendes da Rocha

Arquiteto brasileiro
Por Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora

Biografia de Paulo Mendes da Rocha

Paulo Mendes da Rocha (1928- 2021) foi um arquiteto brasileiro, premiado como o Pritzker, em 2006, considerado o "Nobel da Arquitetura”, e o Leão de Ouro, pelo conjunto de sua obra, na Bienal de Arquitetura de Veneza. Foi o primeiro brasileiro a receber a distinção.

Paulo Archias Mendes da Rocha nasceu em Vitória, Espírito Santo, no dia 25 de outubro de 1928. Em 1954 formou-se pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, cidade na qual se consagrou.

Carreira

Em 1958, com 29 anos, o arquiteto começou a chamar atenção com o desenho do Ginásio do Clube Atlético Paulistano, nos Jardins, área nobre de São Paulo: uma estrutura formada por seis pilares de concreto que se afinam ao tocar o solo:

Paulo Mendes da Rocha

Com o desenho, Paulo Mendes da Rocha venceu o concurso para elaboração do projeto o que lhe valeu o Grande Prêmio Presidência da República na 6.ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1961.

Nesse mesmo ano, passou a lecionar na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Convidado por João Batista Vilanova Artigas encabeçou a chamada Escola Paulista de Arquitetura, que destacava o papel social e humanista do arquiteto.

Realizou diversos projetos de escolas para a rede pública. Em 1962 projetou a sede social do “Jockey Club de Goiânia”.

Em 1968, junto com Artigas e Fábio Penteado realizou o projeto do “Conjunto Habitacional Zezinho Magalhães Prado”, o Parque CECAP, em Guarulhos, para 50 mil moradores.

Em 1969, com o Ato Institucional n.º 5, Paulo Mendes foi afastado da Universidade.

Em 1970, o arquiteto venceu o concurso com o projeto do “Pavilhão Oficial do Brasil na Expo 70”, em Osaka, no Japão. Em 1971 esteve entre os finalistas premiados no concurso internacional para o anteprojeto do “Centro Cultural Georges Pompidou”, em Paris.

Em 1980, depois da anistia, Paulo Mendes da Rocha foi reintegrado ao quadro da universidade, onde lecionou até 1999, quando se aposentou.

Outras obras

Entre suas obras paulistanas destacam-se o “Museu Brasileiro de Escultura” (1988), a reforma da “Pinacoteca do Estado de São Paulo” (1993), o “Centro Cultural da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo” (1996) e o “Museu da Língua Portuguesa” (2006), feito em parceria com o filho Pedro.

Paulo Mendes da Rocha
Museu da Língua Portuguesa - São Paulo

Em Portugal, Mendes Rocha é celebrado pelo projeto das novas instalações do “Museu Nacional dos Coches”, na zona de Belém, em Lisboa.

Paulo Mendes da Rocha

Característica de sua obra

Paulo Mendes da Rocha dizia que a arquitetura era uma “questão política”. Crítico ferrenho da especulação imobiliária, ele valorizava o uso do espaço público pelo cidadão e criticava a falta de planejamento das cidades.

Em seus projetos, buscava a manutenção da geografia dos terrenos e tinha como credo encaixá-las de forma orgânica na natureza.

Outros Prêmios

Com a carreira consolidada, Paulo Mendes da Rocha foi reconhecido com outros prêmios internacionais, como o Pritzker, em 2006, considerado o Nobel da Arquitetura”, e o Leão de Ouro, pelo conjunto de sua obra, da Bienal de Arquitetura de Veneza. Ele foi o primeiro brasileiro a receber a distinção. Para os diretores da Bienal, “O atributo mais marcante de sua arquitetura é a atemporalidade”.

Em 2020, Paulo Mendes da Rocha fez a doação de 300 de seus projetos à Casa de Arquitetura de Portugal e ao comentar a doação declarou:


“E os prédios que eu construí? Estão todos aqui. Cuidem disso. Isso ninguém tira daqui. Eu serei sempre um arquiteto brasileiro”.

Paulo Mendes da Rocha faleceu em São Paulo (SP), no dia 23 de maio de 20211, em decorrência de um câncer no pulmão.,

Dilva Frazão
É bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e professora do ensino fundamental.
Veja também as biografias de:
  • Oscar Niemeyer (1907-2012) foi arquiteto brasileiro. Responsável pelo planeja...
  • Lúcio Costa (1902-1998) foi Arquiteto e Urbanista brasileiro. Autor do projet...
  • Antoni Gaudí (1852-1926) foi um arquiteto catalão um dos grandes inovadores d...
  • Filippo Brunelleschi (1377-1446) foi um arquiteto, escultor e ourives italian...
  • Frank Gehry (1929) é um arquiteto canadense naturalizado norte-americano, aut...
  • Giotto (1266-1337) foi um pintor e arquiteto italiano, autor do desenho do "C...
  • Bernini (1598-1680) foi um escultor, arquiteto e pintor italiano, um dos pion...
  • Le Corbusier (1887-1965) foi um arquiteto, urbanista e pintor franco-suíço. F...
  • Frank Lloyd Wright (1867-1959) foi um arquiteto norte-americano, autor de fam...
  • Santiago Calatrava (1951) é um arquiteto e engenheiro espanhol, um expoente d...