Haile Selassie

Ex-imperador da Etiópia

Biografia de Haile Selassie

Haile Selassie (1892-1975) 1975) foi imperador da Etiópia entre 1930 e 1974, quando a monarquia foi deposta por um golpe militar. Seu discurso na Liga das Nações serviu de inspiração para a música War, de Bob Marley.

Haile Selassie nasceu em Ejersa Goro, Etiópia, África, no dia 23 de julho de 1892. Filho de Ras Makonnen, conselheiro e primo do imperador Menilek II, foi batizado com o nome de Tafari (que é respeitado) Makonnen. Foi educado em casa pelos missionários franceses. Com grandes habilidades, em 1909, com 17 anos, foi nomeado governador da província de Sidamo. Em 1911 tornou-se governador geral de Harrar.

Haile Selassai torna-se um político progressista, buscando romper o poder feudal da nobreza local. Ainda em 1911, casa-se com Wayzaro Menen, bisneta do imperador Menilek II, assim tornando-se Ras (príncipe). Em 1913, quando Menilek II morreu, seu neto Lij Yasu sucedeu ao trono, porém sua estreita relação com o islã o tornou impopular junto à maioria da população de religião cristã da Etiópia. Em consequência, em 1916, a Assembleia dos Nobres em conjunto com a Igreja Ortodoxa Etíope, depôs o imperador Lij Yasu.

Em 1917, Zauditu, filha do imperador Menilek II tornou-se imperatriz e Ras Tafari foi nomeado regente e herdeiro do trono.  Apesar de Zauditu realizar uma política conservadora, Tafari era progressista. Em 1923, a Etiópia foi admitida na Liga das Nações. Em 1924, Ras Tafari visitou Roma, Paris e Londres, sendo o primeiro governante etíope a viajar para o exterior.

O império Etíope também conhecido como Abissínia, ocupava os atuais territórios da Etiópia e da Eritreia desde 1270. Em 1928, com 36 anos, Ras Tafari recebeu o título de negus (rei). Em 1930, quando Zauditu morreu, ele foi coroado o 225º imperador etíope, que segundo a crença, remonta da dinastia do Rei Salomão e da Rainha de Sabá. A partir de então, mudou seu nome para Haile Selassie (Poder da Trindade). Em 1931, é promulgada a primeira Constituição da Etiópia.

Discurso de Hile Selassie na Liga das Nações

Em 1935, a Etiópia foi invadida pela Itália de Mussolini. Haile Selassie liderou uma resistência, mas em 1936 foi obrigado a se exilar na Inglaterra. No dia 30 de junho de 1936, na Liga das Nações, hoje Organização das Nações Unidas, em Genebra, na Suíça, Haile Selassie realizou um memorável discurso: “Enquanto a filosofia que declara uma raça superior e outra inferior não for finalmente e permanentemente desacreditada e abandonada, enquanto não deixarem de existir cidadãos de primeira e segunda categoria de qualquer nação, enquanto a cor da pele de uma pessoa não for mais importante que a cor dos seus olhos, enquanto não forem garantidos a todos por igual os direitos humanos básicos, sem olhar a raça, até esse dia, os sonhos de paz duradoura, cidadania mundial e governo de uma moral internacional irão continuar a ser uma ilusão fugaz, a ser perseguida, mas nunca alcançada. E igualmente, enquanto os regimes infelizes e ignóbeis que suprimem os nossos irmãos, em condições subumanas, em Angola, Moçambique e na África do Sul, não forem superados e destruídos, enquanto o fanatismo, os preconceitos, a malícia e os interesses desumanos não forem substituídos pela compreensão, tolerância e boa-vontade, enquanto todos os africanos não se levantarem e falarem como seres livres, iguais aos olhos de todos os homens como são no Céu, até esse dia, o Continente Africano não conhecerá a paz. Nós africanos iremos lutar, se necessário e sabemos que iremos vencer, pois somos confiantes na vitória do bem sobre o mal”.

Segundo reinado e o golpe militar

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, Haile Selassie conseguiu ajuda britânica na formação de um exército, contando com as forças de resistência etíope, que expulsaram os italianos e retomaram a capital Adis Abeba em 5 de maio de 1941. Com a derrota da Itália, Selassie reassumiu o império. Em 1952, organizou uma federação com a Eritreia, que terminou dissolvida em 1962 com a Guerra da Independência da Eritreia.

Haile Selassie organizou reformas sociais, econômicas e educacionais na tentativa de modernizar o país. Em 1955 promulgou nova Constituição que concentrou o poder em suas mãos. Em dezembro de 1960 uma ala do Exército organizou um golpe, enquanto o imperador estava em missão diplomática no Brasil, porém sem sucesso.

Em 1974, diante da crise econômica, da escassez de alimentos, do desemprego e da estagnação política, um segmento do Exército organizou um motim. No dia 12 de janeiro de 1974, a dinastia liderada por Halie Selassie foi deposta sendo estabelecido um governo militar provisório que defendia a ideologia marxista. Selassie é mantido em prisão domiciliar em seu palácio, onde passou seus últimos dias.

Haile Selassie faleceu em Adis Abeba, Etiópia, África, no dia 27 de agosto de 1975.

Última atualização: 27/03/2018

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Dom Pedro I (1798-1834) foi o primeiro Imperador do Brasil. Outorgou a prime...
  • Dom Pedro II (1825-1891) foi o segundo e último Imperador do Brasil. Tornou-...
  • Napoleão Bonaparte (1769-1821) foi imperador da França entre 1804 e 1814 com...
  • Justiniano (483-565) foi um Imperador Bizantino, redator do "Código Justinian...
  • Nero (37 – 68) foi imperador romano entre os anos de 54 e 68 da era cristã. F...
  • Adriano (Imperador romano) (76-138) foi o terceiro imperador romano, da Dinas...
  • Napoleão III (1808-1873) foi imperador francês...
  • Calígula (12-41) foi um imperador romano que governou entre os anos 37 e 41 d...
  • Pedro I da Rússia ou Pedro, o Grande (1672-1725) foi um czar russo. Seu reina...
  • Constantino I (272-337) foi o primeiro imperador cristão de Roma. Iniciou a c...