Charles Perrault

Escritor francês

Biografia de Charles Perrault

Charles Perrault (1628-1703) foi um importante escritor francês, autor de grande número de contos infantis, entre eles, A Bela Adormecida, O Gato de Botas, Chapeuzinho Vermelho e o Pequeno Polegar.

Charles Perrault (1628-1703) nasceu em Paris, França, no dia 12 de janeiro de 1628. Filho de Pierre Perrault e de Paquette Le Clerc descendentes de uma nobre família de Tours, cidade próxima a Paris. Em 1637, ingressou no Colégio de Beauvais, onde realizou brilhante estudo literário. Em 1643, iniciou o curso de Direito, concluído em 1651.

Deu início a sua carreira prestando serviços ao reino. Foi cobrador geral, e após ter publicado uma série de odes dedicadas ao rei Luíz XIV, se tornou assistente de Colbert, o conselheiro da corte. É dessa época, a obra “Ode Sobre o Casamento do Rei” (1663). Em 1665, passou a trabalhar na superintendência de obras públicas do reino, e em 1667 ordenou a construção do Observatório Real, seguindo o projeto de seu irmão o arquiteto Claude. Foi um dos colaboradores para a fundação da Academia Francesa de Ciências e para a reconstrução da Academia de Pintura.

Em 1671, com extensa publicação literária, entre elas, “O Espelho ou A Metamorfose de Orante” (1666), “Diálogo de Amor e Amizade” (1668) e “O Parnassus Conduzido a Extremos” (1669), foi eleito para a Academia Francesa de Letras. Na Academia Francesa, enfrentou uma longa disputa intelectual, chamada de “Querela dos Antigos e dos Modernos”. Os Antigos eram escritores que acreditavam na supremacia da Antiguidade Greco Romana, sobre toda e qualquer produção francesa. Já os Modernos defendiam que a produção literária francesa não era inferior aos clássicos do passado.

Liderando o grupo dos Modernos, Charles Perrault tentou provar a superioridade da literatura de sua época, com a publicação das obras: “Le Siècle de Louis le Grand” (1687) e “Parallèle des Anciens et des Modrenes” (1688-1692).

Em 1697, com quase setenta anos, Charles Perrault passou a registrar as histórias, ou contos, recitados entre as damas nos salões parisienses. Ao dar um acabamento literário a esse tipo de história, estava criando um novo gênero da literatura “o conto de fadas”. O livro, publicado no dia 11 de janeiro de 1697, ficou conhecido como “Contos da Mãe Gansa” e reunia diversas histórias, entre elas, “Chapeuzinho Vermelho”, “A Bela Adormecida”, “O Gato de Botas”, “Cinderela”, “Barba Azul”, “As Fadas” e “O Pequeno Polegar”. Essas histórias eram encerradas em forma de poesia, contendo sempre uma lição de moral.

Charles Perrault faleceu em Paris, França, no dia 16 de maio de 1703.

Biografias Relacionadas

Última atualização: 12/01/2016