Pierre Verger

Fotógrafo francês
Por Dilva Frazão

Biografia de Pierre Verger

Pierre Verger (1902-1996) foi um fotógrafo, etnólogo, antropólogo e pesquisador francês. Tornou-se um dos principais antropólogos e historiadores da cultura brasileira, sobretudo a popular, e da ancestralidade africana presente no sangue do brasileiro.

Pierre Edouard Léopold Verger nasceu em Paris, França, no dia 4 de novembro de 1902. Filho de uma família burguesa belga radicada na França era o mais novo entre os três irmãos.

Em 1914 morreu seu irmão Louis. Em 1915 morreu seu pai. Entre 1920 e 1922 ele trabalhou na gráfica da família. Saiu para servir o exército e voltou em 1924. Nessa época, a gráfica da família faliu, e Verger não quis levar adiante o trabalho que sustentou a família.

Em 1929 morreu seu irmão Jean. Em 1932 resolveu aprender as técnicas básicas da fotografia com seu amigo Pierre Boucher. Decidiu trocar uma câmera arcaica, relíquia dos seus pais, por uma pequena câmera portátil recém-lançada, uma Rolleiflex.

Pierre Verger na França

No mesmo ano, com o falecimento de sua mãe, com a câmera na mão, Verger decidiu se tornar um viajante em busca da liberdade com a qual ele tanto sonhava.

O primeiro passo se deu quando resolveu viajar para a Polinésia Francesa, junto com alguns amigos, quando percorreu as ilhas e fotografou tudo que o encantava.

Durante 14 anos, Verger viveu para a fotografia. Tendo a França como base, viajou o mundo registrando lugares e pessoas, histórias e tradições. Fez também longas caminhadas, com o desejo de conhecer, compreender e recontar tudo que era descoberto,

Verger trabalhou como correspondente de revistas e jornais europeus e americanos, entre eles, Paris-Soir - em 1934, Daily Mirror - de 1935 a 1936, Life - em 1937, Argentina Libre e Mundo Argentino - em 1941 e 1942 e O Cruzeiro - de 1945 a 1950.

Em 1934, Pierre Verger fundou a Alliance Photo, uma agência fotográfica para administrar e divulgar o material produzido.

Pierre Verger no Brasil

Em 1946 Verger chegou ao Brasil e ao desembarcar em Salvador, tudo mudou em sua vida. Foi seduzido pela hospitalidade e riqueza cultural que encontrou na cidade e acabou ficando.

Como fazia em todos os lugares, Verger procurava conviver com gente simples. Os negros, a grande maioria da população de Salvador, chamavam sua atenção.

Pierre Verger

Quando descobriu o candomblé despertou o interesse pela religiosidade de origem africana e se tornou um estudioso dos cultos aos orixás.

Pierre Varger

Esteve no Recife e em Olinda, conheceu e documentou a religião dos “voduns” em São Luís no Maranhão e o “xangô” em Pernambuco.

Pierre na África

Pierre Verger recebeu uma bolsa para estudar os rituais religiosos na África, para onde viajou em 1948.

Além de fotógrafo, Verger iniciou um novo ofício, o de pesquisador. O Instituto Francês da África Negra (IFAN) recebeu dois mil negativos apresentados como resultado de sua pesquisa fotográfica e solicitou que ele escrevesse sobre o que tinha visto.

Pierre Varger

Em 1966, Pierre Verger obteve o título de Doutor de Terceiro Grau da Sorbonne, com a tese sobre o tráfico de escravos entre o Golfo do Benin e a Bahia dos séculos XVII ao XIX.

Pierre Verger estudou a história e os costumes da população negra da África e seus descendentes no Brasil. Concentrou seu estudo na cultura Iorubá.

Últimos anos

Em 1974 integrou a equipe docente da Universidade Federal da Bahia e em 1982 atuou na criação do Museu Afro-brasileiro.

Em seus últimos anos de vida, Verger passou a disponibilizar suas pesquisas a um maior número de pessoas para garantir a sobrevivência de seu acervo.

Em 1988, criou a Fundação Pierre Verger, transformando sua própria casa na sede da fundação e em um centro de pesquisa.

Pierre Verger faleceu em Salvador, Bahia, no dia 11 de fevereiro de 1996.

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Gaspard-Félix Tournachon (1820-1910) foi um fotógrafo, caricaturista e jornal...
  • Sebastião Salgado (1944) é um fotógrafo brasileiro considerado um dos maiores...
  • Augusto Malta (1864-1957) foi um fotógrafo brasileiro, um dos mais important...
  • Eadweard J. Muybridge (1830-1904) foi um fotógrafo inglês, pioneiro na utiliz...
  • Bob Wolfenson (1954) é um fotógrafo brasileiro, considerado um dos principais...
  • Man Ray (1890-1976) foi um fotógrafo, pintor e cineasta norte-americano, um d...
  • Émile Durkheim (1858-1917) foi um sociólogo francês. É considerado o pai da S...
  • Auguste Comte (1798-1857) foi filósofo francês. Considerado o fundador do pos...
  • Napoleão Bonaparte (1769-1821) foi imperador da França entre 1804 e 1814 com...
  • Voltaire (1694-1778) foi um filósofo e escritor francês, um dos grandes repre...