John Keats

Poeta inglês
Por Dilva Frazão

Biografia de John Keats

John Keats (1795-1821) foi um poeta inglês, considerado um dos maiores nomes da Segunda Geração Romântica na Inglaterra.

John Keats nasceu em Moorgate, Londres, Inglaterra, no dia 31 de outubro de 1795. Filho de Frances Jennings e de Keats Thomas ficou órfão ainda criança e passou a ser criado por um tutor.

Kates e seus três irmãos mudam-se para Hampstead. Em 1810, estimulado pelo tutor, Keats aprendeu o ofício de cirurgião e durante cinco anos trabalhou em dois hospitais de Londres, mas abandonou a medicina para se dedicar à poesia.

Início da carreira literária.

Em 1817, Keats publicou “Poemas”, marcado por concepção ultrarromântica, mas a obra não chegou a fazer sucesso.

Apaixonou-se por Fanny Brawne, cujo amor representou em muitos de seus poemas.

Com base nas leituras mitológicas, em 1818 lançou “Endymion”, em que inverte o mito da paixão de Diana (a Lua) pelo pastor. Fez da obra uma alegoria do amor pela beleza ideal, estética que mais tarde intensificou.

Nesse mesmo ano, inicia a produção de seu mais ambicioso projeto, o poema épico “Hyperion”, planejado para dez cantos, mas abandonado com quatro em 1919.

O tema, a expulsão dos titãs do Olimpo pelos novos deuses, é alegoria evidente da derrota das trevas polos novos ideais da beleza. Sua obra é essencialmente lírica e compreende alguns dos poemas mais perfeitos do gênero em língua inglesa.   

Em pouco tempo de vida escreveu obras muito importantes. Escreveu os mais belos poemas da língua inglesa, entre eles "La Belle Dame Sans Merci", "Ode to a Nightingale" e "Ode a uma Urna Grega".

Johhn Keats também se revelou poderoso nas grandes odes em que expressou a “capacidade negativa”, segundo suas palavras, de persistir na dúvida e no mistério sem racionalizar.

Entre suas odes destacam-se:

  • Ode a Um Rouxinol
  • Ode à Melancolia
  • Ode a Uma Urna Grega, em que exalta o ideal de permanência da arte.
  • Ode à Indolência
  • Ode à Psiquê
  • Ode ao Outono

Características

A obra de John Keats se divide entre as frequentes referências à morte e um intenso sentimento de prazer com a vida. Foi influenciado pelos poetas gregos do período helênico como Homero, bem como pelos poetas ingleses do século XVI, que perseguiam a perfeição estética.

Sua poesia é marcada pelo sentimentalismo romântico, por imagens vibrantes de grande apelo sensual e, pela expressão de aspectos da Filosofia Clássica.

Seu nome é as vezes associado aos de Lord Byron e Schelley.

Morte

Ao cuidar do irmão tuberculoso, Keats contaminou-se e sua saúde declinou rapidamente. Seus últimos anos foram vividos em Roma, onde morreu.

Prevendo o esquecimento, pediu que gravassem em sua lápide o epitáfio: “Aqui jaz alguém / Cujo nome foi escrito na água”, porém ocorreu o contrário, sua influência estendeu-se a simbolistas, pré-rafaelistas e até modernos do início do século XX.

John Keats, faleceu de tuberculose, em Roma, Itália, no dia 23 de fevereiro de 1821. Após sua morte, suas belas “Cartas” foram publicadas em um volume.

Frases de John Keats

  • O amor é minha religião.
  • Meu amor é egoísta. Não Posso respirar sem você.
  • O prazer visita-nos muitas vezes, mas a mágoa agarra-se cruelmente a nós.
  • Nada é verdadeiro enquanto não for experimentado.
  • O único meio de fortalecer o intelecto é não ter uma opinião sobre nada – deixar a mente ser uma estrada aberta a todos os pensamentos.
Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Lord Byron (1788-1824) foi um importante poeta do século XIX, um dos principa...
  • W. H. Auden (1907-1973) foi um poeta, crítico literário e dramaturgo inglês,...
  • John Milton (1608-1674) foi um poeta inglês, um dos principais representantes...
  • William Shakespeare (1564-1616) foi um dramaturgo e poeta inglês. Representan...
  • Isaac Newton (1643-1727) foi um cientista inglês. Descobriu a Lei da Gravitaç...
  • Charles Darwin (1809-1882) foi um naturalista inglês, autor do livro Da Orige...
  • John Locke (1632-1704) foi um filósofo inglês, um dos principais representant...
  • Stephen Hawking (1942-2018) foi um físico inglês que apesar de paralisado por...
  • Alan Turing (1912-1954) foi um matemático britânico, pioneiro da computação,...
  • Francis Bacon (1561-1626) foi um filósofo, político e ensaísta inglês. Recebe...